Posts Populares

The Flash – S04E17 – Null and Annoyed

Quase nada de interessante no Team Flash, mas no lado do DeVoe…

Tá, dizer que nada de interessante aconteceu no Team Flash é ser um pouco exagerado. A visita do Breacher foi um ponto bem positivo, embora não tenha acrescentado absolutamente nada pra história. E, não vamos nos esquecer, toda vez que o Machete aparece em algum lugar é motivo pra comemorar né.

Mas enfim, agora que o Harry tomou o EZT e tá um tanto quanto mais genial (quem pegar a referência ganha um abraço), ele descobriu quem são os outros dois metas do ônibus, então já é mais fácil achar eles, na teoria. Na prática, os dois são dois fantasmas que ninguém faz a menor ideia de como achar. Mas a primeira, a Janet, é alguém que eles conseguem encontrar, a Nula, com seus poderes de afetar a densidade das células. Toda a história dela é um filler gigantesco, daqueles que o Dragon Ball utilizava, só pra gente nunca descobrir como Namekusei explodia ou como a luta do Freeza com o Goku terminava. Naturalmente, eles conseguem capturar ela, em algum momento, com o apoio do Ralph, e é bem importante a gente falar dele.

A gente sabe que o Ralph lida com as coisas ou fugindo ou fazendo piadas. É a forma que ele encontrou pra sobreviver nesse mundo que só deu patada nele. Nem vou fazer nenhum julgamento, até porque eu mesmo faço piadas pra lidar com as coisas. Mas, pro Barry, isso era algo errado, algo que ele interpretava como falta de empenho, falta de interesse. E, levando em conta que eles tão indo atrás do DeVoe, que tem o Ralph como alvo,  isso era quase que imperdoável. No começo do episódio, em um dos treinos de combate, o Dibny acaba por fazer algo diferente do combinado e isso já deixou o Barry bem pistola. E as coisas não foram mudando muito, já que a postura dele continuou a mesma.

Aí, mais pro fim do episódio, o Ralph conta a história dele, dizendo que o pai dele abandonou ele e a mãe quando ele tinha 10 anos, e a forma de lidar com isso, de fazer com que a mãe dele não ficasse tão assustada, foi fazer piadas, desde que isso afastasse o medo dela – e, eventualmente, o dele também. E a partir daí o Barry entendeu o que realmente tava rolando.

Enquanto isso, em outro filler, o Breacher chega pra falar com o Cisco pedindo ajuda pra resolver a situação dele, que do nada tinha ficado ser a habilidade de lançar as rajadas. Depois de muita confusão e aventura com essa turma da pesada, a Caitlin descobre que o problema não tem solução, que é só um sinal da idade.  E o Cisco demora muito tempo pra contar isso pra ele, com medo do Machete e com medo de perder a namorada que ele mal vê, mas no fim das contas conta. E até que o sogro lida bem com isso, inclusive decidindo se aposentar e oferecendo o cargo antigo pro Cisco.

MAS, CHEGA DE ENROLAÇÃO E BORA FALAR DO QUE REALMENTE IMPORTA: O DEVOE É UM GRANDESSÍSSIMO CRETINO. A Marlize fez de tudo por esse homem. Construiu o capacete que fez ele ganhar os poderes, construiu a cadeira que permitia que ele ficasse mais tempo vivo, é a engenheira por trás de absolutamente tudo que esse cara tem hoje. E quando ela começa a perceber que tem algo podre no reino da Dinamarca, ela descobre que ele tá apagando a memória dela, vez após vez sempre que chega a conclusão de que ele tá controlando ela com a telepatia feat. as habilidades do Chorão, que foi um meta criado só e somente pra manter ela sob controle. Ou seja, ele premeditou que ela iria se revoltar, o que torna tudo muito pior. E a gente não sabe quantas vezes a Marlize descobriu o plano dele, mas tudo indica que foram várias. E, visto que não demora um dia pra ela perceber tudo, ela tá vivendo um misto de Dia da Marmota com Como se Fosse a Primeira Vez, só que a versão dark deles (sempre lembrando que Como se Fosse a Primeira Vez é a história de um cara que obriga a mina a se apaixonar por ele todos os dias, pelo resto da vida dela, sem dar opção pra ela).

No fim das contas, The Flash nos deu mais um daqueles episódios que no geral a gente nem vai lembrar direito, mas só de alguns momentos.  Depois Flashtime, que foi um senhor episódio, era só ter continuado. Mas agora é torcer pra vir algo bom nesse fim de temporada que se aproxima.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Rafael Augusto

Um hiperativo que não sabe viver sem ler, escrever, ouvir música, ver séries e filmes, geralmente tudo ao mesmo tempo. Fã de ficção científica, suspense, Stephen King e histórias em quadrinhos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries