Run, Barry, Run!

Ola pessoal, tudo bem com vcs? The Flash entra em sua reta final com um saldo positivo nessa segunda temporada, ela veio meio cambaleando e enrolando no início, mas do meio até agora vem apresentando ótimos episódios, com roteiros fechados, sequencias de ação, drama e uma pitada de humor. Em The Runaway Dinossaur, lidamos com os acontecimentos da nova explosão do acelarador de particular, aparentemente para o Team Flash em Central City, tudo estava acabado, Barry tinha sido morto e ainda de bônus viram Jesse Quick entrar em um coma profundo. O que ninguém sabia, ou melhor dizendo o que passaram alguns minutos sem saber é que Barry foi enviado para uma outra dimensão, a chamada Speed Force.

Sabendo que Barry estava preso em outra dimensão, que Jesse Quick estava em coma e tendo que lidar com a presença de um zumbi com crush na Iris, o #TeamFlash teve que se dividir para conseguir dar conta de tudo, e vimos que Iris manda bem no cooper e deu umas corridas leves por Central City. Enquanto isso, Henry Allen fazia uma hora extra sendo o médico de Jesse e Wells e Cisco lidavam com o resgate de Barry.

O ponto fraco desse episódio foi a volta de Henry Allen, mas tudo ficou claro quando vimos os encontros que Barry teve na Speed Force, ou seja, era um mal necessário, mas espero que ele morra logo nos próximos episódios, afinal Zoom não deve perder para o Flash no season finale sem alguma perda grande para o nosso herói.

E chegamos a Speed Force, momento de muita emoção neste episódio, apesar de Barry Allen ter ouvido a palavra set Barry (sente Barry) umas quinhentas vezes, acabamos tendo a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o conceito da speed force e ver o que tanto atormentava nosso herói. Queria mais uma vez parabenizar Grant Gustin pela bela interpretação com direito a lágrimas e a quase arrancar minhas lágrimas, particularmente adorei o momento do conto do dinossauro, até trouxe o mesmo novamente para quem quiser ler…

”Era uma vez, um pequeno dinossauro, chamado Maiassauro que vivia com sua mãe. Um dia ele falou pra sua mãe:  eu gostaria de ser especial como os outros dinossauros. Se eu fosse um T-Rex, poderia mastigar com meus dentes ferozes.” ” Mas se você fosse um T-Rex”, disse sua mãe, ” como me abraçaria com seus braços pequenininhos ? ” . ”Gostaria de ser um apatossauro” , disse o pequeno dinossauro, ” então com meu pescoço longo poderia ver acima das árvores.” Mas se você fosse fosse um apatossauro”, disse sua mãe, ” como você iria me escutar acima das árvores, quando eu dizer que eu te amo? O que te faz tão especial Maiassauro ?” , são seus dentes ferozes? seu pescoço longo ? seu bico pontudo? O que te faz tão especial, e diferente de todos os outros dinossauros desse mundo, é que você tem a mãe certa para você; E que sempre irá te amar.”

FB_IMG_1463194465112

E foi de cortar o coração ver o quanto de remorso ele carregava por ter tido a oportunidade de salvar sua mãe e não ter salvo, o peso que ele carrega nas costas, ter que lidar com todos os meta-humanos gerados pela mesma explosão que o originou, e de certa forma saber que estava destinado a passar por tudo isso, ele realmente precisava desses momentos de cuidados e dessas palavras fornecidas pela Speed Force para então voltar e encarar Zoom.

FB_IMG_1463194936105

E vimos mais uma cena que inicia o possível romance entre Barry Allen e Iris West, quando Cisco tenta novamente resgatar Barry, vimos que Henry Allen até tentou, mas foi Iris a responsável por fazer tudo aquilo, mesmo sabendo que Cisco poderia ter feito tudo isso sozinho, é uma boa sacada dos produtores de construir o romance dos dois aos poucos, com abraços, carinho, confissões e tudo mais. Aliás que fora que Iris deu falando que não gostava do livro do dinossauro. HAHAHA

Entre outros acontecimentos importantes tivemos dois, aparentemente Wally West AINDA não ganhou poderes, já Jesse Quick tem algo a revelar nos próximos episódios, vimos que ela foi acordada pelo choque entre Barry e ela, e que ele já sabia que isso iria ocorrer, séria algum tipo de visão do futuro? Sabedoria? Eu não sei, mas já to amando!

Zoom cansou de Caitlin e deixou a decisão para ela, ou está comigo ou contra e pode morrer, além disso ele trouxe um exército de meta humanos da Terra 2, que incluem a Canário Negro para acabar com Central City. Sendo assim veremos uma série de confrontos nesses dois últimos episódios desta temporada que tem tudo para ser fenomenal. Antes de finalizar a review, na semana passada acabei de esquecendo de falar sobre a coincidência de Henry Allen ter um tio em sua família como sobrenome Garrick, ficou a dica que Zoom não tirou esse nome. Enfim, até a próxima semana e segue a promo de Invincible…

 

Lindomar Albuquerque
Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.
Deixe-nos um comentário!
  • Paulo Adriano

    Oi, Lindomar. Ótima review. Eu não assisti, mas costumo vir aqui, ler e depois assistir. Hahaha.
    Quantos episódios serão nessa temporada? Queria muito que Barry fosse o Flash do cinema, mas fazer o quê, né? Abraços.

    • Lindomar Albuquerque

      Oi Paulo, São 23 episódios, temos mais 2 então! Sobre o Barry no cinema queria tanto, Grant nasceu pra ser o Flash haha

%d blogueiros gostam disto: