28 de fevereiro de 2016
Supernatural – S11E15 -Beyond the Mat

O divo, maravilhoso, poderosíssimo Crowley está de volta, segurem a marimba!

Não só Crowley, mas eu também estou de volta, meus amores. Estive sumida por semanas porque estava cheia de coisa e o Rick me cobriu aqui (obrigada por sempre me salvar <3), mas agora tô de volta e não abandono mais vocês 😛

Mas vamos ao episódio… o episódio foi um daqueles que a história principal da temporada não foi o foco, por mais que tenha tido alguns momentos importantes pra história central (como o retorno do nosso RAINHO Crowley e o surgimento de mais uma Mão de Deus, que já se extinguiu também… afff), o episódio foi centrado num tema aleatório que tinha a ver com a história dos irmãos Winchesters e que deu bons momentos de risadas, principalmente com Dean dando uma de tiete, como eu ri, gente hahahaha. Tava sentindo muita falta desse Dean palhaço, que tava aparecendo muito pouco nos últimos episódios, foi ótimo ter esses momentos mais leves, pros meninos e pra nós 🙂
O episódio é sobre um lutador que o John, pai dos Winchester, era muito fã e fez os meninos se apaixonarem pela luta assim como ele. Então, Dean sugere que ele e Sam vão no funeral do lutador pra espairecer a cabeça já que não tem nada acontecendo em relação a Amara, Cas, Lúcifer, etc, só que lá eles descobrem que estão acontecendo outras mortes e são de causas sobrenaturais e claro, começam a investigar. Nessa, Dean conhece seu grande ídolo Gunnar Fora da Lei e tieta não só ele, mas a luta em si. Ele entra no ringue escondido pra fingir que tá lutando, assiste uma luta com Sam e vibra loucamente, fica todo sem saber o que dizer quando vai falar com o Fora da Lei, Dean gente como a gente, amo! hahaha

1 2

Por fim, eles descobrem que o cara fez pacto com o demônio e como o Inferno tá um bagunça depois que Lúcifer voltou, os demônios estão fazendo o que querem e eles resolver usar o Fora da Lei de “assistente” pra coletar almas. Foi triste ver o fim do ídolo de Dean, que se rendeu no fim e ainda ajudou os meninos e matou o demônio, mas pra isso abriu mão da sua vida também e os Cães do Inferno foram atrás dele. Que morte horrível, real! Fiquei com peninha do Dean, mas o bom é que isso gerou uma confiança no Dean de que eles vão vencer e que não vão desistir, continuarão lutando e de certa forma, foi o que o seu ídolo ensinou pra ele né? Confesso que me identifiquei bastante com ele nesse episódio hahahaha

E por falar em demônios, vamos à melhor parte do episódio: a volta de Crowley. Gente, sério, eu me divirto muito com o Lúcifer, estou achando ótimo o Misha interpretando Lúcifer em vez do Cas, mas eu fui pegando um ódio tão grande dele pela forma como ele tá tratando o Crowley que olha… é aquilo né? Os meninos podem, mas só eles e olhe lá, ninguém mais pode fazer mal ao Rei, ora bolas! Aí quando a demônia lá foi soltar ele e ele voltou a ser o nosso querido Crowley eu vibrei muito e vibrei mais ainda porque eu tinha CERTEZA que Crowley não ia ser trouxa de deixar um objeto de tanto valor pra qualquer um roubar e é justamente por isso que eu amo ele, ele está sempre a frente, matou a demônia traidora e ainda fez Lúcifer ficar com o rabinho entre as pernas (por alguns minutos mas ok), A M O! Tudo bem que como ele não sabia que esse poder era usado só uma vez, no final ele se deu um pouco mal, mas agora ele está livre das garras de Lúcifer, graças a Deus! O cara até fazer ele lamber o chão fez, aaaah não, mais respeito por favor ¬¬
Não sei que jeito esses meninos vão dar, mas haja trabalho pra arranjar mais uma Mão de Deus hein? SOS!

3 4

No próximo episódio (que só será daqui há 1 mês, ninguém merece!), parece que Crowley estará de volta junto com os meninos e Amara também, Lúcifer (parece até que em seu corpo original) e a confusão estará armada. Como já sabemos que é SPN, eles fazem vários episódios soltos ao longo da temporada aí chega no último episódio, eles quase matam a gente com um episódio de arrancar os cabelos da cabeça, então… bora se preparar pra segurar os forninhos que com certeza vão cair 😉

Caroline Azevedo
Caroline Azevedo

Complicada e perfeitinha. Me tira tudo, mas não me tira minhas séries e a música. Já que não tenho o meu mozão, shippo os mozões do mundo seriador: Delena, Captain Swan, Olicity e Zade são os principais. Entre os meus vícios, estão The Vampire Diaries, Once Upon A Time, The Originals, Arrow e Supernatural.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: