Posts Populares

Segunda Chamada – S01E05 – Episódio Cinco

Tenta ser mulher pra ver se tu consegue!

Ao menos duas mil mulheres morrem por ano devido a aborto feito de forma clandestina. O Ministério da Educação assegura, desde maio de 2018, o direito à amamentação nas escolas, universidades e outras instituições federais de ensino, independentemente da existência de instalações destinadas para esse fim. Há atualmente no Brasil 18,9 mil estudantes acima dos 60 anos. E trazendo essas questões, Segunda chamada acaba de nos entregar o melhor episódio da série até então. Três mulheres na escola que partilham de questões presentes e vivas em nossa sociedade, temas delicados e marginalizados que precisam ser abordados da forma que foi para que as pessoas se conscientizem.

Vamos começar falando de Rita, jovem, mãe de três filhos e na fila para ligar as trompas descobre que está grávida do seu quarto filho. Como dizer para uma mulher periférica de situação carente que faz das tripas coração para concluir a escola que ela vai ter mais um filho? A situação de Rita é mais comum do que nós imaginamos. A falta de informação e de instrução sexual tanto em casa quanto nas escolas resulta é uma das coisas mais nocivas do nosso país, a gravidez indesejada. Se para os homens o sexo é apresentado como algo primitivo e que é dele por direito seja por bem ou por mal, para a mulher, sexo é sinônimo de vergonha, pudor e falta de respeito, ou seja, é proibido ver, tocar, ouvir ou falar sobre. Rita entra em desespero, pois sabe que não tem estrutura física, emocional e muito menos financeira para cuidar de mais uma criança, logo, o qual o seu socorro? O aborto. Como eu disse mais a cima, cerca de duas mil mulheres morrem por ano devido a abortos feito de forma ilegal e pelo menos duas mulheres morrem a cada dois dias devido ao mesmo fator, ou seja, temos mais Ritas no mundo real do que podemos imaginar. O que eu quero que você entenda aqui é que muito além de uma opinião sobre ser errado ou não, estamos falando de vidas e vidas importam sim! E graças a esse tabu criado pela sociedade, Rita virou mais uma estatística, mais uma mãe morta devido ao desespero.

Vindo na contra mão de Rita, temos Márcia que assim como Rita não pensou em desistir da escola e mesmo com a filha pequena vai frequentar as aulas. E o fato dela amamentar sua filha em locais públicos se tornou um grande problema na escola, pois, as pessoas soltavam piadas ou ficavam incomodadas com o simples fato de uma mãe por o seu peito pra fora e dar de comer para sua filha. É algo constrangedor para o pai/marido, só que pior ainda é para uma mãe que está com o seu peito cheio de leite e com uma filha chorando de fome nos seus braços e ser impedida de alimentar o seu filho só por culpa do preconceito tosco e nojento das pessoas. O discurso de Lúcia e a forma dos alunos se expressarem em favor da Márcia foi algo tão lindo e de uma delicadeza tão grande que eu não sabia se eu me arrepiava ou se eu chorava.

Dona Jurema é uma das minhas personagens prediletas dessa série porque você consegue ver a evolução dela mesmo com a idade avançada. E é óbvio que o contexto de vida dela é o mesmo de muitas mulheres por ai, submissa que anulou sua vida e seus sonhos em função de filhos e marido e que se sentiu encorajada para prosseguir depois de ter cumprido o seu papel de forma exemplar, mas, quando seu marido descobre que ao invés de ir para a igreja, ela tem ido á escola, Jurema vê o seu sonho em risco e precisa decidir entre abandonar a escola e voltar para sua casa com um marido abusivo, ou, persistir no seu sonho e fazer ele entender que se ele a ama de verdade irá apoiá-lá independente de qualquer coisa.

O episódio termina com uma importante revelação sobre o filho de Lúcia. Ele era gay e estava apaixonado pelo professor. Finalmente a história começa a ganhar forma.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries