Posts Populares

Rupaul’s Drag Race- S13E10 – Freaky Friday Queens

Maçante, Drag Race vai se tornando cansativo, o que a longo prazo não é bom

Estamos no décimo episódio e ainda temos oito queens na disputa, a título de curiosidade, na terceira temporada, que contou com o mesmo número de episódios, a essa altura já estávamos no top 6. A própria terceira temporada foi a prova que mesmo uma temporada longa pode não ser maçante, diferente dessa 13ª.

Mas o que está acontecendo para que a temporada tenha essa aparência arrastada? De fato, a fórmula é mesma que sempre fez sucesso e o cast é bem talentoso, mas e ai? Acredito que o que mais sinto falta é uma conexão com as queens, o talento delas é inegável, porém, com a rara exceção de Tamisha, no fim de cada episódio não consigo torcer por nenhuma queen ou ao menos lamentar a saída da eliminada da semana.

Poderia falar um pouco do desgaste do formato, que é real, mas como a temporada de UK mostrou, ainda é possível ter temporadas empolgantes sem ter que alterar drasticamente a fórmula do programa, esperemos que Mama Ru acerte a mão nas próximas, porque acredito que a 13ª temporada vai seguir nesse ritmo morno até o final, o que é uma pena.

Feitas as minhas considerações (que podem ser só frescura minha), vamos ao episódio!

Dessa vez as queens não renderam muito no papo pós limpeza do espelho, primeiro porque não teve muito drama no episódio anterior entre elas e segundo porque a eliminada foi Eliott que não despertava muito interesse das outras queens, enfim vida que segue.

Não tivemos um Mini Challenge nessa semana, dessa vez tivemos um merchan malfeito de uma médium, Char Margulis (Who?), ela fez algumas adivinhações e mandou algumas mensagens para as queens, tudo isso para dizer que RuPaul tinha escolhido quem ia ser o par de cada uma no makeover.

Aqui temos um exemplo claro de como a temporada está mal direcionada, tivemos tantos mini-challenges memoráveis ao longo das 12 temporadas anteriores e mesmo alguns mais simples conseguiram render tanto em drama depois, qual o sentido de fazer um segmento inteiro com uma médium que no final das contas só serviu para ser cansativo? Enfim, Choices…

Os pares formados foram: Tina e Rosé, Denali e Olivia, Utica e Symone e Kandy e Mik.

Rosé & Tina Burner

Durante o ensaio foi o para mais divertido de acompanhar, as duas são cheias de si e se acham melhores que o resto, mas também são muito competitivas o que significa que fariam de tudo para vencer (até personificar a outra), ri demais com os comentários passivo-agressivos e com os pequenos shades que uma soltava para outra.

Na Runway Rosé estava bem no estilo Tina Burner, mas aquela maquiagem estava pavorosa, naquela luz da passarela então ficou muito ruim. De resto é aquilo, se você gosta do estilo Tina Burner, provavelmente gostou do resultado (eu não gosto)

Já Tina estava bem melhor na passarela, Rosé tem mais habilidade com maquiagem então tina estava muito bem, a semelhança existia, mas pra mim os trejeitos de Tina não tinham nada a ver com Rosé, ponto positivo pelo esforço, mas não ficou parecido não. No Geral a dupla não foi bem não, se fosse contar só por Rosé, era bottom, com Tina creio que o low tenha sido justo.

Olivia Lux & Denali

Achei meio forçadinho no ensaio, gosto das duas queens, mas nenhuma das duas me desperta um interesse… meio blasé.

Na Runway, Olivia estava mais para fantasia do que para makeover. Dava para entender que a referência a Denali, mas a execução foi ruim, não ficou bom não.

Já Denali nem a semelhança com Olivia existia, como apontado pelos juízes ela poderia estar personificando qualquer outra queen ali. Para piorar nem os trejeitos de Olivia ela incorporou na passarela, o bottom é indiscutível.

Symone & Utica

Outro para que foi divertido durante o ensaio, as duas pareciam estar se divertindo muito tentando imitar uma a outra, foi bem legal de ver, diferente de Tina e Rosé o clima era beeem mais amistoso.

Symone arrasou na Runway, soube reproduzir o jeito estranho de Utica perfeitamente, de resto tudo gritava Utica, a legging simulando os músculos da perna, a maquiagem colorida e a peruca desordenada, ficou perfeito!

Se formos falar de semelhança familiar, não dá para negar que Utica estava parecida com a Gigi Goode, drag sister da Symone. No geral Utica estava perfeita, apesar de em alguns momentos eu sentir que ela escorregava um pouco em seu próprio estilo, eu achei que ela conseguiu representar bem Symone. O win foi claro.

GottMik & Kandy Muse

O par que em tese deveria ter mais química, não demonstrou muito isso no ensaio, Mik teve uma certa dificuldade em passar o jeito Kandy sem parecer forçado. Kandy, por outro lado, não pareceu ter muita dificuldade.

Como esperado, na Runway, a caracterização das duas foi feita de forma no mínimo satisfatória, a diferença de tamanho das duas tornou as coisas um pouco mais complicadas, mas elas tem estilos tão marcantes que era impossível não ver a semelhança, o desafio da dupla seria imitar uma à outra.

Mik fez funcionar bem a sua versão de Kandy, diferente do que ela mostrou no ensaio e no werk room, ela conseguiu incorporar os trejeitos de Kandy sem parecer forçado.

Kandy por outro lado não vendeu tão bem a sua performance como Mik, mas nada que justificasse um bottom.

No fim, como esperado, o bottom ficou com Olivia e Denali. Não concordo que elas ficaram no bottom por culpa exclusiva da Olivia, Denali também não vendeu o look na passarela.

No lip-sync as duas decepcionaram, Denali principalmente. Ainda que música escolhida não ajudasse, mas já vimos Denali performar muito melhor que isso e Olivia também já mostrou mais. Enfim, foi bem chatinho. Não sei quem eu eliminaria, acho que me sentiria da mesma forma se Olivia fosse eliminada…

gostou da matéria? deixe um comentário!

Felipe Tanabe

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries