Posts Populares

Preacher – S02E03 – Damsels

Preacher não perde tempo em sua segunda temporada. Aqui está a nossa review cheia de spoiler…

Dos personagens de Preacher , há apenas um que é essencialmente uma pessoa verdadeiramente boa. Cassidy é egoísta, Jesse é violento e temperamental, Tulipa está envolvida em algumas atividades criminosas graves … o único personagem que é um bom rapaz,  é Eugene. Ele é tão positivo e tão animado, ele sempre parece estar tentando fazer os outros se sentirem melhor – se estamos falando de seu pai ou Jesse – e cada pouca parte do seu passado que vemos só o torna ainda mais “bonzinho”.Toda coisa legal que ele tenta fazer, acaba acabando fazendo com que ele se machuque, e isso tudo volta para sua própria origem.

Eugene vai até a casa de Tracy para falar com ela enquanto ela está chorando. Seu namorado a traiu com uma garota nota cinco, o que é humilhante.  E assim Tracy só tem uma solução para seus problemas elevados de adolescentes: o suicídio. Mas, felizmente e infelizmente, Eugene está lá para tentar convencê-la. Surpreendentemente, ele é bem-sucedido, mas um momento doce leva a um beijo, o que leva a uma Tracy desgostosa colocando a espingarda em seu rosto. Ela puxa o gatilho, Eugene puxa a espingarda, e em vez de morrer instantaneamente, Tracy termina como a Tracy que lembramos de Annville. E Eugene, porque ele não pode ter um pouco de boa sorte, acaba se tornando Cara de cu depois de um erro de fuga faz com que ele olhe para o cano da arma e perca a maior parte de seu rosto no processo.

Então, ele se repete. Mais uma vez, percebemos os momentos mais gráficos da tentativa fracassada de Eugene de salvar Tracy e se matar. Então, ele corta abruptamente. Eugene, o rosto de volta para uma bagunça franzida, está preso em uma sala com um projetor, revivendo o pior momento de sua vida uma e outra vez. Ele está no inferno, afinal, banido por Jesse. Mas talvez ele faça um novo amigo na pessoa de … Adolph Hitler.

O roteiro de Sara Goodman faz um trabalho muito bom em encontrar o quão doce e como é azarado Eugene é em momentos como esses. Mary Poppins no The Sound Of Music é um texto muito inteligente, sem parecer tão inteligente. É o tipo de coisa burra que um adolescente pode dizer a alguém. Se alguém puder ver o bem em Hitler, será Eugene. E quando ele for errado para Eugene, o que será, ele ainda sorrirá e continuará.

A abertura a frio é uma das duas montagens efetivas no episódio desta semana. Eugene está repetindo a mesma experiência uma e outra vez. Salvo alguns exemplos perturbadores, Jesse esta repetindo a mesma experiência uma e outra vez, também. Especificamente, Jesse vai visitar todos os 187 clubes de jazz em Nova Orleans na tentativa de rastrear Deus, e nós conseguimos uma montagem agradável dele explorando vários clubes de jazz esfumaçados comunicados principalmente através de trilha sonora, néon brilhante, vidros de whisky, tabagismo, E repetição. Como Eugene, Jesse conhece alguém que talvez possa ajudá-lo, mas Lara não é quem parece ser.

É claro que o Graal fez pesquisas sobre Jesse Custer, porque toda a história de Lara é servida para fazer com que Jesse sinta simpatia por ela. Ela é bonita, ela é uma talentosa cantora, e ela está marcando uma variedade de caixas para atrair alguém com um complexo de heroísmo. Ela precisa de ajuda no bar, ela se afastado fazendo Jesse persegui-la, e então ela deve ser resgatada de assaltantes mascarados. É uma boa introdução para o grupo, porque apenas ver Herr Starr em carne e osso deve ser suficiente para satisfazer os fãs de quadrinhos, mesmo que tenha sido levado diretamente da obra de arte de Steve Dillon.

A cena em que Jesse, Cas e Tulip são conduzidos através de uma série de porões para se encontrar com “Deus” é surpreendentemente tenso nas mãos do diretor Michael Slovis. As duas montagens, Eugene e Jesse, são tratadas muito bem, e são inteligentes tanto em termos de visual quanto de execução. A briga entre Jesse e os bandidos do Graal também está muito bem feita, mais ampla do que o habitual para mostrar que Dominic Cooper está realmente fazendo uma grande parte da luta.

A interação de Tulipa no final do episódio é significante. Do mesmo modo, Preacher não vai arrastar os pés para a apresentação do Graal, porque vemos dois dos principais em uma cena introdutória muito breve. Dez episódios não deixam muito espaço para perder tempo, o que impedirá o Preacher de cair na armadilha de algumas outras series, onde muito pouco material é esticado por muito tempo para completar uma temporada de dezesseis episódios.

Preacher é um programa de quadrinhos, e está tentando ter visuais de quadrinhos e estimulação de quadrinhos. Os quadrinhos podem diminuir a velocidade, levar tempo para contar histórias, mas eles não tendem a demorar muito tempo em um lugar. Esse tipo de estimulação pode envelhecer, e pode envelhecer na televisão. Tenho certeza de que Sam Catlin, Seth Rogen e Evan Goldberg têm planos para evitar esse tipo de coisa; Mudar os locais de filmagem é uma ótima maneira de manter as coisas frescas, mesmo que a própria natureza da filmagem requer algum tipo de base doméstica. Muitas ótimas localizações na Louisiana, e muitas complicações potenciais para Jesse Custer espreitam nos pântanos de ciprestes nas proximidades.

AVISO: Texto livremente traduzido e repostado do site A.V. Club, sob responsabilidade de Marden Hebert Machado. Clique AQUI para conferir o conteúdo original. 

gostou da matéria? deixe um comentário!

2 comentários para “Preacher – S02E03 – Damsels”

      Bruno D Rangel
      10/07/2017 às 9:53

      Achei muito legal mostrarem o inferno. Várias séries mostram, e gostei bastante desse de Preacher. Quando mostraram Hitler achei que fosse só para ilustrar o inferno, mas agora que tu citou a possibilidade de Eugene se encontrar com ele isso ficou muito claro na minha cabeça. Tomara que venha coisa boa por aí e tô bem curioso pra saber como (e se) Eugene vai sair do inferno, já que não li os quadrinhos.


      Marden
      11/07/2017 às 14:10

      Obrigado pelos comentarios Bruno. Realmente a serie melhorou muito nessa temporada, vi no comentário do episodio 2 que você pensa em começar os quadrinho, leia sim, você vai ver algumas diferenças que deram uma melhorada na serie, e vai ver que os personagens em sua maioria estão bem,muito bem caracterizados.


Panela de Séries

Usuário admin do Panela de Séries.

    Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries