Posts Populares

Supernatural – S14E13 – Lebanon

Viagem no tempo, quando bem feita, é um negócio lindo demais

Depois do episódio passado, quando o Dean decidiu que, por enquanto, não vai entrar na caixa e se jogar no fundo do oceano, a gente já tava meio choroso com a forma como o Sam tava lidando com tudo isso. Por enquanto, a vida seguiu e eles foram atrás de um vendedor de objetos sobrenaturais, inicialmente querendo saber quais mercadorias ele tinha mas depois desmascarar o cara, já que ele tinha matado e roubado vários desses itens de um caçador conhecido dos Winchester. E um desses itens é uma pérola que concede a quem tocar nela aquilo que o coração da pessoa quer, tipo o mais íntimo dos desejos. E qual é o maior desejo do Dean? Se livrar do Miguel.

Depois de resolver a situação, eles colocam todas as coisas no carro e vão pra casa, pro bunker em Lebanon. Mas antes, eles param na cidade, pra comprar alumas coisas, mostrando que eles são conhecidos lá e fazem parte da comunidade. Mas também têm uns jovens na cidade e como dizem por aí, tem que acabar com o jovem, já que uma das adolescentes de lá achou que seria uma boa ideia roubar o Impala. E todas as coisas que tavam lá dentro, inclusive a pérola. Aí tem toda uma história deles irem atrás do carro, acabando em uma casa onde os adolescentes faziam coisas de adolescentes, um fantasma de um serial killer palhaço (ou palhaço serial killer), os adolescentes presenciando e o Sam e o Dean contando o que eles fazem e como eles não podem contar pra ninguém o que aconteceu ali. Essa parte do episódio é até legal, mas é aquela coisa: Supernatural já virou bem mais do que essa coisa de matar fantasma.

Depois de recuperar o carro e os itens, de volta pro bunker. Dean pega a pérola, fecha os olhos, as luzes piscam e algo acontece. Mas não bem aquilo que eles esperavam, porque o maior desejo do Dean, aquele desejo de dentro do coração, era ter o pai de volta. E habemus John Winchester.

E não é um John trazido de volta a vida, como a Amara fez com a Mary, mas um John do passado, de 2003, antes dele ir atrás do demônio dos olhos amarelos, antes de tudo acontecer com ele e com os filhos. Num primeiro momento, é só felicidade, o pai dos guris tá de volta né. E não bastasse isso, a Mary aparece lá também. Pela primeira desde… sempre, a família Winchester tá reunida.

E isso é um baita motivo pra comemoração, então o Sam e o Dean vão buscar bebidas e comidas, enquanto papai e mamãe ficam no bunker. Só que, chegando lá, as coisas tão um pouco diferentes. E aí que o episódio fica melhor ainda. Se o John veio de 2003, isso quer dizer que ele não tava lá pra todas as coisas que aconteceram, inclusive o Sam voltando da faculdade e todas as coisas que aconteceram após isso, leia-se a série toda. Nessa nova linha temporal, o Dean age sozinho e é procurado pela polícia em todo o país, o Sam virou um palestrante motivacional que fala sobre desapegar da família e o Castiel tá lá, sendo um anjo malvado do Céu, andando com o Zacarias. E são esses dois que vão investigar a alteração no tempo, ou “a perturbação na Força”. Eu amo DEMAIS esses anjos cheios de referências.

Eu esperei ver, nem que fosse uma menção, ao Crowley? Esperei. Fiquei triste porque ela não aconteceu? Um tanto. Mas vida que segue né. No final das contas, quando os guris descobrem o que tá acontecendo, eles sabem que precisam decidir entre arrumar a linha temporal e dizer adeus pro pai ou deixar as coisas ficarem como estão e ver as coisas passarem a ser aquelas. A cena da despedida é um daqueles negócios de cortar o coração, como só Supernatural sabe fazer. Ela dura exatamente o tempo que precisa durar, e é exatamente aquilo que deveria ser. E no fim das contas, tudo volta ao normal, mas certamente algo mudou pra Mary, pro Dean e pro Sam.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries