Posts Populares

Rise – S01E04 – Victory Party

Sentimentos à flor da pele com os novos plots dessa trama.

À medida que Rise vai se desenvolvendo, temos a chance de conhecer melhor os personagens e quem sabe até nos surpreendermos com os plots a eles atribuídos, e a maneira como agem diante das situações.

Primeiramente queria falar sobre o quanto não aguento mais todo esse lance em torno de Gordy. Já sabemos das coisas que o envolve, mas acredito que se quisessem fazer uma diferença em todo o drama que tem sido construído, seria bem legal se começassem a usar uns artifícios do passado, como flashbacks, que relacionassem ele com seu avô. Ainda assim, é bem interessante ver o trabalho que a produção quer fazer em cima do fato da cobrança paterna e materna sobre os filhos, e certamente algumas coisas os pais e mães acabam deixando passar.

No mesmo contexto, temos Simon e o conservadorismo enfrentado. Sinceramente, não poderia pensar em um melhor personagem/ator encaixado nesse papel com esse plot em específico. Como tudo em Rise parece ser desenvolvido minuciosamente, ver o crescimento de Simon e a rebelião de sua mãe dentro da esfera familiar tem sido incrível. Não é para menos que vejo algo bem semelhante ao que acontece na minha casa, e acabo me relacionando bastante. Acredito que Rise tem se destacado bastante em abordar temas que envolvam boa parte dos adolescentes e, até mesmo adultos, da atualidade. A cena envolvendo Jeremy e Simon no carro foi bem fofinha e lega de assistir.

O romance entre Lilette e Robbie esquenta, enquanto o time de futebol perde para seu oponente pela primeira vez em dez anos. Mais reflexão acerca deste núcleo em especial, tanto da imposição do pai de Robbie em relação à carreira de seu filho no futebol, como a intolerância para com Michael pelo fato dele ser transexual. Você percebe que a intenção de Rise vai além da trama em si, mas somente se você optar por pensar um pouco mais sobre a proposta da série.

Por fim, Tracey parece ter finalmente se dado bem e encontrado uma pessoa que vê sua essência e a bondade que há no seu coração, e o quanto sua intenção é nobre. Andy mostrou ser uma adição ótima ao elenco, principalmente porque ele é muito fofo. Antes não tinha gostado muito da atitude de Lou e Gail, mas parei para pensar que eles queriam o bem e a felicidade de Tracey.

No mais, convido-os para assistirem ao vídeo promocional do que está por vir, lembrem-se de ativarem as legendas, compartilharem suas opiniões sobre o episódio e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries