Posts Populares

Supernatural – S14E01 – Stranger in a Strange Land [SEASON PREMIERE]

Sam Winchester, também conhecido, como Rei da p* toda.

A temporada de Supernatural começou bem morninha, sem grandes plots e novidades. Confesso que esperava mais da forma como terminou a temporada anterior, mas depois de tantos anos da série já me acostumei com os altos e baixos da mesma. O grande destaque de tudo mesmo foi o Sam reinando belíssimo no bunker, com os demônios e até com a própria mãe e um comentário a parte é de como o Jared está lindo com aquela barba, como eu amo homem de barba <3
Como eu já disse acima, não tivemos grandes acontecimentos nesse retorno de temporada. O que tivemos foi Miguel/Dean ou como estão chamando por aí, Dichael, indo atrás de pessoas aleatórias ao redor do mundo perguntando a elas o que elas querem de verdade para saber quem ele salvará e manterá do seu lado e, ao que tudo indica, se a resposta não for do tipo que ele quer, ele pretende eliminar juntamente com o resto da Terra. Não somente humanos, porque vimos que ele foi atrás de demônio (como o tal do Kip soltou pra Castiel sem dizer nome) e também de anjos, já que ele foi atrás de Jo para saber se iria recrutá-la ou não. E é justamente aí que tá o pulo do gato, porque vai ser ela mesma que vai ajudar Sam a encontrar seu irmão, já que vimos que no fim do episódio ela ligou pra ele dizendo que eles tem o problema e acho que já sabemos qual é, não é mesmo?
E por falar em Sam, vimos um Sam exausto, fazendo o possível e o impossível pra encontrar seu irmão, chefiando a equipe nova que eles trouxeram daquela realidade paralela e fazendo de tudo, enquanto a inútil da sua mãe Mary, só fica lá bancando a boazinha e fingindo ser uma boa mãe, enquanto na verdade, parece não se importar metade com Dean do que Sam se importa e não se entrega nem 1/4 da forma não só como Sam, mas Castiel e Jack estão dispostos a se entregar. Eu adorei quando Sam disse a ela para ela parar de dizer que vai ficar tudo bem e que vão encontrar Dean, porque realmente parece ser a única coisa que ela sabe fazer… SOS! Tudo bem que ela entrou com Bobby naquele restaurante e surpreendeu os demônios, mas é… foi só isso mesmo. Sinceramente, era melhor ela sumir de vez do que ser assim. Eu tô cheia de ranço dela e sei que não sou só eu.

Enquanto Mary é a rainha da inutilidade e do ranço, Sam é o reizinho da p*rra toda. Nossa, que homem! Sempre admirei o Sam na grande maioria das temporadas, mas nesse episódio ele mostrou literalmente quem manda, principalmente naquela cena com os demônios e o metido a rei do Inferno, Kip. Ele botou o cara no lugar dele total e, por fim, ainda acabou com a raça dele e deu o recado de que não haverá rei do Inferno nenhum mais e se alguém quisesse, ia ter que passar por cima dele e os demoniozinhos tudo deram pra trás. Que hino! Esse povo acha que Crowley é substituível assim, nuncaaaaaa, meu amor. Nunca haverá ninguém como este homem! Inclusive, bateu uma saudade fortíssima dele quando esse Kip tentou “encarnar” ele e eu só fiquei lembrando como era quando ele ainda estava entre nós. Ai, muita saudade real, ele podia voltar assim como Bobby voltou, mesmo que seja diferente né 🙁
E por falar em Bobby, é tão bom tê-lo de volta. Mesmo não sendo o mesmo Bobby de sempre, mas é o Bobby e to achando bem lindo ter ele ali de novo com o Sam, inclusive ele tem sido mais parceiro nessa jornada do que Mary. Sugiro que os roteiristas sumam com a Mary e mantenham o Bobby, certeza que quase todos os hunters (se não todos) vão concordar comigo. Eu só to achando que eles estão insinuando que pode rolar algo entre Mary e Bobby e eu vou literalmente odiar se isso acontecer, espero estar errada.

Por fim, quero falar da relação de Castiel e Jack, que é muito pai e filho mesmo. Por mais que Sam tenha tentado conversar com o Jack, a forma como Cas se entende com Jack é muito pai e filho mesmo, Jack revelou toda a sua revolta e frustração de não estar conseguindo ajudar como gostaria e Castiel lá todo cheio de hematomas, garantiu a ele que eles vão achar Dean juntos sim porque é assim que eles fazem e que por mais que ele ache que não tenha nada, ele tem a família dele que é aquela lá. Amo!
Ah! E por falar em Jack, por alguns segundos achei que Lúcifer tivesse sobrevivido por alguma mágica, mas não, quem sobreviveu foi o humano cujo corpo tava sendo usado por Lúcifer esse tempo todo, o tal de Nick. Já gostei dele de cara, mas não sei qual será exatamente a função dele, resta aguardar.

E é isso, meu povo. O episódio não revelou grandes surpresas, basicamente introduziu como será um pouco dessa temporada e espero que dê uma boa aquecida porque foi bem morno. E vocês, o que acharam e o que estão esperando da 14ª temporada?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries