Posts Populares

Pennyworth – S01E05 – Shirley Bassey

Episódio foca em mostrar as consequências da morte de Esme na vida de Alfred.

O quinto episódio de Pennyworth começa mostrando o enterro de Esme, destacando o abalo emocional sofrido por Alfred. Durante esses momentos iniciais é mostrado que Martha se sente responsável pela morte, já que foi por sua culpa que Alfred saiu do lado de Esme para trabalhar, coisa que ele não queria.

Ainda nos minutos iniciais, é revelado que Bet Sykes estava do lado de fora do prédio em que ocorreu o assassinato, e viu os prováveis assassinos entrando no recinto. Assim como todo mundo, ela também acredita que aquilo foi um assalto que deu errado, e também mostra que se sente um pouco responsável, já que poderia ter impedido. Sua irmã, Peggy, não acredita na história, crendo que foi Bet quem cometeu o assassinato, mas Sykes volta a afirmar que amava Esme.

Sykes que também teve um outro papel importante no episódio. Ela acaba encontrando seu antigo chefe e líder da Sociedade dos Corvos, Lord Harwood, o tirando das ruas. Esse momento também nos mostrou que durante a tortura que ele sofreu pelas mãos do governo britânico, ele não perdeu somente seu nariz, mas também os dedos de seus pés e suas memórias. Bet e Peggy o levam para sua casa, onde cuidam dele e trabalham em sua reabilitação.

Já Alfred começa a ter visões de seu amigo de guerra, Espanhol, onde revela se culpar pela morte de Esme. O episódio também teve um salto temporal de meses, e nele vemos que Alfred ainda não se recuperou de seu trauma emocional, estando, praticamente, em um estado catatônico. Com o salto também vemos que grande parte da Inglaterra está dividida, beirando o início de uma guerra entre os seguidores da Sociedade dos Corvos e os da Liga dos Sem Nome.

Por esses motivos, Thomas Wayne tem um encontro direto com os líderes da Liga dos Sem Nome, e recebe uma nova missão, eliminar a Sra. Gaunt, a líder da Sociedade dos Corvos. De início ele aceita, mas depois o vemos em uma reunião com um membro da CIA, onde Thomas revela também ser um membro que estava disfarçado dentro dos Sem Nome. O assassinato de Gaunt foi orquestrado pela própria CIA, por isso, mesmo Thomas sendo contra, ele precisa resolver a situação. É nesse ponto que Martha Kane entra, eles precisam de Alfred de volta à ativa e Martha era o meio de chegar até ele. Contudo, o Pennyworth recusa e pede para que eles nunca mais entrem em contato. Thomas então vai atrás de Bazza e Dave Boy, os amigos e parceiros de Alfred, inicialmente ambos recusam a oferta de assassinato de Thomas, mas Dave Boy aceita pelo dinheiro, enquanto Bazza recusa.

Nesse meio tempo, Alfred recebe a visita de Ripper, uma das pessoas mais perigosas da Inglaterra a quem ele deve um favor. É graças a Ripper que Alfred volta à ativa, com os dois se exercitando juntos e ele cobrando o favor que o Pennyworth lhe devia. Em troca, Rippery promete lhe dar o contato de alguém que poderia saber o nome da pessoa que matou Esme, coisa que Alfred também acreditava ter sido um assalto que deu errado. Por esses motivos, Alfred aceita os termos, mas é aí que o episódio nos entrega uma grande reviravolta.

O casal líder dos Sem Nome e Gaunt estavam em uma reunião, que seria onde Dave Boy mataria a líder da Sociedade dos Corvos. Contudo, ela reage e acaba atirando em quem seria seu assassino, e nesse momento Alfred aparece em cena. O motivo? O líder dos Sem Nome era o alvo de Ripper, assassinato esse que foi orquestrado por ele e pala noiva do líder, já que eles estavam juntos. Agora a esposa é a líder da Liga, e junto de Ripley, eles planejam dominar a Inglaterra.

O governo britânico também mostrou ter seus planos. Detetive Aziz, o Primeiro Ministro e a Lady Penelope, Rainha da Inglaterra, acreditam que foi Gaunt quem matou o líder dos Sem Nome, e eles se mostram gratos por isso. Mas eles também mostram que querem prender Gaunt, já que as duas organizações que estão em conflito têm como objetivo o governo da Inglaterra. Agora com Ripper, um terceiro interessado surge.

Lá se vai mais um ótimo episódio de Pennyworth, onde também precisamos destacar a coragem da série de mostrar cenas incrivelmente gráficas. Nos episódios anteriores já havíamos visto sangue, estrangulamento, execuções e nudez, mas agora vemos muitos mais. A nudez, não tem explicita, ainda está presente, mas o capítulo ficou marcado por não ter medo de mostrar sangue e cenas incrivelmente violentas. A série mostra que está longe das características normais que uma produção de herói, ou do universo de um herói, normalmente apresenta. Pennyworth foge dos clichês, e não só promete ser, como é, uma das grandes surpresas de 2019.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Viciado em séries e filmes desde sempre. Leitor assíduo e estudante de jornalismo. Um dia vou realizar meu sonho de deixar as séries atualizadas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries