30 de novembro de 2016
SuperMax – S01E10 – Episódio 10

Entendendo vários nadas! 

Com o decorrer dos episódios eu tenho a certeza que SuperMax é uma grande decepção. Bons atores, uma ótima produção, e uma história muito boa também, só que, algo aqui não deu certo. A forma como eles contaram a história acabou não me agradando muito e deixando bastante a desejar. Narrativa muito arrastada, plots muito longo no passado dos personagens e sustos que é bom, ninguém viu, adrenalina que é bom, ninguém viu. Lógico que não foi de todo ruim, tivemos alguns bons episódios até chegar no décimo, que prometeu revelar o segredo por de trás dessa doença que infectou os participantes mas para mim o episódio não explicou foi nada e simplesmente só contou mais um caso da doença. Mas para salvar esse episódio péssimo de ruim tivemos até uma revelação relevante para a história, que foi o renascimento de Baal um antigo “deus” da bíblia que estava de volta a terra para levantar o seu exercito.

O episódio se passa no ano de 2008 quando o presidio que posteriormente seria o plano de fundo da história, estava sendo construído. E Mauro que é uma peça muito importante nesse episódio, é contratado para ser o fotografo da construção e ele percebe que tem algo errado no negócio. Mauro conhece seu Nonato que é um religioso devoto e serve para bater de frente com as meretrizes da cidade que ele acreditava  quem estavam contaminando o povo.

2016-11-29

A situação fica cada vez mais fora de controle e Mauro tenta descobrir o que estava acontecendo mas sabe que coisa boa não é. Para calarem a boca de Mauro, os responsáveis pela construção do presidio o mandam embora junto com a sua equipe, mas ele se recusa a ir embora sem levar seu amigo e sem descobrir o que está de fato acontecendo por ali. Algo positivo que eu amei particularmente, foi a forma como eles abordaram a religiosidade de Nonato que mal sabia que sua esposa também estava infectada com o vírus que para ele só dava em puta. E eu imagino o choque dele ao ver sua esposa naquele estado e como deveria estar sua cabeça depois de ter todo esse conceito preconceituoso quebrado.

2016-11-29-1

O caldo só entorna, ainda mais depois que os sócios se recusaram a embargar a obra e colocar todos de quarentena, pois, gastaria muito e a solução era calar a boca de todo, matando todo mundo. Mauro então entra em uma verdadeira saga de sobrevivência com Nonato e seu filho por meio da floresta amazônica para salvarem suas vidas. E Nonato não deixou de ser surpreendido pela vida sendo salvo duas vezes pelas meretrizes que são todas empoderadas e não pensaram duas vezes em matar quem ousasse tocar em um fio de cabelo delas. E ta ai mais um ponto positivo do episódio, mesmo Nonato acabando com a vida delas e fazendo accepção entre ele e elas, no final das contas, as mulheres que ele tanto meteu o pau foram quem salvou sua vida. Para completar o pacote de desgraças na vida de Nonato; além de ser salvo pelas prostitutas, ter ficado viúvo, Nonato agora viu o seu filho infectado pela doença e se vê obrigado a matar o próprio filho, o que nos resultou em uma cena muito linda e com uma bela atuação de  Márcio Fecher.

2016-11-29-2

É lógico que uma hora Nonato iria quebrar e dito e certo, o pregador surta e pede para que Mauro o mate antes que ele seja totalmente tomado pelo vírus, Mauro se recusa e os dois acabam saindo no tapa e caem em um buraco que o levam direto para debaixo da terra. Eles vão parar em uma espécie de caverna que teve um estranho poder de curar Nonato do vírus, pelo menos aparentemente e o mais estranho mesmo foi que os pelos deles estavam todos caindo. Ao descobrir de sua cura, Nonato fica inteiramente revoltado com Deus e contesta a decisão do todo poderoso em não salvar o seu filho. E é ai que fica tudo estranho, pois, inexplicavelmente Nonato é possuído por uma entidade chamada Baal que o faz matar Mauro e sair por ai levantando o seu exercito.

O episódio termina com Nonato/Baal tendo Dante em seu domínio e o oferecendo a cura em troca de algo que não nos foi revelado.

2016-11-29-6

Te falar? O episódio para mim continuou sem graça. Tudo leva a crer que Baal seja o verdadeiro causador do vírus, pois, seria a forma que ele achou de levantar o seu exercito e isso o afirma como o grande vilão da história. Pelo menos para mim muito coisa ainda ficou aberta mas e o que vocês acharam? Comentem aqui comigo. Beijos e até a próxima!

Dam Souza
Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.
Deixe-nos um comentário!
  • Luke

    Sempre me pergunto se quem escreve as reviews assiste a mesma série que eu ? porque supermax pode ter sido uma serie bem merdinha até agora mas esse ep 10 foi uma das melhores produções que a globo fez pra tv esse ano. Roteiro muito bom, fotografia excelente e a atuação então nem se fala… o episódio deixou bem claro que a caverna que eles caíram era radioativa (cura praticamente instantânea da doença, queda dos cabelos e pele fluorescente!!!!!) e logo após revelou a origem do vilão (um religioso fanático que teve toda sua família morta pela doença na sua frente e logo após descobriu uma “cura”, foi um caminho fácil para o demônio baal possui-lo). Eu acho que se a pessoa não entendeu a proposta da série e nem o enredo não deve perder tempo nenhum escrevendo uma review fraca igual essa, não estou querendo diminuir o trabalho de ninguém, apenas pesquise mais antes de falar sobre certos assuntos !!!

    • Dam Souza

      Oi Luke tudo bem? Quem escreve a review, no caso eu mesmo assiste a mesma serie sim. Em momento algum eu não disse que a fotografia ou atuação desse episodio fossem ruins, pelo contrário, para mim esse foi uma dos episodio em que eu mais gostei da atuação, se voce ler a review verá que eu super elogiei. Agora, opinião é algo de cada um e se para voce esse episodio foi bom, para mim não foi.E entendi o contexto da caverna e mais ainda a função de baal, porem, para mim e para muita gente foi tudo muito aleatório e não empolgou como eu estava esperando. Muito obrigado pelo seu comentário e continue com a gente, podemos não partilhar da mesma opinião mas ainda tem o netto que escreve super bem sobre a serie <3

    • Bruno D Rangel

      Concordo. Esse foi disparado o melhor episódio. As atuações muito convincentes. Eu sempre reclamei das atuações, mas depois de um tempo comecei a achar que era implicância minha. Mas esse episódio fantástico veio pra mostrar que eu estava certo antes.
      Só achei que o episódio chegou tarde, com somente mais dois pela frente.
      Tbm achei a review jogada, sem nada aprofundando. Essa série tem dois reviewers, um bem bom e esse médio, que geralmente fala coisas erradas. Não fico comentando sempre pq vão achar que é perseguição, mas as vezes fica ruim mesmo, como essa ficou.

%d blogueiros gostam disto: