Posts Populares

Panelaço: Motivos para assistir Blood & Water

Puleng Khumalo em sua busca por sua irmã perdida vai te fazer morrer de amores!

Não é nenhuma novidade que Netflix se consolidou como o maior serviço de streaming do mundo todo, e sua maior arma desde o começo sempre foram as séries teen. São por causa delas que hoje, todo mundo pergunta ”Tem na Netflix?” pra qualquer recomendação.

Na medida do possível, a Netflix tenta trazer séries fora da caixinha chamada Estados Unidos, ou melhor, produções brancas, e produz bastante conteúdo de diversos países. Quem não conhece La Casa de Papel, até mesmo produções brasileiras como 3%?

É de extrema importância que nós, principalmente pessoas brancas, tenhamos o costume de não consumir apenas produções que sirvam a nós mesmos. Por isso, essa iniciativa da Netflix, que deveria ser de todos os streaming e emissoras de TV, é essencial. Logo, nosso intuito é fazer jus a isso, trazendo como recomendação uma das melhores e mais representativas séries adolescentes da Netflix!


ENREDO

Blood and Water conta a história de Puleng Khumalo, uma jovem de 16 anos que vive na Cidade do Congo com sua família. Há 17 anos atrás, sua irmã foi sequestrada logo depois de nascer e desde então isso nunca foi resolvido. Tudo muda quando Puleng conhece uma garota da escola mais elitizada da cidade e começa a desconfiar que ela seja sua irmã perdida. Daí começa toda a história, ela muda de escola e junto com seu amigo tenta desvendar esse mistério e encontrar sua irmã. A série possui tudo o que uma produção teen costuma ter: Romance, sexo e drogas. Mas em nenhum momento a história gira em torno disso, mas sim na vida de Puleng e como tudo se desenrola a partir de sua investigação. O trailer logo abaixo vai deixar vocês com um gostinho do que os aguardam!

ELENCO E REPRESENTATIVIDADE

Como eu disse anteriormente, a série se passa na África do Sul! Eu não sei vocês, mas foi a primeira produção de lá que eu assisti e eu já tô apaixonado. O elenco é quase 100% negro e os personagens brancos são bem coadjuvantes. Além disso, a maioria são novos e estão no seu primeiro trabalho. Assistir Blood and Water é acompanhar o crescimento de um elenco promissor que pode muito bem arrasar e muito em outras produções, por isso devemos dar a chance, assistir e divulgar produções como essa. Sabemos bem que a Netflix produz muita coisa e depois cancela muito também, não vamos deixar que isso aconteça com esse cristal!

Puleng Khumalo

A personagem é interpretada por Ama Qamata e é a protagonista da série. Não só entrega um bom trabalho como também segura e muito todas as pontas e não decepciona em nada! Uma jovem apaixonante e bastante tímida, mas que é extremamente forte e corre atrás de qualquer coisa. É uma das minhas favoritas dentre as protagonistas de séries originais da Netflix e com certeza vocês vão amar também.

RITMO ENVOLVENTE

Já devem ter percebido que a história não dá margem pra episódio parado e chato. Desde o início a série constrói bem sua narrativa e a cada episódio fica o gostinho de quero mais. A busca de Puleng por sua irmã não é daquelas mirabolantes que parecem extremamente forçadas para ficar dentro do roteiro. É até bastante coerente com as ações da personagem, com a protagonista fazendo coisas que estão no alcance de uma adolescente de sua idade.

RÁPIDA E CERTEIRA

Como sempre a Netflix foca em trazer produções rápidas e próprias para serem aproveitadas numa maratona só. Você vai começar e com certeza vai querer acabar no mesmo dia. A série possui apenas 6 episódios de no máximo 50 minutos, mas como eu disse no motivo anterior, passa tão rápido que você nem percebe. Quando termina a impressão é que acabou de assistir um filme!

PORTA DE ENTRADA PARA OUTRAS PRODUÇÕES SUL-AFRICANAS

Blood and Water foi a primeira série da África do Sul que eu conheci, mas existem muitas outras produções que também valem a pena! Alguns nomes do elenco também participaram de ”Queen Sono” série da Netflix sobre espionagem que também é Sul Africana. Por ser mais adulta pode ser que alcance mais público, mas não vi muita divulgação sobre (o que não me choca) então se você seguir nossa indicação e gostar, vá atrás de outras produções que fujam dessa nossa bolha branca e americanizada, tem muita coisa boa por ai que não tem o devido reconhecimento e é nosso dever trazer isso à tona. O trailer de Queen Sono está logo abaixo pra você emendar uma na outra e ser feliz!

 

Acabou por aqui a recomendação de hoje, mas principalmente nos dias atuais torna-se mais importante ainda divulgar e enaltecer séries, filmes, músicas, livros, o trabalho de pessoas negras pra todo mundo. Essa é uma das principais ferramentas antirracistas que temos em nossas mãos e cada vez mais deve ser usada. Assista, leia, estude pessoas negras!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries