Posts Populares

Supernatural – S12E22/23 – Who We Are/All Along the Watchtower [SEASON FINALE]

WHAT THE HELL???

Eu amei e odiei essa finale de Supernatural. A parte 1 da season finale foi ótima e eu amei forte tudo que aconteceu, me senti vingada, vibrei, achei o momento final familiar super fofo, já a parte 2 foi ótima em relação à emoção e tensão, mas meu Deus… odiei forte as mortes e alguns acontecimentos e não consegui superar até agora, tô arrasada e ainda tô me perguntando porque diabos as coisas precisavam acontecer assim. Malditos escritores de Supernatural! 🙁

Vamos começar do início não é mesmo? Na primeira parte do episódio duplo final, vimos uma Mary ainda mudada e na sua saga de assassinar caçadores americanos sem dó nem piedade, como já era esperado e logo após executar mais um, Ketch manda a lista dos próximos pra ela e quem está lá? Nossa querida Jody Mills que eu já pensei que se esses malditos de SPN matassem ela também eu iria lá só pra quebrar a cara deles, já bastou a Charlie e agora a Eileen. Enquanto isso, Sam, Dean e a infernal da Lady Bevell tentam encontrar formas de sair do bunker e sobreviverem, eles tentam de tudo até que quando Sam e Dean já estão tendo aquele papo de derrotados e comentando que tipo de morte que esperavam que fossem ter, uma última fagulha de esperança nasce e Dean resolve usar a sua tão desejada “arma-granada” e explode a parede de concreto do bunker, sai e religa todo o fornecimento do local novamente, isso justamente quando Sam já tava respirando com aquela dificuldade. Melhor foi a animação tanto dele quanto de Sam quando a Bevell ficava dizendo que aquilo era loucura, que eles podiam explodir todos, afinal pra eles se eles fossem morrer teria que pelo menos ser em grande estilo 😛
Depois dos nossos Winchester estarem liberados, vimos Mary ir à casa de Jody, mas a bixa é muito esperta e percebeu logo que havia algo errado com a mãe dos meninos, a prende e liga pra Sam pra informar que está com Mary, eles chegam, explicam o que aconteceu e reencontram uma Mary totalmente alheia aos sentimentos que costumava ter. Imediatamente eles pedem pra Lady Bevell reverter o que fez com ela, mas ela diz que mentiu e que isso é permanente, é algo psíquico que são como paredes impenetráveis e que não tem volta para desespero de Sam e Dean. A maldita só disse isso pra que os dois não a matassem, mas já tava mais do que na hora, não é mesmo?

Mas, como os nossos meninos tem que lidar não só com a mãe mas com os insuportáveis dos britânicos, eles decidem chamar todos os caçadores restantes na casa de Jody e Sam revela tudo que está acontecendo e o porquê de estar acontecendo, só não gostei dele assumir a culpa dizendo que confiou nos caras, sendo que ele só entrou nessa depois que Mary revelou estar trabalhando com eles pelas costas e Sam se abriu para conhecer melhor a oportunidade, nada de se culpar, seu Sam Winchester. Enfim, Sam dá um discurso motivador daqueles enquanto Dean o olha com orgulho e quase pensando “Ele aprendeu direitinho” e revela isso quando Sam o chama para ir junto na cruzada que os levará para a sede dos britânicos para acabar com a raça deles em vez de ficarem esperando eles o renderem. Dean diz a Sam que ele está pronto e que ele prefere não ir por conta da sua perna machucada e que enquanto isso, ele vai salvar a mãe deles dessa lavagem cerebral e trazê-la de volta e é exatamente isso que acontece. Sam, Jody e os outros caçadores invadem o local dos Homens das Letras, liquidam todos que vêem pela frente, Sam sem dó nem piedade sai liderando a caçada e por fim, dá de cara com a mandante dos extermínios, a Hess, que revela a ele que Lúcifer está de volta e tenta convencê-lo a se unir a eles para acabar com o Diabo. Sam fica claramente abalado com o retorno de Lúcifer, com a morte anunciada de Crowley mas se nega fazendo Jody dar um tiro na cabeça de Hess e boom… Adeus britânicos! OBRIGADA DEUS! \o/
Mas… ainda tem um né? Ou melhor dois: Ketch e Bevell.
Lady Bevell consegue improvisar uma máquina que permite a Dean entrar nos pensamentos de sua mãe e tentar reverter o controle mental que ela está sofrendo. Chegando lá, ele vê que Mary está vivendo uma realidade paralela onde Sam é bebê e Dean uma criança e ela cuida deles sem se culpar pelo futuro que ela acabou trazendo pra eles. Depois de algumas tentativas, Dean abre o coração pra ela dizendo o quanto ela tem culpa no que aconteceu com eles depois de seu pacto com Azazel, da sua morte, do tamanho da responsabilidade que ele assumiu com Sam, que ele foi pai, mãe e irmão já que John também mal parava em casa antes de morrer e revela o quanto a odeia, mas a ama também e a perdoa pelo que ela fez pois entende que fazemos certas loucuras para protegermos quem amamos. Foi linda e muito emocionante aquela cena, Jensen Ackles deu um show de interpretação e deu pra sentir a dor da personagem daqui. Por fim, ele pede a mãe que o olhe nos olhos e vimos naquele momento que algo se desfez dentro dela, mas.. o aparelho é desligado por Ketch que invadiu o bunker, matou Lady Bevell e parte pra cima de Dean travando uma briga daquelas entre os dois. Dean mesmo com a perna toda ruim, consegue revidar e muito e é por isso que Sam disse que prefere 1 Dean machucado que 100 caçadores bons. Por fim, quando Ketch está prestes a matar Dean, Mary acerta um tiro nele causando surpresa e quando o britânico diz que sabia que ela era uma assassina assim como Dean, Dean orgulhosamente concorda junto de sua mãe e ela finaliza com um tiro na cabeça dele e aí sim.. bye bye TODOS os britânicos, amém aleluia glória a Deus!
No fim do episódio, ela revela o medo de Sam não a perdoar e Sam chega dizendo que não precisa ter medo dele e a abraça e abraça Dean também, um abraço em grupo desses, bicho!
Ah! Só queria destacar a cena em que Dean e Sam se “despedem” pra ele ir atrás dos britânicos e se apelidam carinhosamente de vadia e babaca e quando eles se reencontram diz aliviado que está feliz dele ter voltado, esses dois são muito amor <3

Chegamos à última parte da season finale que deu uma belíssima destruída nas nossas vidas, borá lá! Temos o retorno de Cas nesse episódio e de Kelly também que estão escondidos para esperar o bebê poderosíssimo nascer sem ninguém interromper e ao que tudo indica, o nascimento já ta batendo na porta. É revelado também que realmente Crowley possuiu o rato antes de Lúcifer “matar” ele e após ele chegar na floresta como rato, renasce da terra como uma fênix que renasce das cinzas rs. E temos a cena que chega a ser hilária de Sam revelando a Dean e a Mary que Lúcifer está de volta em seu velho receptáculo e a resposta de Dean dizendo que em vez deles terem paz e comemorarem o fim dos britânicos, eles ganham Lúcifer, é migo, paz não é uma coisa no vocabulário dos Winchester aparentemente. Sam revela que Crowley morreu, mas por já conhecer a peça Dean diz que só acredita vendo porque ele sempre dá um jeito pra tudo e minutos depois quem aparece no bunker? Ele mesmo, nosso querido Rei do Inferno que revela ter percebido após esse tempo possuindo o rato, que já não agüenta mais fazer o que ele faz e que ele irá ajudar os meninos a trancar Lúcifer na jaula novamente e depois disso feito, ele irá fechar os portões do Inferno inclusive para se vingar de todos os demônios que o traíram. Antes de reencontrarem Crowley, Sam liga pra Rowena na esperança que ela possa os ajudar a colocar Lúcifer novamente na jaula, mas quem atende é o nosso não mais tão querido Lúcifer e os restos da bruxa pelo chão revelam que dessa vez, perdemos a nossa bruxa pra valer. Mais uma baixa pra essa temporada que não está de brincadeira, meus amigos…
Nossos Winchester descobrem onde Castiel está escondido com Kelly e vão atrás da pista para protegerem seu amigo e não deixarem Lúcifer colocar as mãos no filho e enquanto isso, Cas descobre uma fenda no meio do terreno da casa que foi liberado pelo nefilim através de Kelly momentos antes sem que ninguém percebesse. Cas entra na fenda e é quase atacado por um demônio bem bizarro que é destruído por alguém que mais na frente descobrimos ser nosso muito querido e saudoso Bobby, awwwwn! Quando os Winchester chegam, Mary vai cuidar de Kelly e Cas leva Sam e Dean para a tal fenda onde revela que Bobby não os conhece porque aquele é um mundo onde nenhum dos dois nasceu e não salvou o mundo e se desencadeou uma verdadeira guerra entre anjos e demônios e que humanos eram apenas obstáculos a serem destruídos no caminho. Isso é só pra vocês verem a enorme importância que esses maravilhosos tem para o mundo, orgulho define *-*

Obviamente que Sam e Dean saem de lá abaladíssimos e sem saber como lidar com tanta coisa que tá acontecendo, mas resolvem unir forças e apesar de terem prendido Crowley no bunker, ele dá um jeito de se soltar e se unir aos nosso trio maravilha formando quase um quarteto fantástico rs. Enquanto Mary continua lá cuidando da gestante que está prestes a dar a luz ao herdeiro do Diabo, Dean revela sua fé no Team: ele, Sam, Mary, Cas e até Crowley. Fiquei tão emocionadinha nessa hora por ele incluir até o Crowley :’)
Eles resolvem enfrentar Lúcifer que a essa hora já descobriu onde eles estão e armam de o levar pra fenda. Chegando lá, Dean usa uma arma que Bobby usa para matar anjos, mas não surte nenhum efeito no arcanjo e enquanto isso, Sam e Crowley preparam o feitiço para levá-lo de volta à jaula. Quando já estão todos os ingredientes lá, Crowley revela faltar um que é a vida de alguém, sendo assim o Rei se revela pra Lúcifer que parece empolgadíssimo ao vê-lo e depois da constatação que não pode mais ser feito nada para detê-lo, ele usa a lâmina para demônios, se despede dos Winchester e se mata, OMG! Eu já morri uma vez aí porque sabia que não ia ter volta já que o próprio Mark disse que encerrou sua participação na série e porque Crowley sempre esteve no meu top 3 de personagens preferidos. Como lidar com a série sem ele? SOS QUE DOR! E o bichinho morreu como herói que sempre foi pros Winchester :’(
Logo depois, Cas surge passa pela fenda, entra na realidade paralela e enfia a lâmina em Lúcifer, para desespero de Dean ele e Sam saem da fenda e deixam Cas lá, mas ele vem logo atrás para alívio geral da nação de… apenas segundos, porque surge Lúcifer atrás dele e enfia a lâmina de anjos nele o matando, WTH???? Nãaaaaaao, minha gente! Volta que ta tudo errado isso aí, como assim perder Crowley E Cas???? Claro que Dean fica sem chão, em choque e Sam bem abalado também, daí que surge Mary e começa a socar Lúcifer com um objeto feito para ferir seres sobrenaturais e consegue o levar para a fenda, só que antes do Diabo entrar lá, ele a puxa junto. MINHA GENTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO, PLMDS???!!! O desespero de Dean e Sam me destruiu mais ainda, em menos de 5 minutos perdemos dois dos nossos personagens preferidos e Mary fica presa na fenda com Lúcifer. Só valeu pra ver o desespero dele ao ficar preso lá sem chance de voltar para encontrar seu filho, se eu gostava de Lúcifer antes, depois de tudo que ele fez e das mortes que ele teve culpa, passei a odiar mesmo achando uma personagem excelente, mas agora quero que sofra BEM muito esse maldito ¬¬
Tentando reagir, Sam entra na casa e descobre Kelly já morta e sai a procura do nefilim que já nasceu e já nasceu praticamente um adulto, até que ele descobre Jack (nome que Kelly deu) em seu quarto, pelado e escondido e revela um sorriso um tanto quanto misterioso que não sabemos se isso será bom ou ruim pro nosso futuro. Só sei que a única coisa que eu quero que ele faça é trazer Castiel de volta e ajudar a trazer Mary de volta também, mas Castiel primeiro, PLMDS! Agora vocês me dizem: foi ou não foi um final desesperador? Muito bom, mas muito triste e totalmente desesperador que não sei como conseguir esperar até outubro para acalmar esse meu coração.

Vocês não tem idéia do quanto eu estou arrasada por perder Crowley, tenho certeza que muitos de vocês compartilham da minha dor, não é mesmo? Aí pra completar, perder Castiel também? Não, minha gente, tô sabendo lidar com isso não! Ai desse Jack aí se ele não for boa coisa e Cas se sacrificou à toa, ele trate de trazer meu anjo de volta e logo, pra minha alegria e pra curar a dor dos meus meninos, principalmente a de Dean que me destruiu </3
Pelo menos Cas a gente sabe que teremos de volta, já Crowley não, QUE DOR! 🙁
Bom, espero que o Diabo do Lúcifer sofra bem muito lá nesse mundo infeliz e queria que Bobby e Mary se unissem para acabar com a raça dele por lá mesmo. Outra coisa: seria pedir muito para que Bobby voltasse também? Queria tanto, outra morte que nunca superei.
Estou abaladíssima, revoltadíssima e tristíssima precisando dos comentários de vocês para afogarem as mágoas comigo, vamos lá!
Muito obrigada por terem acompanhado essa temporada comigo e até a 13ª temporada, meus amigos 😉

   

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu