Posts Populares

WandaVision
Panelaço: Motivos para assistir WandaVision

O lançamento do serviço de streaming da Disney, o Disney+, também significou a chegada de novas produções de heróis da Marvel. Se antes o Universo Cinematográfico Marvel (UCM) era composto apenas de filmes, agora isso mudou, e séries começaram a ser lançadas. A primeira produção foi WandaVision, que estreou no dia 15 de janeiro. E com isso, a Marvel expandiu seus universo compartilhado para além dos cinemas, também chegando nas produções seriadas.

Além do WandaVision, já tivemos o lançamento de Falcão e o Soldado Invernal e Loki, mas séries focadas no Gavião Arqueiro, Ms. Marvel, Cavaleiro da Lua, Mulher-Hulk, Invasão e Wakanda também estão chegando. Mas além disso, uma animação mostrando universos alternativos, chamada de What If…? também está próxima de seu lançamento.

Hoje, vamos te dar alguns motivos para você assistir WandaVision, que foi a estreia do UCM na Disney+ da melhor forma possível. Mas fiquem tranquilos, não vamos aprofundar muito para evitarmos spoilers.

Narrativa

WandaVision

Disney/Reprodução

A sinopse de WandaVision diz: “Após os eventos de “Vingadores: Endgame” (2019), Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany) se esforçam para levar uma vida normal no subúrbio e esconder seus poderes. Mas a dupla de super-heróis logo começa a suspeitar que nem tudo está tão certo assim”.

O maior ponto positivo de termos produções seriadas, é o aprofundamento que os personagens recebem. Embora Wanda e Visão estejam no UCM há bastante tempo, eles não possuíam um grande background que aprofundava consideravelmente em suas personalidades. Mas na série isso muda, especialmente no caso de Wanda. Podemos conhecer mais de seu passo e como ela lida com o luto.

Falando sobre isso, toda a narrativa se resume praticamente nisso, em Wanda e os cinco estágios do luto que são representados majestosamente ao longo dos 9 episódios. Além do mais, vemos Wanda se desenvolvendo não apenas como personagem, mas também com seus poderes, se encaminhando para ser a poderosa Feiticeira Escarlate que está presente nos quadrinhos da Marvel.

Tudo fica ainda melhor levando em conta o roteiro bem estruturado, onde cada descrição de cenário, cada objeto e cada mínimo detalhe não está ali por acaso, e tudo possui uma explicação e importância, especialmente olhando pela perspectiva de Wanda. Como o nome sugere, também temos mais de Wanda e Visão como casal, e apesar de sua forma completamente estranha, entendemos porque eles estão juntos e porquê eles se deram tão bem.

Atuações e personagens

WandaVision

Disney/Reprodução

A série vai para um outro nível quando levamos em conta as atuações, Paul Bettany se supera no papel de Visão. Mas o elenco de apoio composto por Kathryn Hahn no papel de Agnes, Kat Dennings retornando ao UCM como Darcy, Teyonah Parris como a versão adulta de Mônica Rambeau, que apareceu criança em Capitã Marvel, Randall Park também retornando ao UCM como Jimmy Woo conseguem ter seus vários momentos de destaque. O elenco infantil composto por Julian Hilliard como Billy e Jett Klyne como Tommy também possui seus momentos de brilhar.

Contudo, como era de se esperar, o grande destaque no quesito de atuação é Elizabeth Olsen como Wanda Maximoff. Interpretando a personagem desde 2014, Olsen finalmente teve o tempo de tela necessário para brilhar ainda mais no papel da personagem. A atriz consegue entregar a carga dramática necessária, trazendo a dor, angústia, raiva e os traumas de Wanda para as telas de forma perfeita.

Elizabeth Olsen não se destaca apenas nisso, ela também mostra seu talento para a atuação visual e silenciosa, onde somente com sua linguagem corporal e olhar, podemos entender o que Wanda está pensando e sentindo, e isso é o que faz WandaVision ser tão diferente. É por isso também que a Disney indicou Elizabeth Olsen ao Emmy de Melhor Atriz de Drama por seu trabalho na série.

Parte técnica

WandaVision

Disney/Reprodução

Por ser uma produção da Marvel/Disney, é esperado que WandaVision tenha uma produção de custo altíssimo. Cada episódio da série teria custado cerca de US$25 milhões, ou seja, temos efeitos especiais e trajes dos personagens praticamente impecáveis. Mas não é só isso que se destaca tecnicamente.

Você deve saber que a série se passa ao longo de várias décadas diferentes, e a fotografia e referências vão se adaptando. Os dois primeiros episódios se passam nas décadas de 50 e 60, tendo produções televisivas clássicas da época como referência. Já os episódios 3 e 4 se passam entre os anos 70 e 80, também com obras da época como referência. Após isso, a série passa pelos anos 90 e 2000 até chegar aos dias atuais. Nessa trajetória, WandaVision faz referência a séries como The Office, The Dick Van Dykes Show, A Feiticeira, Modern Family e diversos outros.

O melhor é que a fotografia, figurino, maquiagem, penteado e trilha sonora também vão se adaptando com o passar dos episódios, fazendo com que o telespectador se sinta no mesmo ambiente junto de Wanda, Visão e os outros personagens. Você pode até achar que isso pode ser aleatório demais, contudo, no final tudo faz sentido e se mostra extremamente necessário para a trama.

Impacto no público

WandaVision

Disney/Reprodução

É difícil termos um filme ou série que prenda o público a cada episódio ou por semanas antes do lançamento. A Marvel conseguiu isso com longas Vingadores: Ultimato e Vingadores: Guerra Infinita. Contudo, ninguém imaginava que isso se repetiria em uma série como WandaVision, já que ninguém também sabia exatamente do que a trama iria se tratar.

Contudo, talvez WandaVision tenha sido uma das séries que mais instigou a criação de teorias, comentários e ansiedade por parte dos fãs, ao lado de séries renomadas como Game of Thrones. A cada episódio tinha várias e várias teorias diferentes na internet, sobre quem era o verdadeiro vilão, quais personagens iriam aparecer, os impactos que a série teria no futuro do UCM e muito mais.

Então se uma série faz isso e quebra recordes de audiência, temos aí a definição de sucesso. Além do mais, vale ressaltar que não é só um sucesso garantido, mas também uma aula de como se contar uma história na TV e como trabalhar com desenvolvimento, aprofundamento e evolução de personagem.

Talvez Você também goste de...

Panela Indica 14.07.2021 Panela Indica #31

gostou da matéria? deixe um comentário!

Viciado em séries e filmes desde sempre. Leitor assíduo e estudante de jornalismo. Um dia vou realizar meu sonho de deixar as séries atualizadas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries