Posts Populares

Sharp Objects – S01E08 – Milk [SERIES FINALE]

“Was I good at caring for Amma because of kindness? Or did I like caring for Amma because I have Adora’s sickness?”

Eis que chegamos ao fim de Sharp Objects. Como não li o livro, vou falar aqui brevemente das minhas impressões do episódio final e depois da série como um todo.

Bom, depois do sétimo episódio tinha ficado mais do que claro que Adora era a responsável pelos assassinatos né. Na minha cabeça ficou a dúvida de quem seria o cúmplice, já que tínhamos Alan e o delegado Bill como possíveis candidatos. Fato é que nenhum deles foi claramente declarado parceiro de Adora nessa história toda. Mas até chegar nos finalmentes, na prisão e condenação de Adora, tivemos um caminho longo no episódio.

Primeiramente aquela cena tensa de todos jantando na mesa, com um teatrinho ridículo. Amma já tava meio grog do remédio de Adora e já tava pedindo socorro. A sorte é que Camille conseguiu manipular sua mãe direitinho e se sujeitou ao “tratamento” imposto pela mãe. Muita gente deve ter pensado como eu: “porque a Camille não cospe tudo, porque ela não dá um soco na mãe e sai com Amma da casa?”. Pois bem, aí entram as questões psicológicas de Camille, na minha opinião. Primeiro que ela viu sua irmã morrer dessa forma, naquela situação, e isso a consumiu internamente. Ela também viu sua mãe ter carinho com ela pela primeira vez na vida, o que deve ter mexido com ela e paralisado ela naquela situação. Enfim, fato é que muitas vezes a nossa mente tá tão danificada, tão anestesiada, que o corpo responde sem se opor, sem brigar. E esse foi o caso.

Enquanto toda a novela entre Camille e Adora rolava, John Keene era interrogado e Alan e Bill tinham uma disputa meio estilo Guerra Fria. Na verdade, fiquei me perguntando se Bill não seria o pai de Camille no fim das contas. Essa história dele e Adora ficou muito mal contada. Enfim, Camille mesmo fraca conseguiu alertar Amma e pediu pra ela fugir e chamar Richard. Eu até achei que ela fosse fazer isso em um primeiro momento, mas depois vi o quanto ela é só aparências, e é uma menina fraca mesmo. A sorte foi que Frank, o chefe de Camille, percebeu a falta de comunicação dela, os relatos estranhos sobre Adora, e decidiu intervir.

A partir daí vemos o restante dos acontecimentos, como as coisas se desenrolaram após a prisão de Adora e tal. Camille decidiu criar Amma, dar o amar que tinha por sua outra irmã pra ela. Finalizou sua reportagem, que nunca foi publicada, e viu Richard se conectar e perceber como estava errado a respeito dela. O fim do episódio é que me deixou mais intrigado. Após a mãe de uma amiguinha de Amma vir procura-la e falar que as duas estavam brigadas, Camille foi fuçar no quarto de Amma e achou um dente dentro da casa de bonecas. Agora eu lhes pergunto: esse dente é de uma das meninas mortas ou é da nova amiguinha de Amma? Seria Amma a cúmplice de Adora ou será que Amma herdou o gene de loucura da mãe? Esses são questionamentos que a gente faz e que é ótimo quando ficam sem respostas. Tudo mastigadinho cansa!

Enfim, no contexto geral eu gostei muito da série! Na verdade, com uma equipe como a que tivemos não tinha como dar errado. Ponto positivo pros roteiristas que conseguiram desenvolver o assassinato em passos lentos, mas que ao mesmo tempo mantiveram nossa atenção, nos fizeram levantar teorias. Da parte da atuação, destaque absoluto pra Amy Adams, que já é postulante ao Emmy desse ano! Se ela não estiver eu vou ficar bem surpreso. Destaque também pra Eliza Scanlen como Amma e toda seu mistério e loucura, e pra veterana Patricia Clarkson como Adora, que também entregou uma pessoa bem doentia e odiável.

Espero que vocês tenham curtido nossas reviews e tenham curtido a jornada com a gente! Somos muito fãs da HBO e os trabalhos deles sempre são de alto nível! Se tiver minissérie nova, chama nós!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries