07 de maio de 2016
Quantico – S01E20 – Drive

Reta final, e ainda restam várias dúvidas.

Quantico conseguiu produzir um episódio na reta final, que foi em contrapartida importante para sanar alguma de nossas duvidas, mas em contraponto, foi confuso em alguns aspectos.

Em seu período pré atentado, os NAT’s estão quase se formando. Com isso, eles são convidados a conhecerem algumas funções dentro de uma agencia, como se fosse uma espécie de ‘estágio’. Percebemos então algumas coisas, que estão deixando tudo mais confuso e outras que continuam sem nenhum valor para a história.

A começar por Nimah e Raina. Tanto a relação e a história das duas está bem desgastada. Elas tinham tudo para conseguirem ser uma das melhores tramas de Quantico, mas percebemos uma certa discrepância ao decorrer dos episódios, ou melhor dizendo, após o episódio onde ambas foram suspeitas de envolvimento com o ataque terrorista de NY. Agora, tudo se resume a tentativas falhas de tentarem se infiltrar em alguma célula terrorista, e conflitos pessoais entre elas. Claro que logo mais, descobriremos o real motivo de no período pós atentado, elas não se falarem mais, mas já está obvio que será uma resultante dessa insistente briga.

ep 20 1

Aqui o mesmo vale para o trio Shelby, Caleb e Iris. Nossa oriental desde o inicio se aparentou ser alguém que daria trabalho para Shelby e Caleb, mas o que nem eles e nem eu contavam, é que ela pode ser sim uma pessoa para se confiar. Ela vem tentando ajudar nossa atiradora de todas as maneiras possíveis, e não tem o mínimo de confiança em Caleb. Com isso, ela e essa história já saturada dos pais de Shelby estarem vivos, se tornaram monótonos e repetitivos. A cada episódio que passa, Iris tenta mostrar uma verdade para a loira, e Caleb tenta contornar a situação, entretanto dessa vez o resultado foi falho, já que ambas descobriram a verdade sobre tudo que o filho da senadora Haaz fez para Shelby acreditar que os pais dela ainda a amam.

ep 20 2

O lado bom dessa história, é que Shelby está sendo muito bem trabalhada em seu período pós atentado, sendo ela uma peça fundamental para descobrirmos a verdade sobre quem é o verdadeiro terrorista. Se unindo a Alex, elas descobriram através de Drew (que reapareceu) que o culpado por tudo isso é Ryan. Com isso, ambas tomam medidas investigativas para obterem as informações necessárias que comprovem a culpa sobre Ryan.

Poderíamos até concluir aqui, que Ryan era culpado, já que no episódio, no momento pré atentado, o chefe que estava com Alex estava tentando culpar Ryan pelo atentado de Boston, fazendo assim a cabeça de Alex para ela acreditar nisso. Juntando isso com o que Drew disse, era mais do que clara a culpa dele, entretanto, quando Alex colocou sem plano em ação para obter informações, Ryan a confronta e ela acaba ‘descobrindo’ que Ryan não possui culpa alguma. Drew tinha dado um pen drive que segundo ele, possuía um algoritmo que seria capaz de desbloquear qualquer coisa que estivesse escondida no computador de Ryan, mas o que Alex descobriu, é que na verdade, nesse pen drive, tinha várias “provas” falsas que incriminavam Ryan pelos atentados. Com isso, Drew se revela para Alex como o terrorista, e é nesse momento que tudo fica confuso, perdido e sem algum sentido.

ep 20 3

Por que Drew? Uma pessoa que surgiu após o hiatus teria logo toda a culpa exposta desde o inicio da série? Qual o sentido disso? Eu fiquei decepcionado/broxado com essa revelação, e acredito veemente que ele não está agindo sozinho.

Infelizmente Quantico se perdeu, e se o final for dessa forma que foi mostrada nesse episódio, acho que nem será necessário ter uma próxima temporada, o que eles irão fazer para contornar esses furos e “revelações”?

Bom, a cada episódio que passa eu desejo mais e mais o fim dessa série, e parece que não é só eu que desejo isso, tendo em vista algumas reações que peguei sobre esse episódio no Banco de séries.

ep 20 4

Vamos aguardar os episódio finais, para sabermos se ao menos Quantico terá um final de temporada digno. Até lá pessoal. 🙂

Ricardo Souza
Ricardo Souza

Hello, it's me... Rick, a pessoa que vos escreve com capricho e zelo (talvez sim, talvez não, nunca saberão). Estudante, aspirante e perseverante (esse ultimo adjetivo foi só para rimar). Ama escrever, e por consequência é estudante de Letras/Libras. Aqui no Panelas faz de tudo um pouco, séries, realitys e premiações.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: