Posts Populares

The Big Bang Theory – S10E14 – The Emotion Detection Automation

Isso é tão Black Mirror!

Existem situações na série que muitas vezes nos fazem ter muitos questionamentos, como o porquê do Raj ser o único dentre os amigos não ter tido um grande relacionamento na série, mesmo tendo alguns personagens que passaram em sua vida que poderiam ser desenvolvidos de forma melhor na série, como foram os casos da Bernadette e da Amy, graças a isso os amigos queriam saber esse porque mais exatamente, nisso o Sheldon acabou sendo um pouco invasivo e insensível, como é algo cordial dele e quando a Bernadette comenta da equipe de MIT, que desenvolveu uma máquina que mede os sentimentos dos outros, logo quiseram testar nele.

O Raj ao saber disso queria testa essa máquina em suas ex-namoradas para saber o porquê de nada em sua vida dá certo (te compreendo, amigo), mas ele teve uma ideia ainda melhor, que seria reunir todas as ex-namoradas, mesmo soando louco, acho algo até bom a ser trabalhado, mesmo todos os seus amigos discordando, pois poderiam ferir os sentimentos dele. A máquina que media os sentimentos era demais, acertava tudo, mas se cai na mão de Sheldon como é um jogo de game pode dar muito errado e foi isso que aconteceu, pois quando ele levou para casa começou a medir os sentimentos do Leonard, que estava extremamente bravo porque o irmão da Penny estava indo para a casa deles passar um tempo, caso consiga um emprego, algo que todo mundo deveria ficar com raiva, pois falta de liberdade </3.

A reunião com as ex namoradas do Raj serviu para que elas dissessem tudo que pensam sobre como foi o relacionamento com o indiano, mas o mais incrível foi que o Raj parecia ser uma ponte para um futuro melhor, pois todas elas arrumaram namorados melhores, justamente porque não queriam os defeitos que tinham no Raj, como a insensibilidade que ele tem as vezes, a falta de carência e até mesmo como eram na cama, algo que pensei que o ia chatear muito, mas isso possa ser que ajude ele a crescer mais, pois o bixinho virou um zero à esquerda na série, pois praticamente nem tem uma história para chamar de sua, mas depois que todas foram embora aconteceu algo bem bizarro, pois eu Shippei Raj e Howard, justamente pelo fato do judaico disser que se não der certo seu casamento, ele daria uma chance para o amigo.

A Amy percebeu o quanto seu namorado ficou chateado por tudo que aconteceu graças a máquina de emoção e foi conversar com ele, mas Amy é meio doida, mas como o Sheldon é mais isso sempre ajuda ele, mas ajudou mais ainda quando a Penny e o Leonard foram pedi desculpas para o amigo, que logo percebeu que ambos ficaram com raiva um do outro, pelo fato da Penny botar a culpa no marido, quando for contar aos pais sobre a não recepção que terá ao seu irmão. Porém algo que me chateia muito nessa temporada é que eles quando se reúnem, é só no final do episódio, como foi nesse, apenas para a Bernadette falar o que o Sheldon estava sentindo (que é a superioridade dele, desde a primeira temporada).

Mais um episódio “ok” de TBBT, pois me fez ri em apenas algumas partes, porém adorei dando um espaço maior ao Raj, porque nessa temporada ele está extremamente apagado, onde suas poucas coisas solo (quando a história envolve ele diretamente) foi sobre relacionamentos, onde nada dá certo, que ultimamente estou achando que é baseado em minha vida, e não duvido que ele saia com homens na série logo. Sobre a máquina de analisar sentimentos me pareceu tão Black Mirror, sei lá, essas coisas nos fazem pensar e temos que dar graças a Deus em não existir.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries