Posts Populares

The 100 – S07E02 – The Garden

“Minha mãe, minha responsabilidade.”

Algo que sempre me encantou em the 100, foi a sua capacidade de não ter medo. Jason Rothenberg pode já ter dado muitos problemas, mas esse cara sabe renovar uma história como ninguém. Lá na segunda temporada tivemos a morte do Finn e a partir daí desencadeou-se a morte de personagens amados pelos fãs, mortes que apesar de alguns fãs não aceitarem até hoje foram essenciais para o desenrolar da história.

Mas não é só nas mortes que The 100 inova, diferente das maiorias das séries, ela consegue surpreender em todas as suas seasons finales. Se pararmos para analisar, já tivemos um povo que não fazíamos ideia aparecendo e todos morrendo pela mão da Clarke e do Bellamy, Clarke se tornando um sangue negro e comandante temporariamente, o fim do planeta terra duas vezes e um salto temporal de mais de cem anos nos levando para um outra planeta. A sexta temporada dividiu bastante opiniões, mas ela cumpriu o seu propósito, não houve uma repetição de história e agora a sétima e última temporada vem para seguir o mesmo caminho.

“The Garden” respondeu as duas maiores dúvidas dos fãs na temporada passada, onde estava Diyosa e para onde ela e a Octávia haviam ido. A resposta em si me pareceu um pouco simples e deixou ainda mais dúvidas, mas acho que foi necessário para nos introduzir na loucura que será essa temporada. Se elas tivessem ido direto para o planeta Beta, haveria muita ação sim, mas não poderiam ter mostrado com calma a história da Hope.

Que a Diyoza e a Octavia tem uma química absurda é old news, entretanto eu não esperava que elas se tornassem de fato uma família. Ver Hope tendo lar amoroso com essa duas convivendo na mesma casa, parecia impossível, mas deu certo e vimos uma criança muito feliz e muito amada por ambas as personagens.

Com os flashbacks, descobrimos que Octávia ficou presa por 10 anos lá no jardim, não deixou claro quanto tempo ela ficou no outro planeta, mas podemos ver que durante todo esse tempo, o quanto a ex Bloodreina havia mudado e seu maior desejo era voltar para dizer ao seu irmão que ela entendia o motivo dele tê-la deixado para trás. A série sempre soube trabalhar a dinâmica entre os irmãos Blake e foi emocionante ver caçula escrevendo aquela carta na última esperança de dizer ao seu irmão que ela estava bem. É realmente uma pena que não veremos tanta interação entre esses dois, devido ao pedido de afastamento do ator.

Eu geralmente sou contra atores novos já chegar tendo destaques enormes, quando há outros que sempre tiveram ali apagados, mas a Hope me conquistou em um apenas um episódio. Sua história de vida é muito bonita e vemos que ela está desesperada para salvar sua família e dizendo uma nova versão de uma das frases mais famosas de The 100, mas ainda sim não sabemos o que aconteceu nos supostamente dez anos que ela ficou sozinha, só que foi durante esse tempo que ela aprendeu a lutar, o que é uma pena, pois eu amaria ver algumas cenas da Diyoza e da Octávia ensinando alguém a se tornar uma máquina assassina.

Pela primeira vez a Eliza Taylor não apareceu na apareceu em um episódio da série e apesar de amar a atriz e sua personagem, achei acertado dar destaque apenas no passado e presente do planeta anel, ignorando os últimos acontecimentos no Sacturiam. A dinâmica do grupo do passado foi linda e do atual é no mínimo surpreendente. Acho que ninguém jamais adivinharia na temporada passada que Gabriel, Echo e Hope seriam um trio e apesar de ser bem nova a dinâmica entre eles, eu vejo uma possível amizade surgindo.

Gabriel e Echo eram a representação do público nesse episódio, por não saberem nada do planeta, foi através deles que fomos descobrindo onde estavam, como funcionava e o que era a tal anomalia. Já nós havia sido dito no trailer da temporada que a redoma é uma espécie de ponte, mas eu não esperava que houvesse esse tanto de mundos para serem passeados.

Mais uma vez The 100 consegue entregar respostas coesas na hora certa e nos deixa com muito mais dúvidas. Vocês estão tão animados quanto eu?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ives Gonçalves

Um carioca estudante de direito querendo se formar, viciado em x factor´s do mundo e que ama uma praia

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries