Posts Populares

The Amazing Race – S32E03 – We’re Makin’ Big Moves

Colômbia → Brasil

Pela sétima vez a franquia americana de TAR dá as graças em solo brasileiro. Diferentemente das temporadas anteriores que as etapas focaram no Sudeste, em especial Rio de Janeiro e São Paulo, e em uma breve passagem pelo Nordeste na 13ª temporada, dessa vez Phil vestiu seu chapéu panamá e desembarcou no norte do país, mais especificamente em Manaus.

Se os dois primeiros episódios foram bem mornos, essa terceira etapa foi excelente: tivemos alianças, times não lendo as pistas direito e o temido retorno duplo. Apesar do caos entre os times eu gostei bastante da edição do episódio. Um pouco corrida e confusa nos episódios anteriores, dessa vez acertaram a mão e entregaram um episódio delicioso.

Logo de início vemos uma divisão dos times em três blocos, encabeçados por Will & James, o top 5 do episódio anterior, Hung & Chee, Riley & Maddison, DeAngelo & Gary e Eswar & Aparna, formou uma grande aliança. O catalisador dessa aliança foi o laço criado por Leo & Alana e Kaylynn & Haley no desafio dos caminhões na Colômbia que Will & James presenciaram.

Além das duas alianças formadas temos um terceiro bloco, os dos não aliados, os que ficaram de escanteio, Michelle & Victoria e Jerry & Frank, dando a tônica de que eles possam ser os próximos a ir embora.

Acho que alianças em TAR não sejam tão fundamentais como são, por exemplo, em Survivor. Já vimos casos em que os times que estão fora da aliança acabam derrotando os outros um a um e vimos alianças se arrastarem por várias etapas, ajudando o time vencedor.

Os dois pontos de atenção é que apesar de ser muito mais poderosa, a aliança do top 5 é bem menos estável que a dos nerds e das loiras. Will & James e os irmãos do vôlei não parecem que seguirão a aliança se eles estiverem em perigo, além disso Hung & Chee e DeAngelo & Gary não são burros, no primeiro sinal de que a aliança possa ruir eles irão pular fora. Como TAR é um jogo feito de reviravoltas, nos resta acompanhar o que vem por aí.

A etapa em si foi bem divertida, em especial a prova do mercado, ver os times correndo por ai no maior caos me lembrou um pouco as temporadas mais antigas (entre a 7 e a 15) e me deu uma pitada de nostalgia. Outra coisa que me lembrou as temporadas antigas foi que todos os times, exceto Will & James e DeAngelo & Gary, não leram as pistas direito.

No final o progresso dos times está assim:

A impressão que tive de alguns times mudou completamente, vendo lados positivos e negativos que não foram mostrados anteriormente, mudando um pouco o meu ranking pessoal.

#1 Will & James (+1)

Essa foi a etapa perfeita para os dois, encabeçaram uma aliança que até o momento tem dominado a corrida e terminaram em primeiro, espero que sigam nesse embalo e continuem fazendo ótimas etapas. Talvez o que atrapalhe o jogo dos dois seja o overplay, o retorno aplicado em Leo & Alana não era tão necessário, uma vez que outros times apresentam ameaças maiores aos dois.

#2 Hung and Chee (-1)

Mantendo uma média boa o casal conseguiu se manter no topo, talvez se tivessem lido a pista com mais atenção conquistassem a terceira vitória seguida, gosto como os dois trabalham juntos e os vejo indo bem longe na competição.

#3 Riley & Maddison (0)

Os irmãos trabalham bem! Talvez entre os times sejam os que melhor combinam força física e inteligência, o que por si só pode leva-los longe na competição, se mantiverem o ritmo são fortes candidatos a vencer a corrida.

#4 Leo & Alana (+1)

São uma dupla muito boa e sobreviveram a um retorno, o maior mérito dos dois tenha sido conquistar a lealdade das irmãs Kaylynn & Haley e essa aliança pode se provar bem valiosa, porque o casal se provou mais inteligente e estratégico que as irmãs.

#5 DeAngelo & Gary (+5)

A dupla que mais subiu no meu ranking, DeAngelo & Gary se mostraram bem mais carismáticos e estratégicos nessa etapa, mas não foi nada espetacular, ainda se mantém no meio do pelotão e conforme eliminações ocorrerem pode ser perigoso.

#6 Eswar & Aparna (-2)

A dupla mais inofensiva da aliança top 5, os irmãos são bem apagadinhos e sem graça, só continuam na competição porque ainda existem equipes piores que eles.

#7 Kaylynn & Haley (0)

Conseguiram uma terceira colocação na etapa, mas não vejo como uma etapa positiva para as irmãs, selaram uma aliança com Leo & Alana que além de ser uma aliança desigual, coloca um alvo para os outros times, não devem durar muito.

#8 Michelle & Victoria (-2)

Prometeram muito e não cumpriram nada, toda a boa impressão que deram nos primeiros episódios se foi. Perderam a cabeça no desvio, não leram a pista e pra piorar não prestaram atenção na urna contendo a pista bem na frente delas, essa sucessão de erros só não foi catastrófica porque tivemos o retorno (e um time horroroso em último lugar)

#9 Jerry & Frank (0)

Fiquei feliz com a eliminação, dupla ruim nos desafios e pouco carismática, a atuação desastrosa dos dois só corrobora com o meu desgosto por eles, foram tarde.

E vocês? Gostaram dessa etapa? E dos eliminados? Quem vai ser eliminado no próximo episódio? Me conta ai embaixo.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Felipe Tanabe

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries