Posts Populares

Rupaul’s Drag Race – S10E09 – BreastWorld

Quando um lipsync salva todo o episódio.

Toda temporada do nosso reality favorito acaba tendo pelo menos 1 episódio morno. Nessa temporada, Breastworld ganha o troféu de episódio mais monótono. Tudo começa com as garotas tentando decifrar a mensagem enigmática deixada por The Vixen no espelho. Seja lá o que ela escreveu, sabemos que ela estava bem amargurada com Eureka naquele momento e esperamos que ela possa superar isso e seguir em frente.

No sofazinho da discórdia, Kameron revela o quanto estava feliz por ter ganhado o desafio, mas ainda assim deixa transparecer sua insegurança e a forma calada como tem jogado (falaremos mais sobre a fada muda depois). Do outro lado, Aquaria não aceita que estava no bottom 3 da semana (rsrsrsrs). Sobre isso, Aquaria trata de mostrar que é muito autoconfiante para assumir que estava nessa posição na semana passada, porém, acho que pela pouca idade ela não percebeu que o nome disso na verdade é ARROGÂNCIA! Para com isso, mulher, me ajuda a te ajudar

Chegando então ao que interessa, o mini desafio consistiu em um jogo da memória com as cuecas dos Pit Crew’s (apenas juma forma de mostrar corpos gostosos na TV). Aquaria acabou ganhando e com isso recebeu o direito de distribuir os papéis no desafio principal que consistia em atuar numa paródia da série Westworld (maravilhosa, quem nunca viu, veja!) chamada de Breastworld.

Na distribuição dos papéis, Assim como Eureka, não entendi o motivo da Aquaria deixar as meninas escolherem livremente, uma vez que ela estava com um discurso de que atropelaria geral para ganhar. Por outro lado, vale lembrar que bancar a boa moça também é uma forma de estratégia, mas queria mais coerência no tipo de personalidade que a Aquaria quer mostrar. Nas escolhas, o grande problema foi que os personagens foram conhecidos apenas pela descrição e não pela leitura completa do roteiro, o que ocasionou diversas escolhas equivocadas, mas que podiam render muita coisa boa para as câmeras do reality.

As gravações mais uma vez foram dirigidas por Ross e Michelle. Como sempre, nesse momento a edição já nos deixava pistas de quem estaria em apuros e quem provavelmente se daria bem no desafio. Miz Cracker e Kameron pareciam ter problemas com suas falas e sérios problemas internos para resolver; Eureka também parecia não entender referências e piadas simples como a pronúncia de Ivy Winter; Aquaria, Asia e Monet pareciam estar super confortáveis, com destaque maior para Monet inclusive improvisando em alguns momentos (diva atriz faz assim).

Nesse momento eu queria mais uma vez fazer uma crítica em como a edição pode ser tendenciosa e nos fazer realmente acreditar que alguém se deu bem ou mal em um desafio. É muito simples jogar apenas os bons momentos de determinadas queens no ar e os momentos de falhas de outras, mas no fundo vocês acreditam que Asia, Monet e Aquaria não tiveram problemas em algum momento da gravação? A edição joga com a gente e tem ficado meio clichê rever a forma como eles editam da mesma forma temporada após temporada.

Voltando ao workroom as garotas se preparam para desfilar com o tema ‘Silver Foxy’, ou ‘loba prateada’ traduzido literalmente. Na prática elas teriam que mostrar como estariam em drag daqui há 50 anos. O tema da runaway foi pauta entre para abrir discussão sobre como seria realmente envelhecer fazendo drag. Nisso, surgiu a temática relacionamentos e achei interessante ver o quão é difícil para homens que fazem drag construírem um relacionamento, por um lado já conhecíamos as dificuldades em enfrentar o preconceito no próprio meio gay, por outro lado, não tínhamos sido expostos sobre os relacionamentos com pessoas que aceitam a arte drag, mas que estão interessadas pela personagem e não pela pessoa por trás da maquiagem, plumas e peruca.

Na passarela, eu posso destacar duas queens: Kameron como DONA mais uma vez da passarela, esbanjando uma maquiagem MARAVILHOSA e fazendo um desfile muito divertido e com história e Eureka pelo lado negativo trazendo nada além de um look MUITO simples com uma peruca branca, sem qualquer associação com sua personalidade.

No desafio ficou mais uma vez nítido como a produção não consegue equilibrar papéis para deixar todo mundo com chances reais de se dar bem. Personagens com muitas falas tendem a ficar monótonas e chatas, enquanto personagens pequenos podem brilhar muito tendo um grande momento no seu pouco espaço. Claro que isso não é desculpa para ir mal no desafio e todas podem se dar bem, mas é óbvio que existem vantagens e desvantagens em determinados papéis.

As juradas convidadas foram Ilana Glazer e Abbi Jacobson do ‘Broad City’. Falando sobre o desempenho de cada queens:

  • Miz Cracker acabou sendo bem linear em todo o seu papel, mas realmente não teve um desempenho de todo ruim mesmo sabendo que ela poderia ter criado momentos melhores e mostrado mais da sua personalidade. Acorda menina crackuda!!! A runaway estava OK e eu realmente não consigo entender o tanto de elogios que ela recebeu, pois ao meu ver era algo simples, mas que se encaixava no que foi pedido.
  • Kameron infelizmente não conseguiu se destacar no desafio, além de mostrar algo bem linear teve falhas pontuais e realmente concordo com Ross sobre o fato dela não ter escondido sua tatuagem. Sua personagem era completamente insegura e introspectiva, não cabia. Sua runaway por outro lado foi a melhor da noite, sem dúvidas. Divertida, com excelente acabamento e que contava uma história.
  • Eureka tinha o papel perfeito para sua personalidade barulhenta e chamativa, mas não conseguiu mostrar isso em momento algum. Ela parecia muito desconectada para falar a real e não entendo como ela chegou nesse ponto a essa altura da competição. Sua runaway foi sem dúvidas a pior da noite!
  • Asia se deu muito bem no desafio e mostrou uma personagem que conseguiu se destacar em seu pouco tempo de aparição. Ponto positivo por ela ter mostrado sua personalidade mesmo a personagem sendo uma figura pública conhecida nos EUA. A runaway não foi uma das minhas favoritas, mas estava OK!
  • Aquaria mandou muito bem na atuação e sem dúvidas conseguiu se destacar. A personagem tinha falas muito divertidas e ela soube aproveitar os momentos. Na passarela eu vou ter que discordar de Michelle e falar que sim, dava pra ver o tema. Era muito nítido que ela tentou mostrar uma senhora fashion e estilosa completa de tatuagens.
  • Monet foi sem dúvidas a melhor atuação da noite. Explorou bem todos os momentos e chegou inclusive a fazer improvisos na fala, algo que só acontece quanto você está muito confortável com o personagem. Um nível ACIMA das outras. Na passarela confesso que fiquei tenso ao ver aquela coisa horrenda, mas analisando bem foi sim, MUITO divertida a ideia dela e faltou realmente apenas um pouco mais de drag como perucão (apesar do estilo dela ser cabelo curto mesmo) e um salto alto para brilhar mais.

Deste modo, pra mim não restava dúvida que a campeã seria Monet, enquanto Eureka e Kameron estariam dublando por suas vidas. Rupoc teve que discordar de mim e deu o segundo win para Asia. Eu vi muitos fãs da Aquaria revoltados falando que ela merecia ter ganhado o desafio, mas gatas, não, sorry, next! O título era da MONET! Porém entre as três, confesso que achei a Asia a mais fraca. E por que você não vira jurado do RPDR pra falar isso, linda?

Falando em lipsync, quem está por dentro dos spoilers que vem rolando há tempos estava super ansioso por esse momento. Foi maravilhoso!!! Como geral aqui sabe eu sou muito paga pau da menina Camarão e esse momento é muito meu, a bicha ARRASA demais no palco. De maneira geral eu curti muito a performance das duas, mas era fato que se alguém fosse ouvir um sashay seria a Eureka, pois apesar de ter curtido MUITO a parte final de sua performance, ela enrolou muito em determinadas partes ficando de costas MUITO tempo e escondendo seus lábios. Foi merecido o duplo shantay? Não sei, mas de fato esse lipsync entra pro hall dos melhores que já passaram no programa.

Enquanto isso no Untucked…

  • Eureka reclama por estar sendo mais julgada por já ter participado do programa. Aceita né, flor? Se quiser poderia não ter voltado.
  • Kameron prossegue com seus problemas em aceitar os elogios que recebe, como bem frisado por Asia.
  • Eureka faz um discurso fofinho sobre o quanto estava feliz pelo que fez no programa e pelas amizades que fez com as queens. Quase uma despedida!
  • Família da Miz aparece. A mãe dela tem uma doença crônica e por isso ela queria muito participar da season 10 para que sua mãe pudesse acompanhá-la antes de ficar completamente cega. Ela aproveitou o momento para dar um incentivo para Kameron <3.
  • Kameron parecia estar tendo um momento Nina Bonina, mas então revela mais um pouco de sua história e nos faz entender que tipo de pessoa ela é.
  • To amando esse lado mãezona da Asia.
  • Miz traz a tona o fato de que não está conseguindo ser engraçada, sendo que esse é o seu tipo de drag. Sente o cheiro Trixxie Matel!

No próximo episódio já teremos o Makeover e pelas prévias já sabemos que teremos polêmica com a boca grande da Aquaria e uma certa controvérsia sobre a distribuição dos rapazes para o desafio. Estão sedentas?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Nyegirton

Sarcástico e bêbado sempre que possível. Ama um bom meme e uma problematização. Apaixonado por humor, suspense, terror e trêta. Professor nas horas vagas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu