Posts Populares

The Amazing Race – S32E06/07 – I’m Not Even Walking, I’m Falling/Give Me a Beard Bump

França → Alemanha → Cazaquistão

Essa semana tivemos um episódio duplo, os times foram da França a Alemanha e depois para o Cazaquistão. Eu achei que por serem etapas duplas e não contínuas pelo menos uma das duas seria chatinha, mas me enganei ambas foram bem divertidas e interessantes.

A temporada no geral tem me agradado muito, sendo uma das melhores com um cast sem retornantes, tirando o primeiro episódio que foi bem arrastado, o restante da temporada está sendo surpreendentemente bom.

Da França à Alemanha os times estavam novamente juntos, o que em tese os deixaria no mesmo patamar, mas os problemas ficaram evidentes quando as duplas tiveram que dirigir e se localizar sozinhas.

Não foi um problema para Riley & Maddison, Hung & Chee e DeAngelo & Gary, mas foi para o restante que, tirando Will & James que apesar de bons navegadores ainda têm dificuldade com os carros manuais, ficou perdido e permitiu que uma vantagem fosse aberta.

No Bloqueio tivemos a primeira rachadura na aliança Top 5, quando todos, exceto Eswar & Aparna, estavam travados na prova. Hung mais uma vez provou ser muito competente na execução das provas e foi quem conseguiu descobrir a resposta, mas ficou levemente balançada quando DeAngelo & Gary simplesmente cagaram pra ela e pegaram o único taxi disponível, mesmo ela esperando eles cumprirem a prova.

Ainda no bloqueio tivemos uma rachadura na outra aliança restante, Leo se recusou a passar a resposta para as loiras. O que é completamente compreensível ainda que estrategicamente duvidoso, uma vez que todos os outros times estão minimamente alinhados e como aconteceu nessa etapa, quando a aliança Top 5 se ajudou tirando a chance de Leo alcançá-los, Leo & Alana serão prejudicados invariavelmente.

Abrirei um parêntese para falar da cara que Haley fez quando Leo se recusou a a dar a resposta e Aparna solta um “Obrigado, Leo” logo em seguida, essa cena foi bem importante porque deixou claro que se precisassem as Loiras iriam ferrar com Leo & Alana sem dó e pra mostrar que Eswar & Aparna ainda estão na corrida.

Dessa vez tivemos o inverso do Paraguai, o desvio que parecia mais simples, o de ioga, era de fato mais fácil e acredito que caso Will & James tivessem optado por ele talvez tivéssemos uma corrida mais apertada pelas quatro primeiras posições.

No fim as loiras mantiveram a sorte delas e a etapa era não eliminatória, já a escolha de Hung afetou consideravelmente as chances de a dupla conseguir novamente o primeiro lugar, seria este o fim da aliança Top 5? Como vimos no episódio seguinte, não.

A segunda etapa exibida foi no Cazaquistão, essa foi a segunda vez que TAR visita o país e novamente todos os times foram juntos o que novamente, em tese, os deixaria no mesmo patamar. Dessa vez tivemos de fato os times mais equilibrados, no entanto Kaylynn & Haley tiveram um speed bump para cumprir. A prova não foi complicada ou tomou tempo, mas foi o suficiente para atrapalhar o jogo delas uma vez que a pista seguinte era relativa ao desvio e cada desvio tinha um número restrito de participantes.

O desvio dos dubles era significativamente mais complexo, no entanto, caos executado corretamente, não demandaria tanto tempo quanto o da encenação na vila do Khan, que apesar de mais demorado era bem mais simples.

Nesse ponto a recusa de Leo em ajudar as loiras na Alemanha já se mostrou equivocada, afinal elas conseguiram as respostas antes deles e como esperado não compartilharam com eles, fazendo-os perder ainda mais tempo.

Para completar a desgraça, Will & James mostraram que não estão lá para fazer amigos e, com ajuda de Riley & Maddison, influenciaram as loiras a darem o yeld para Leo & Alana, rompendo de vez a aliança minoritária.

No final os 20 minutos de atraso impostos pelas Loiras aos Nerds fez a diferença enquanto elas sobreviveram, por méritos e não por sorte, o casal foi mandado para casa.

No final o progresso dos times está assim:

O meu ranking pessoal só teve uma mudança em relação à semana anterior.

#1 Will & James (0)

Para mim são os favoritos para vencer, são um time competente nas provas e tem uma boa leitura do jogo, talvez pequem no quesito overplay, mas no geral estão indo muito bem. Presença garantida na final (P.S. Adorei quando eles falam “This is not the amazing best friend race”)

#2 Riley & Maddison (+1)

São o time mais constante na competição, nunca ficaram abaixo do Top 4 e nós sabemos que em TAR regularidade é fundamental. Estão bem posicionados na aliança e acredito que também tem presença garantida na final, não os deixo em primeiro no ranking porque ainda acho Will & James mais completos.

#3 Hung & Chee (-1)

São muito bons e isso é incontestável, mas podem perder a vaga na final por causa dessa lealdade burra a aliança Top 5, precisam urgentemente estabelecer uma linha entre ajudar e não prejudicar seu próprio jogo

#4 DeAngelo & Gary (+1)

Conseguiram um primeiro lugar mais por mérito de Hung do que pelo próprio jogo, não apostaria neles em uma final, mas suas chances aumentam exponencialmente se a aliança top 5 se mantiver firme.

#5 Eswar & Aparna (+1)

Eles ainda estão na corrida (é o que me falaram, eu pessoalmente nem vi eles para ser sincero)

#6 Kaylynn & Haley (+1)

Sobreviveram na Alemanha por sorte e conseguiram uma virada no Cazaquistão, ainda acho o pior time e acredito que serão as próximas a ir embora.

#7 Leo & Alana (-4)

A única narrativa que eles tinham era a rivalidade com Will & James e era bem forçada, o que ferrou com a dupla é que eles achavam que eram frontrunners, mas no máximo eram underdogs, Não eram a dupla menos competente ou carismática, mas uma estratégia mal utilizada na Alemanha voltou para assombra-los.

Estão gostando dessa temporada? Quem são os seus favoritos? Se preparem pois na próxima semana teremos episodio duplo com uma Mega Etapa segundo Phil.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Felipe Tanabe

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries