Posts Populares

Orange Is The New Black – S05E07 – Full Bush, Half Snickers

Mesmo sem um flashback, o passado interrompe um momento de calma.

Não há flashback em “Full Bush, Half Snickers”, que não é por si só incomum: a partir da quarta temporada, a série silenciosamente reconheceu que não há mais uma demanda narrativa de backstories para esses personagens, e assim haverá episódios ocasionais que não dependem desse dispositivo. Este é o segundo episódio dessa temporada, após a estreia.

No entanto, isso não sugere que o passado não seja importante para esses episódios. De fato, o passado é mais importante aqui do que foi em outros episódios, já que o momento de paz no meio dos tumultos cria um espaço de reflexão. Com as consequências imediatas da rebelião, as personagens estão começando a recuperar a perspectiva de suas vidas, e voltam sua atenção para os tipos de traumas psíquicos com os quais elas já estavam lutando. O enredo de Suzanne, por exemplo, é uma manifestação exagerada de algo que todas as outras estão experimentando: na ausência de estrutura da prisão e, além do ponto em que o motim se registra como um perigo imediato e urgente, o que as internas farão para se manter ocupadas e longe do sofrimento e da culpa que as atormenta por fora dessa situação?

Meu exemplo favorito disso é o caso de Black Cindy e Alison, que lidam com a situação de Suzanne, enquanto Taystee está focada em trabalhar com Piper em um memorial para a Poussey. Elas decidem começar a brincar de guarda, dando a Suzanne os reféns como colegas e criando uma rotina que impedirá sua amiga de se aprofundar em sua doença. É um enredo principalmente bobo: enquanto os guardas se queixam de seus maus tratos, Black Cindy, em particular, aprecia a oportunidade de participar das atividades. Mas como os guardas estão jogando uma historinha, Alison lembra que é o tipo de jogo que sua filha jogava, que superficialmente serve para ativar a história de seu flashback há alguns episódios atrás.

Mas então, cortamos Cindy, que está pegando a história e parece ter ficado surpresa pelo fato de Alison ter saudades de sua filha. Isso clicou no meu cérebro que Cindy está trabalhando com sua culpa sobre sua própria filha dentro dessa interação. Apesar de ser criada como sua irmã, Cindy tem uma criança no exterior da prisão e, no entanto, isso nunca foi um fator motivador para ela: ao ver que a emoção de outra pessoa desencadeia algo, é um momento em muitos no episódio em que nosso conhecimento do passado ​​das personagens nos orienta para voltar ao enredo principal de Litchfield.

A melhor maneira para as reclusas aplicarem suas sensações acerca de sua existência dentro e fora da prisão é através da comunicação, mas há limites claros nisso. Pennsatucky chegou à maioria das reclusas com seu discurso sobre reabilitação, mas Leanne e Angie ainda estão bravas, e intimidam-na. E enquanto a conversa só leva a um maior argumento entre Taystee e Brook, o monumento da biblioteca permite que elas se encontrem em um espaço compartilhado e se comuniquem através dos livros que Poussey amava (com Taystee trazendo o livro que tirou da biblioteca no dia em que se conheceram).

Mas nem todas as conversas serão facilitadas dessa maneira, e as comunicações com o mundo exterior serão desiguais: Gloria estava perfeitamente contente no bunker até Gina aumentar o sinal de celular e ela começar a receber mensagens sobre Benny. O conselho de Vinnie para Lorna é encontrar um lugar seguro e enfrentar os motins, mas no contexto desse caos não existe um lugar seguro: a rebelião e seus impactos irão encontrá-la, seja pela violência ou pela introspecção que vem com este ambiente totalmente desestruturado.

“Full Bush, Half Snickers” é muito claramente um episódio de transição: cria uma mudança súbita para a calma, a fim de explorar a “comunidade” criada pelo tumulto, e então destrói a calma para “repor” o caos do motim em movimento para a metade final da temporada. Combinado com a falta de flashback, parece uma hora que desaparecerá da memória à medida que a temporada continuar, mas podemos olhar para trás como um limpador de paladar crucial à medida que deslocamos os arcos para o foco.

AVISO: Texto livremente traduzido e repostado do site A.V. Club, sob responsabilidade de Henry Kapranos. Clique AQUI para conferir o conteúdo original. 

gostou da matéria? deixe um comentário!

comentários desativados

Panela de Séries

Usuário admin do Panela de Séries.

    Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries