Pouca novidade e muito mistério.

Depois de um piloto até promissor, Outcast trouxe um segundo episódio com trama sustentada no passado do personagem principal, sem mostrar nada de muito novo e sendo desenvolvido de forma tão minuciosa, que chegou a tornar-se um pouco arrastado. Fazendo uma análise entre o que a série já trouxe à tona, levando também em conta o ritmo dos dois episódios já transmitidos, bem que este poderia ter sido o piloto e o anterior seria então esse sobre o qual lhes falaria agora, fazendo algumas alterações. Contudo, ainda assim houveram momentos intrigantes a ponto de nos deixarem um tanto animados para o que está por vir. Não me levem a mal, não é que odeie episódios que sustentam-se em momentos pertencentes ao passado dos personagens, mas é que há aqueles que não vingam. Não que o episódio tenha sido ruim, pois não foi, mas também não teve a capacidade de prender totalmente minha atenção. Temos um exemplo perfeito e recente de um episódio fundamentado em flashbacks que deu muito certo, que é o episódio 4 da atual temporada de Penny Dreadful.

Se há uma galera que brilha nessa série, podemos afirmar que são as crianças. Tanto o que foi possuído no episódio passado, como também o menino que interpreta Kyle na infância, dão um show e são bastante convincentes. Fico me perguntando se Outcast não seria melhor tendo seu início no início dos surtos, mas vejo que a conexão da trama agora com o passado traz uma veracidade e um fardo para Kyle, que vem transparecendo a dor que sustenta em seus ombros desde que sua mãe foi internada.

outcast1021

Os aspectos de susto que tomamos em produções de terror estiveram fortemente presente neste episódio, exemplificando pelo momento em que estava tudo bem calminho e vem aquele POW com a cena dele sendo machucado. Num geral, achei bastante intenso o histórico de manifestações presenciadas pelo pequeno Kyle e me arrancou muitos arrepios, o olhar da criança é muito profundo, desde que viu o primeiro surto de possessão apresentado por sua mãe. O pior é que ele sente muito, MAS MUITO MESMO, ao ver que tudo que aconteceu está diretamente relacionado ao fato de ter sido escolhido para ser o Outcast.

outcast1022

Não consegui formar opinião do que possa ser esse misterioso homem que fez um visita à igreja e também à mãe de Kyle, mas tenho uma desconfiança de que, além de ser alguém ligado às manifestações de possessão, também tem algo relacionado aos animais pendurados nas árvores. Notaram que eles estavam tipo crucificados? Bem, ao menos isso pode trazer destaque para a atuação do departamento de polícia local e espero que possibilite a crença de Mark no que realmente está ocorrendo dentro dessa pequena cidade. A minha felicidade é saber que a mãe de Kyle ainda sente, a lágrima derramada provou tudo isso. Mas foi muito choque a parte em que a escuridão tentou sufoca-lo. Estou até agora abismado com ambos acontecimentos.

outcast1023

Fico extremamente abusado com o quanto essa gente idosa conservadora pode ser insuportável. Não que eu não entenda o lado deles, mas chega a ser chato todo o julgamento e preconceito com Kyle, sem ao menos saber o que realmente aconteceu. Como será que elas reagirão ao saber que aquela mulher quer um chameguinho com Rever. Anderson? A única pessoa que continua me enchendo de orgulho é Megan, porém acho que ela esconde algo. Acredito fortemente que toda essa ajuda que presta a Kyle seja acarretada por algum tipo de culpa que ela sente por ter feito algo que o prejudicou. Mas é difícil de ter certeza com apenas dois episódios, apenas um palpite. Não sei se Allison chegou a desconfiar, mas o presente que Amber recebeu e a paz que Kyle teve ao saber que ela gostou foi tão revigorante. Espero que, de alguma forma, a família possa ter uma reaproximação. Outra coisa fofa é o quão altruísta o vizinho é, será uma pena se algo acontecer a ele futuramente, me passa uma imagem de ser alguém de coração muito bom. Por fim, o que estou mais animado pra ver é Anderson e Kyle entrando em ação contra as possessões.

outcast1024

Então, o que nos resta é conferir o promo do próximo episódio:

No mais, não deixem de comentar conosco, podem dar sugestões sobre o nosso site e sobre as reviews, toda opinião é bem vinda. Abraço forte e até a próxima!


Venha ser um Paneleiro! Clique AQUI pra saber participar da nossa seleção. Vocês terão até o dia 12/06. Aguardamos vocês!

 

Antonio Netto
Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: