Posts Populares

The Amazing Race – S32E12 – Now It’s About Winning [Season Finale]

Filipinas → EUA

Na última quarta feira tivemos a grande final da 32ª temporada de The Amazing Race e foi meio sem sal… Apesar de muitas pessoas apontarem a aliança (e consequentemente o pagong realizado) como a maior causa dessa final sem graça. Eu discordo totalmente, as três duplas que estavam ali eram as três melhores da temporada e a aliança apenas garantiu que as três estivessem na final (caso uma delas não estivesse seria, no mínimo, uma grande injustiça).

Para mim foram dois grandes motivos que tornaram a final tão chata e previsível, um totalmente sob controle da produção do programa e outro totalmente fora e que inclusive é muito comum nas finais do programa.

O primeiro e maior motivo foi a escolha das provas, a primeira prova do Mardi Gras foi bem divertida e exigiu que os times prestassem atenção em quais colares eram os corretos, já aprova dos bolos foi também bem elaborada.

Já a prova do bungee Jump foi extremamente sem graça, sem nenhuma dificuldade o que resultou em uma prova meramente protocolar. Por fim o desafio final também deixou a desejar, a dificuldade do quebra cabeça era mínima, o único cuidado era prender as peças corretamente (e mesmo quando não prenderam não custou muito tempo para arrumar).

A produção tem controle sobre três fatores da corrida: o cast, o itinerário e as provas. Ter um cast bom, um itinerário interessante e provas legais de ver são essenciais para uma boa temporada, a 32ª pecou um pouco no terceiro quesito e isso ficou evidente nessa etapa final.

O segundo motivo foi a forma como a etapa se desenrolou, logo no começo do episódio o táxi de Riley & Maddison os levou para o local errado e eles demoraram muito tempo até encontrarem a pista, isso fez com que Will & James e Hung & Chee abrissem uma distância muito grande deles, o que não seria um problema tão grande se não se tratasse de uma final em que só o primeiro lugar importa.

Ainda que na primeira prova Will & James e Hung & Chee estivessem em uma disputa acirrada, na segunda prova tudo desandou. Will simplesmente arrasou na prova, tendo prévio conhecimento sobre o bebê que ele deveria procurar, ele não teve muita dificuldade para completar o bloqueio.

Para piorar Chee teve um deslize enorme na prova ao não notar o bebê que estava na sua frente, fazendo com que a vantagem de Will & James aumentasse ainda mais, nesse ponto, mais ou menos na metade do episódio, já sabíamos que Will & James só não seriam campeões caso as provas seguintes fossem muito complexas e eles cometessem um erro muito grande, o que sabemos que não aconteceu.

No final o progresso dos times ficou assim:

A 32ª temporada começou muito bem, mas teve alguns percalços no finalzinho. Assim como Phil prometeu lá atrás, foi uma temporada de volta as origens, sem muita frescura ou twists. O cast era bem interessante, com diversas duplas interessantes e o top 3 foi inegavelmente muito forte.

No geral eu classificaria essa temporada como média, teve seus momentos, mas caiu de produção em outros, tendo a sua melhor etapa aqui no Brasil. O Grande destaque fica para o primeiro pagong bem sucedido de The Amazing Race, tivemos duas tentativas nas 21ª e 23ª, mas nas duas ocasiões um time de fora acabou atrapalhando os planos das alianças.

A vitória do Will & James foi justíssima, foram uma equipe bem consistente e competente durante a corrida toda e, como foi mostrado, são grandes fãs e se estudaram bastante as provas antes de embarcar, pode-se questionar a moralidade das alianças, mas a vitória dos dois foi inquestionável, correram a final perfeitamente.

E vocês o que acharam da temporada? E o que esperam de uma possível 33ª temporada? Me conta ai embaixo! Até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Felipe Tanabe

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries