EXPECTOOO PATRONUM…

As coisas não andavam fáceis para Barry Allen, sem sua velocidade ele acabou se tornando um homem quebrado, e incapaz de lidar com todos os meta-humanos que aparecessem ou com o resgate de Caitlin Snow.  E interessante ver que mesmo nessas condições ele sabe que o Flash acabou se tornando aquela figura do herói que traz a luz, que traz a paz e a segurança e  que tudo isso estava ameaçado, se pensarmos nas duas temporadas como um todo é exatamente isso que foi construído por todo Team Flash, e quando vemos o projeto de Cisco e Barry para projetar um holograma como uma forma de ajudar a força policial a continuar combatendo o crime sem sua velocidade, vimos exatamente isso uma tentativa de manter a chama acesa, a luz acesa. Barry representa essa luz e teve isso tirado por Zoom.

E lutando justamente contra isso temos Zoom, um vilão tão grandioso que foi capaz de criar Jay Garrick e fornecer esse mesmo tipo de esperança para toda a Terra 2 antes de devasta-la com seus poderes e controlar tudo em busca de poder, e vimos que esse é o seu novo plano, conquistar a terra 1 através desse tipo de mensagem e usando o medo, afirmando que toda a luz que protegia Central City acabou. E esse contraponto entre trevas e luz é interessante e algo sub trabalhado em toda trama de The Flash. Mas agora vamos parar de filosofar e ir ao que realmente aconteceu nesse arrebatador “Rupture”. Vimos que Zoom chegou na Terra 1 ameaçando todos os policiais e tomando a delegacia da cidade, e que segue com Caitlin Snow como sua prisioneira e futura amante, já que ele sente um tipo de laço de amor maternal talvez com ela. Mas durante o episódio vimos que esse efeito de Caitlin sobre Hunter Zolomon pode estar com as horas contadas, ele está cada vez mais impaciente.

Enquanto tudo isso rolava nas ruas de Central City e na delegacia, vimos alguém trabalhando por um bem maior, Harrisson Wells passou a maioria do episódio tentando convencer Barry a participar de uma nova explosão do acelerador de partículas e assim reaver a sua velocidade, mas o nosso herói se mostra cauteloso, afinal da última vez que um acelerador explodiu vimos toda Central City ficar empestada de meta humanos. E para complicar ainda mais essa decisão temos a volta de Henry Allen que voltou apenas para conseguir o título de personagem mais chato dessa série, superando Iris e Wally HAHA, brincadeiras à parte, achei esse retorno dele meio esquisito, com alguém fica tanto tempo sem ver seu filho, sem dar notícias ou sem aparecer? Existe algo por trás desse pai do Barry, eu sinto isso.

Enfim, sendo assim o palco para um episódio dramático em Central City estava armado, e Barry se mostrou receoso e negou o plano de Wells ainda mais depois da declaração de Iris, sendo assim, o Team Flash precisava combater o Ceifador sem um Flash, e com um brilhante plano conseguiram vencer o irmão do Cisco da Terra 2, mas ninguém contava com um Zoom puto da vida e que chegou acabando com a vida de quase todos os presentes. Sendo assim, Barry não tinha outra saída e mesmo com seu pai enchendo o sacooooo, ele aceitou o plano de Wells e assim finalmente teríamos a segunda explosão do acelerador de partículas.

FB_IMG_1462641376693

Comparativo feito pela página The Flash BRASIL das duas transformações do Flash! IRADOO!

O plano de Wells não era exatamente simples, tudo teria que ser recriado e realizado dentro de uma espécie de capsula para conter a explosão, sendo assim as substâncias químicas nas quais Barry trabalhava na noite do acidente foram injetadas em seu corpo, Cisco usou um dispositivo para recriar a tempestade e conseguir direcionar o raio para Barry e tivemos uma das melhores sequencias de toda essa série, quando Cisco falou Expecto Patronum, eu ri demais…

FB_IMG_1462641421396

..todo aquele clima tenso sumiu por alguns míseros segundos. Mas de repente vimos Barry se contorcendo todo, sofrendo com as dores e do nada vimos um relâmpago vermelho correndo e atingindo em cheio Wally e Jesse que passaram o episódio inteiro presos naquela câmara do Star Labs e que conseguiram sair com a intenção de ajudar fazendo sabe se lá o que pelo menos agora os dois devem conseguir ajudar! HAHAHA

404253

Sendo assim, Rupture foi realmente dramático e ainda mais agora com Zoom a solta e sem Flash e sem Barry, tudo parece estar perdido, todos acreditam que Barry morreu, mas obviamente aquele relâmpago vermelho que saiu correndo era toda sua matéria saindo e indo para alguma outra dimensão, e a promo do episódio 2×21 mostra que foi provavelmente isso que aconteceu.

404247

O episódio em si foi ótimo e ainda teve tempo de trabalhar de forma cautelosa na relação entre Barry e Iris, que deixei aqui para o final da review pois muitos não gostam de Iris, mas vejo ela como uma personagem que só cresce e se torna menos chata, a Iris de hoje é bem diferente da Iris da primeira temporada e acredito que algo irá rolar entre eles sim, e que será algo bem planejado e feito como veem sendo feito até agora. Enfim, por hoje é isso pessoal, o que vocês esperam do próximo episódio? Estou ansioso e na espera por essa reta final que promete!

Lindomar Albuquerque
Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: