Posts Populares

Pennyworth – S01E01 – Pilot [SERIES PREMIERE]

E não é que a série do mordomo do Batman surpreendeu?

A série Pennyworth, focada no passado de Alfred, o famoso mordomo do Batman, estreou sendo uma grata surpresa. O personagem já apareceu em diversas mídias, mas agora ele será o protagonista da história, e poderemos ver como ele se tornou o mordomo da família Wayne e o braço direito do Homem-Morcego.

O primeiro episódio mostra que Alfred é um ex-militar do Exército Britânico, e que após servir o seu país por 10 anos, tenta abrir sua própria empresa de segurança e seguir sua vida como um civil. Para conseguir realizar seu objetivo ele trabalha como segurança em uma boate, e é lá que conhece Thomas Wayne. Os dois homens trocam cartões, e isso é o que irá iniciar a trama da série.

Neste primeiro capitulo, podemos ver que essa não será somente mais uma simples série de super-heróis. Alfred não é mostrado como um simples protagonista que está ali apenas para lutar e entreter quem está assistindo, muito pelo contrário. O personagem tem camadas, ele tem seus traumas e um claro Transtorno de Estresse Pós-traumático por seu tempo no exército. Ele precisa lidar com seus relacionamentos, seja com sua namorada, seus amigos ou sua família. Família essa que não aceita o ramo de trabalho que ele escolheu, já que ele é descendente de uma linhagem de mordomos e é esse o caminho que querem que ele siga.

Não é somente o protagonista que possui essa profundidade, seus amigos do exército, sua namorada e até os vilões mostram potencial para serem bem abordados, trabalhados e evoluídos com o passar da trama. Um exemplo é a antagonista Sykes, que no episódio de estreia já mostrou ser uma oponente a altura do futuro mordomo, sendo muito bem apresentada e aparentando ser mais do que nos foi mostrado. Inclusive, ela rouba a cena sempre que aparece, em parte pela ótima atuação de Paloma Faith, que nos deixa com vontade de ver mais sobre a personagem.

A série mostra fortes características dos filmes de 007 e Kingsman, por exemplo. Com conspirações políticas e muita espionagem, a trama possui bastante potencial para escapar dos clichês que estamos acostumados a ver em séries como Arrow e The Flash. Mas a violência, cenas de lutas, mortes e até torturas estão presentes. A trama política mostra dois grupos, a Sociedade dos Corvos, uma clara referência a Corte das Corujas que estão presentes nas histórias do Batman, e a Sociedade Sem Nome. Ambas querem derrubar a Rainha da Inglaterra e assumirem o poder para instalarem suas respectivas visões políticas, o Facismo e o Socialismo.

O único problema do episódio foi a grande quantidade de informações para iniciar a história. Essa espécie de corrida política foi apresentada pelo meio, não sabemos como iniciou e nem as motivações, podendo ser um pouco confuso acompanhar a trama a partir deste ponto.

Embora esse Alfred inicial que nos é apresentado esteja longe de ser o que estamos acostumados a ver nas histórias do Batman, aqui sendo bastante imprudente e “desleixado”, ainda podemos ver características que lembram o Alfred que já conhecemos. Parte disso é graças à atuação de Jack Bannon, que incorpora bem a classe do personagem, e a série também deixa clara a presença dos elementos para essa transformação, faltando apenas lapidá-los. Bannon que também se mostrou eficiente e carismático em seu papel.

Vale destacar também a fotográfica, a ambientação e a caracterização dos personagens, que se destacam dos outros elementos da série. A produção consegue fazer com que nos sintamos na época em que ela se passa, com lindos cenários e ótima fotografia.

Pennyworth não demonstrava grande potência antes de seu lançamento, mas agora, com o primeiro episódio, vemos que ela pode surpreender caso mantenha o alto nível de qualidade que nos foi apresentado.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Viciado em séries desde sempre. Minhas preferidas são Supernatural e This is Us. Também gosto de filmes, livros e animes.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries