Posts Populares

Panelaço: Piores filmes de adaptações de livros

Todo mundo gosta de adaptações de livros. Mas e quando elas dão errado?

Sabe aquela sensação de ler um livro e ficar imaginando como seriam os personagens e como seria o mundo em que a história se passa? Às vezes, a gente têm sorte e essas histórias vão pro cinema e essas nossas imaginações podem se tornar realidade e tudo fica ainda mais ótimo. Porém, nem sempre tudo rola com a gente gostaria. A indústria do cinema sempre anda de olho nos lançamentos mais recentes da literatura pra comprar os direitos e fazer filmes e aproveitar o boom que a história traz. Foi assim com a saga Harry Potter, com todos aqueles Crepúsculos, com Jogos Vorazes (e tem livro novo por aí, inclusive). Desses três exemplos aí em cima, nem todos os filmes agradaram a todos os públicos, e com a lista desse Panelaço a gente vai falar sobre filmes que desagradaram a todos os públicos.

Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Poster Percy Jackson - Uau Posters

Não tem como fazer uma lista sobre as piores adaptações sem falar desse desastre. A saga criada por Rick Riordan tinha todo o potencial que uma saga poderia ter: um enredo ótimo, personagens cativantes, um universo rico e cheio de infinitas possibilidades. Não demorou pra resolverem fazer um filme e quando isso foi anunciado, todo mundo ficou muito empolgado. Mas, assim que o filme saiu, essa empolgação foi por água abaixo. Boa parte do roteiro foi alterada, a escolha dos protagonistas não foi tão bem feita assim (atores de trinta anos pra fazer adolescentes não é a melhor das ideias né) e, no final das contas, a série que conta com cinco livros teve apenas duas adaptações, Sorte a nossa que já foi confirmado que a Disney+ vai lançar uma série, sob a supervisão do Riordan, pra fazer jus à história que ele escreveu.

 

A Bússola de Ouro

A Bússola de Ouro: Fotos e Pôster - AdoroCinema

Outra saga cheia de potencial, As Fronteiras do Universo (ou His Dark Materials) também foi desperdiçada no cinema. Aqui, diferentemente do exemplo anterior, a caracterização de personagens não é das piores, o que acaba com qualquer possibilidade de sucesso dessa adaptação foi o corte de diversas partes do livro. Simples assim, o diretor achou que seria uma boa ideia tirar os capítulos finais do livro e finalizar o filme sem essas partes. Além disso, rola aquele fenômeno gameofthronezístico de fazer uma batalha noturna e ninguém consegue entender o que de fato tá acontecendo entre os personagens. Porém, nem tudo está perdido. Asssim com Percy Jackson, Bússola de Ouro ganhou uma adaptação live-action em formato de série, feita pela HBO. Teoricamente, nem tudo está perdido. (Outra informação: saíram mais dois livros, que servem como continuação pra história dos livros).

 

Inferno

Amazon.com : Inferno Movie Poster Limited Print Photo Tom Hanks ...

A gente sabe que o Dan Brown tá fazendo o arroz com feijão nos livros desde o Código Da Vinci. Eu mesmo gosto de quase todos os livros dele, mas reconheço que ele segue um padrão em contar suas histórias. Ele faz isso muito bem, não tem como negar. Mas, em Inferno, ele fuguiu um pouco desse basicão e trouxe uma história que mexe com o leitor, criando uma expectativa de que é possível impedir o plano mirabolante do vilão (que tirou sua inspiração do que o Thanos fez nos quadrinhos). Nem Tom Hanks e a Felicity Jones, nem os cenários maravilhosos que o Robert Langdon desbrava por um curto período de tempo conseguem fazer a gente gostar do filme. Recomendo demais a leitura desse livro, que mostrou que, de certa forma, o Dan ainda consegue se reinventar um pouco.

 

Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Big Poster Harry Potter e o Enigma do Príncipe LO08 90x60 cm no ...

Correndo forte risco de ser cancelado, vou ter que falar mal de Harry Potter. Não que o filme seja ruim como obra individual, mas levando em conta que é uma adaptação de uma obra que já existia, é importante falar que muita coisa ficou bastante diferente. A obra perde peso na transposição pro cinema, deixando de abordar a temática de suspense e tensão que o livro tem pra focar boa parte no romance do Harry com a Gina (que surge de forma escondida na Sala Precisa, ao invés de ser no meio do Salão Comunal) e pra ignorar a Batalha na Torre de Astronomia (toda a história da Ordem combatendo os Comensais, do Greyback atacando o Gui, nada foi levado pro filme). Até mesmo os jogos de Quadribol ficam de lado. Além disso, detalhes importantes como, sei lá, a explicação do título do filme, o espelho duplo do Sirius e do Tiago, aprofundamentos maiores sobre o Dumbledore e também sobre o Voldemort ficam de fora da versão final. De novo, não é uma afirmação de que o filme como um todo é ruim, mas como adaptação muita coisa se perdeu.

 

O Iluminado

O iluminado (1980) - O estranhamento no cinema — Razão : de : Aspecto

Falando sobre adaptações em que muita coisa de perdeu do original, é impossível não falar desse livro, que é uma das (várias) obras-primas do Stephen King, e que virou um filme nas mãos de Stanley Kubrick. Pra muitos, o filme é visto como a obra definitiva do terror e, portanto, um dos melhores filmes de todos os tempos. É possível argumentar concordando ou discordando disso, mas esse não é o propósito desta coluna. A ideia aqui é falar de adaptações e, nesse quesito, a obra de Kubrick falha profundamente. O livro de King fala sobre um personagem que vai, aos poucos, sucumbindo à loucura e se tornando uma ameaça para sua família. O Hotel Overlook tem um grande papel nisso e é, de fato, um dos personagens da história. Além do Hotel e de Jack Torrance, ainda há Dick Halloran, Wendy e Danny Torrance, personagens essenciais para a história.

Por outro lado, no filme, vemos Jack Nicholson, que já tem um aspecto de loucura desde o primeiro momento em que aparece, não dando espaço para essa transformação lenta e progressiva aconteça. Halloran deixa de ser um personagem relevante e Wendy vira apenas uma esposa frágil que passa todo o tempo choramingando. O próprio Stephen tem muitas críticas em relação ao resultado da obra, demonstrando abertamente seu descontentamento com o resultado final.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries