Posts Populares

Supergirl – S03E14 – Schott Through the Heart

Quando o pai de Winn morre e um imitador do Toyman aparece, ele é forçado a se aliar a sua mãe, que o abandonou na infância. Mon-El revela algo importante a Kara. Alex começa a suspeitar do comportamento do pai de J’onn.

Finalmente os Refrescos! Supergirl retornou depois de um longooooooo hiatus que me fez esquecer boa parte do que aconteceu antes desse hiatus começar! Mas puxei na minha memória e me lembrei que duas coisas importantes… Imra contou a Mon El sobre um segredo e Lena descobriu que Sam é uma das Worldkillers… dito isso o episódio me surpreende com um começo atípico e cheio de felicidade, todos do #TeamSupergirl em um barzinho se divertindo e causando no karaoke.

Começamos com Kara nos deliciando com sua linda voz e vemos desde Alex cantar uma típica música de amor sofrido ao pai de Jonn tentando ser mais social e criando coragem para subir no palquinho e quando aquele momento que todos esperávamos ia acontecer: Winn cantando Take On Me, uma verdadeira bomba caí, o pai dele acabou de morrer. Para quem não sabe o pai dele é algum lunático maquiavélico que estava preso por uma série de crimes.

O drama começa a se desenrolar, logo chegamos ao funeral onde vemos todo ressentimento que Winn carrega pelo seu pai e de surpresa sua mãe resolve retornar a vida dele após apenas VINTE FUCKING ANOS. A mãe dele é muito maravilhosa bixo, apenas a Laurie Metcalf, dona de Lady Bird, mãe de Sheldon Cooper e começa essa mulher consegue ser fantástica e se reinventar, porque ela deu vida a mas uma personagem completamente distinta das outras, com diferentes trejeitos e características, enfim um banhooo de atuação.

Voltando ao foco, vemos que Winn fica boa parte do episódio evitando sua mãe, completamente compreensível e isso nós da a oportunidade de ver e descobrir mais sobre Winn e ele finalmente ganha um espaço para brilhar! Aliás desde que a série se moveu para CW sentia que ele tinha perdido um pouco do brilho na Season 2 e acho que agora nessa Season 3 ele tem reconquistado esse posto essencial que ele tinha na primeira temporada.

Foi lindo ver toda atuação e firmeza que Jeremy Jordan teve para atuar ao lado de Laurie Metcalf, foi realmente algo real! E aquele caso semanal clássico envolveu uma maluca que conheceu o pai de Winn na prisão, a mulher tentava realizar os últimos desejos dele, dando fim a vida de Winn e a da mãe dele. Vimos Supergirl matar vários macacos robóticos e vimos Mon El mostrar como se uma CAPA, que HINO minha gente.

Karamel está quase de volta minha gente! SENTI O CLIMAAA DEMAIS! AAAAAAAAAAAH! Finalmente Mon El descobriu toda a verdade e os verdadeiros planos de Imra e Brainiac, desde sempre eles queriam voltar a Terra para destruir a terceira Worldkiller que no futuro vai se tornar Blight e ser responsável por uma enorme ameaça a Terra. Mas olha aqui o mais errado de tudo isso era que Imra sabia que eles iam voltar a Terra e nunca deu essa esperança ao nosso Mon El, afinal ele iria saber que ia encontrar Kara de novo!

P.S. O que foi o Mon El cantando KANSAS no final! Ri horrores!

Além de todo o foco no Winn tivemos várias cenas para o Jonn e seu pai. Seu pai começa a ter os sintomas clássicos do mal de alzheimer, começa a esquecer das pequenas coisas e esquece até mesmo de suas netas. Como foi triste ver ele se definhando e não querendo ser todo esse peso para a vida de Jonn, o dialogo dele com Alex e depois ele contando ao filho e aquele abraço final entre Alex e Jonn, foi bem pesado amigos! Vamos ver como isso vai se desenrolar.

E lembram lá em cima quando disse sobre os dois principais pontos do episódio anterior, um era o segredo de Irma e o outro a grande descoberta de Lena, ela se isolou com Sam em alguma base tecnológica de sua companhia e segue tentando ajudar Sam, ou não ajudar, afinal estamos esperando por uma virade de mesa de Lena Luthor desde sempre e não sei até quando veremos ela no lado bom da história, apesar de AMAR ela ali. O retorno da série foi morno mas na medida certa, amei esse foco em Winn e Jonn <3 e temos todas as pontas colocadas para ver a narrativa crescer nos próximos episódios!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries