Quando a coisa fica pessoal…

Toda honra e glória a Alyssa Edwards por nos dar o drama semanal de que precisamos! A queen nos trouxe bastante entretenimento nos dois primeiros episódios desta temporada, mas realmente tornou-se significante neste episódio, que deu a oportunidade para os holofotes em sua personalidade extrovertida, profundo talento e uma surpreendente decisão. Alyssa foi uma espécie de piada na S5, com dificuldades para focar toda sua energia. Mas agora ela é quem faz a piada, dominando seu senso de humor e utilizando-o para elevar sua drag. Alyssa apresenta uma personalidade forte em out, que não parece algo forçado, e enquanto eu não sei se ela realmente atua na vida real, ela realmente me convenceu de que sua drag é a caricatura de alguém que ela realmente é.

No desafio da semana, as queens devem atuar em um lipsync com as principais bitches que construíram a história do mundo como ele é – estranho, engraçado e patético. Nossa correspondente Jean César drag Regina Morgan, mais uma vez, vem nos contemplar com suas shades opiniões sobre o desafio!

~~♥~~

Regina Morgan: A ordem de destaque individual das queens na performance HERstory Of The World foi:

Alaska – Eve

Phi Phi O’Hara – Helen of Troy

Ginger Minj – Catherine the Great

Detox – Marie Antoinette

Alyssa Edwards – Annie Oakley

Roxxxy Andrews – Eva Perón

Katya – Princess Diana

Primeiro de tudo, no geral, eu achei a melhor performance em grupo EEEEVEER de todas as temporadas de RuPaul’s Drag Race, superando até então a performance da season 8, “Bitch Perfect”.

O começo do desafio trouxe Michelle Visage como DEUSA para as queens da história. Na introdução, indagou quem seria a bitch mais malvada que já existiu e conclui dizendo: “Quem sou eu pra dizer isso?”, isso pois a Michelle é uma bitch fudida pra car** mesmo!

Alaska – Eve

Adorei a roupa de Eva, a voz meio de Britney, não? Hahaha. Interpretação foda pra caramba, look de acordo com o que sabemos da história, trouxe a maçã a cobra e foi tudo incrível. A participação das queens na coreografia foi boa, com destaque, claro, pra Alyssa.

Phi Phi O’Hara – Helen of Troy

Gostei da parte de cima do vestido dela, mas da parte de baixo não, deveria ter trazido um tecido mais semelhante com os tecidos da época, sem transparência – se bem que, até a parte de cima fica meio estranha pra uma mulher grega, mas eu curti mesmo assim, adorei o trabalhado. Na performance ela foi boa também, a parte metálica foi sensacional, haha. O cabelo eu achei muito bonito e me parecia bem característico, com as correntinhas.

Ginger – Catherine the Great

Adorei a roupa, bem característica aparentemente da Catherine, bem volumosa, rica em detalhes, uma realeza. Na performance ela foi ótima com o cavalinho de pau, hahaha. Agora para tudo com a parte da música dela, com alusão ao sexo cavalgada, morri, morri 2x de tanto ri, hahahahaha. Foda. Destaque total.

Detox – Marie Antoinette

Arrasou no look, formato super idêntico ao do apresentado na história, porém ela ousou na cor, trouxe uma Maria Antonieta fluorescente e drogada, hahahaha. Detox sempre fez uns personagens drogados, igual em sua temporada de origem no desafio do “Perfume Comercial” com Heroin. Só achei a make dela feia, muito brilhosa.

rupaul-drag-race-all-stars-2-herstory-of-the-world-detox-marie-anthoinette

Alyssa – Annie Oakley

RAINHA, DEUSA, CAMPEÃ DE OURO OLÍMPICO NO TIRO AO ALVO. Meu, sensacional, Alyssa destruiu desde os ensaios, sobre os olhos invejosos e recalcados de Phi Phi, que assumiu que Alyssa é uma rainha engraçadíssima. Eu me mijei todo de tanto rir já nos ensaios, e durante a apresentação então?! Interativa, dinâmica, engraçada, dançarina, ela é completa. Não consegui tirar os olhos dela também.

Roxxxy – Eva Perón

Adorei o look de Evita Peron, não sei se Roxxxy pegou alguma referência da história desse ícone argentino, ou se somente baseou na costura argentina, pois sim, dava pra perceber pelo formato, cor e estampa que se tratava de algo latino, algo da Argentina. Na performance ela trouxe várias partes da principal música cantada pela Eva durante os comícios como 1ª dama. Adorei. Fora isso, não teve tanto destaque quanto as demais.

Katya – Princess Diana

Sabotadíssima pela Phi Phi que colocou na cabeça dela que a cauda era muito longa, o que a fez cortar o vestido e assim perder a originalidade e a semelhança com o vestido original da Diana. Isso perdeu pontos com a Michelle Visage que comentou logo após. Achei a performance mais fraca de todas, talvez pela música que não favoreceu Katya como favoreceu as demais.

~~♥~~

Após o desafio principal, a famigerada runway! Eis os looks escolhidos como nossos preferidos:

rupaul-drag-race-all-stars-2-herstory-of-the-world-alaska-futuristic

rupaul-drag-race-all-stars-2-herstory-of-the-world-phi-phi-o-hara-futuristic

rupaul-drag-race-all-stars-2-herstory-of-the-world-detox-futuristic

TOP 2: Alyssa e Detox

SAFE: Phi Phi, Roxxxy e Alaska

BOTTOM 2: Ginger e Katya

As queens dublam “Tell It To My Heart”, de Taylor Dayne. Confesso que essa também saiu da minha listinha de “músicas que eu quero ver no RPDR”, hahahaha, sério, sempre sonhei com um lipsync desse atraque closeiro chamado TITMH. Na minha humilde opinião, porém, Detox se conectou muito mais com a música do que Alyssa. Anyway, Alyssa vence e elimina Ginger. SURPRESOS?! Porque eu fiquei, sim. Ainda que eu não seja muito fã da menina Minj, admiro bastante o trabalho dela e percebo que ela se saiu melhor que Katya no desafio (ainda que eu ame esta última). Alyssa inicia uma era no All Stars 2: tirar da reta não quem os jurados malharam mais, mas quem você realmente acha que merece sair. Isso é bom? SIM! Isso fomenta nossa ânsia de surpresas e plots espetaculares. Mal posso esperar pra ver a reação geral na workroom no começo do próximo episódio!

rupaul-drag-race-all-stars-2-herstory-of-the-world-ginger-minj-sashay-away

E aí, gurl, o que VOCÊ achou do episódio, das opiniões, dos looks e da eliminação? Comenta com a gente!

1 queen sai, 6 queens permanecem. Vejo vocês na semana que vem, com mais uma review do melhor reality show EVURRRRRRRRR!

P.S.: APOIE SUAS QUEENS LOCAIS!

Henry Kapranos
Henry Kapranos

Se quiser falar de amor, fale com o Marcinho. Comigo você vai falar sobre reality shows, pop trending e cultura de gênero.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: