Posts Populares

The Flash – S03E11 – Dead or Alive

Sejam muito bem-vindos as confusões temporais de Barry Allen. Posso dizer que se tem algo que me incomoda com o enredo de The Flash é a mutabilidade dos personagens e dos plots que eles estão envolvidos.  Começamos a temporada com coisas bem diferentes e rumos novos para história do herói, isso graças a sua tentativa frustrada de salvar sua mãe que causou danos irreparáveis na linha do tempo natural transformando o passado de muitos e modificando assim o presente. Mas para a surpresa de Barry, as alterações causadas por ele não só modificariam o que estava acontecendo, mas também o que estava para acontecer. Como vimos nos episódios anteriores, o velocista acaba tendo uma visão do futuro em que Iris é morta por Savitar e decide mudar os fatos que se concretizaram antes para tentar modificar o futuro.

A relação entre Barry e Iris correu muito rápido, tão rápido quanto um flash, nessa temporada e eu posso dizer que por isso talvez ainda sinta um “buraco” de história entre os dois. Para quem não acompanha os quadrinhos da série, em uma das versões, Iris West Allen se casa com Barry antes de saber que ele é o flash e ocasionalmente é morta pelo professor Zoom durante uma festa a fantasia. Aparentemente, pouco podemos relacionar o que foi relatado nos quadrinhos com o rumo da série, mas é claro que podemos encontrar algumas relações, isso porque Iris se encontrava vestida como se estivesse em uma festa durante sua morte e foi um velocista inimigo de Barry que a matou. Sabemos que Zoom foi vencido na temporada passada, mas também sabemos que Savitar parece muito com o que conta a história de Zoom nos quadrinhos. Zoom seria alguém do futuro que via Barry como uma ameaça da mesma forma que Savitar se apresenta na série. Vejamos onde isso vai dar.

O episódio dessa semana foi um típico episódio Filler para preencher espaço e enrolar já que o mesmo não acrescentou em praticamente nada para o plot principal. Dessa vez, a história rodou em torno de Cisco e HR (Wells da Terra sei lá quanto) além de continuar com os desafios de Barry ao tentar emplacar Wally (Kid Flash) como novo heróis de Central City. HR é perseguido por Jipsy, uma espécie de “coletora” de sua terra que captura pessoas que cometeram crimes ou infringirem as leis, já que no caso o cientista poeta não tinha permissão para viajar no tempo. A coletora tem as mesmas habilidades de “vibrar” de Cisco, o que deixam o garoto um tanto quanto alvoroçado e atraído por ela, assim como todas as “vilãs” que aparecem na série. Como a sentença para quem viaja no tempo é de morte, Barry e o time flash decidem arquitetar um plano para impedir que ele seja levado e consequentemente morto. Então, Cisco desafia Jipsy para um confronto até a morte tal qual o perdedor teria o direito sobre a liberdade de HR. A briga parecia ganha para o lado da garota, já que como a mesma disse, Francisco precisava aprender muito sobre o potencial de seus poderes. Mas nada subestima a potencial inteligência do latino que contra-ataca no momento oportuno e vence o desafio (obvio né). Assim, HR se livra da morte e Cisco ainda termina com um beijo de agradecimento por seu gesto de cavalheirismo ao poupar a vida da coletora. Pobre Cisco!

Enquanto isso, como Draco explicou em seus cálculos inexplicáveis, Barry teria que subir seu rendimento em uma taxa de crescimento de velocidade muito alta pelo tempo que tinham até o acontecido. Logo, o herói não seria rápido o suficiente para salvar sua mulher. Daí que ao perceber que Wally poderia alcançar tais números, deu a ele a responsabilidade de ser rápido o suficiente e salvar Iris de Savitar. O que eu acho mais engraçado é que mesmo com a abertura falando “I’m the fastest man alive”, Barry em nenhum momento dessa série foi o homem mais rápido vivo fora que demorou 10 anos para aprender o que o Wally fez em dois episódios. COMPLICADO! Fiquem ligados no próximo episódio de #TheFlash e nas novidades que vem por aí!

Promo do próximo episódio:

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Carlos Alberto

Estudante de Engenharia, amante de música, viciado em séries e programas de TV! Fã de carteirinha de The 100, Flash, Game of Thrones e etc, se arrisca escrevendo reviews de suas séries favoritas!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries