Posts Populares

The Four Brasil – S01E05 – Episódio 5

Batalhas mais acirradas apesar de tudo

Olá minha gente! E estamos no quinto episódio de The Four Brasil, nessa semana os finalistas são Nega, Santaella, Tay e Leo. Eu achei essa formação bem fraca, ganhando apenas dos Original Four da primeira semana. Ja adianto aqui que nem todo mundo batalhou nesse episódio, o que acho bem triste, três batalhas por noite é muito injusto com quem preparou e ensaiou uma performance uma semana inteira pra no final nem cantar.

Enfim, Felipe e Davi comentam o episódio comigo e sem mais vamos a review.

Pra começar a noite os 4 finalistas cantaram o sucesso de Bon Jovi, It’s My Life. De todos os 5 grupos de finalistas que se apresentaram, esse foi o segundo mais fraco, pelo menos pra mim. Algo que me confortou foi que a edição de áudio estava ótima, continue assim Record.

Ivan Lima – Wasting Love by Iron Maiden

Valber – Temos um possível finalista aqui? Ivan foi mais uma grata surpresa da competição. Ele canta muito bem, sabe passar a mensagem da música, voz potente e levou a platéia a loucura. Acho que depois de Rully, ele foi o participante que mais me surpreendeu positivamente em uma audição.

Felipe – Nossa Ivan, fiquei até emocionado! Ele realmente chegou com uma vontade incrível, eu gosto muito desse drive da voz dele e uma interpretação musical com a pegada mais forte. E se pode ver que o Ivan desempenhou um excelente trabalho, com uma música não tão popular.

Davi – Que songchoice ousada, minha gente! Eu não acho que a música foi equivocada, até porque quem decide essa primeira parte são eles. E eles pareciam conhecer a música. Sobre a apresentação, eu curti bastante. O timbre dele é bem genérico, mas como ele usou muito drive na música, ficou um pouco difícil de perceber isso. Não é o meu estilo musical preferido, mas daria uma ótima batalha.

 

DESAFIO – Tay Rodriguez vs Ivan Lima

 

Tay Rodriguez – Price Tag by Jessie J

 

Valber – É uma música que eu amo. Numa batalha ela teria que apresentar algum diferencial pra se destacar. Seja no arranjo ou cantar a parte do rap. Aqui eu achei ela bem básica, claro, teve que lidar com dois tempos na música, mas no final não me empolgou.

 

Felipe – Ela resolveu cantar Jessie J, Price Tag é uma música que requer uma dinâmica e um controle vocal bem complexo e ela não conseguiu desempenhar tão bem.

 

Davi –  AAAAAAAAAA, eu sou muito apaixonado na voz dessa mulher. A primeira parte da música foi muito linda, eu até achei que seria um pisão no outro. Mas quando a música chegou na sua parte rápida, Tay acabou desandando um pouco. Estou bem triste, porque ela poderia ter apostado em uma música mais sentimental e explorar mais sua voz.

 

Ivan Lima – Still Loving You by Scorpions

Valber – Matou com bondade. É muito difícil ver um participante entregar uma performance superior que a primeira. Ivan não só fez tudo que a primeira apresentação mostrou, como também mostrou que tem um falsete bom (nada nível pra um Dream On), mas foi o suficiente pra animar todos da platéia e jurados. Meu The Four está vivo.

 

Felipe – No meio tempo das apresentações, dei uma rápida pesquisada na internet sobre ele e não achei nada. Onde estava escondido esse talento Brasil? O Ivan veio com uma música complicada de cantar e fez com maestria, fiquei realmente impressionado com ele e espero que conquiste a cadeira.

 

Davi – Aqui eu vejo o oposto do que aconteceu com Tay. Ele escolheu uma música bem mais emocionante e que cativa mais o público. Acaba que todo mundo fica vidrado na apresentação o tempo todo. Minha opinião sobre a voz dele não mudou: ainda acho comum, mas ele supera isso com a utilização de drives(o tempo todo), melismas e falsetes.

 

 

Ivan vence e se torna novo membro do The Four Brasil

Daniella Firme – Piece Of My Heart by Janis Joplin

Valber – É meio difícil acreditar que alguém pega um clássico do rock e faz um arranjo desses. Achei bem fraco e vocalmente faltou controle também.

Felipe – Daniela tem um timbre bem específico não muito comum, porém, bem bonito. Sua dicção atrapalhou o entendimento da letra da música, ela guiou a música de uma forma mais despojada que num contexto de competição parece uma apresentação desconexa.

Davi – Que apresentação confusa! Eu nem consegui reconhecer a música de começo.  Eu também não consegui entender algumas palavras, porque ela parecia um pouco nervosa. Ai gente, não curti mesmo e fiquei a apresentação roda sem entender qual era a intenção dela transformando a música daquela forma.

 

 

Marianna Suzzuke – Não Vou Ficar by Tim Maia

Eu adorei ela. Seria muito interessante ver ela contra o Santaella, que inclusive era o único que ela tinha chances de pegar uma cadeira. Teve falhas? Sim, mas seria interessante a ver batalhando na expectativa dela melhorar.

Felipe – Apesar da música escolhida pela Mari ser bem agitada, ela não conseguiu entreter o público, realmente parecia estar escutando uma pessoa cantando no karaokê. Em determinados momentos da canção faltou fôlego, ocorrendo que ela não conseguisse completar algumas palavras. O mais engraçado é a parte da falta de animação da própria família dela.

Davi – Essa veio com garra! Ela explorou os seus recursos vocais do começo ao fim da música. Mostrou muita atitude e vontade de batalhar. E eu admiro isso. A voz dela é bonita, nada muito surpreendente. Perfeita pra batalhas com Nega.

DESAFIO – Nêga vs Marianna Suzzuke

 

Nêga – Alô Alô Marciano by Elis Regina

Valber –  Se eu gostei da escolha da música? Eu gostei, fugiu do óbvio, mostrou variedade no repertório e uma certa coragem a mais por cantar uma música da mãe do jurado que está avaliando, mas não vou levar isso em consideração. É uma música que eu gosto bastante, mas pra ser cantada nesse tipo de reality tem que imprimir tanta personalidade na apresentação que se não fica parecendo karaokê. Nêga conseguiu ir bem, mas faltou exatamente ela deixar uma marca dela na apresentação.

Felipe – Nega fez uma batalha digna, cativando o público, com uma boa presença de palco e um vocal bem ok. #SaudedeRully

 

Davi – Achei a música beeeeem a cara de Nega. Eu amo essa música, então fiquei muito animado com a apresentação. Adoro a voz dela, acho única e muito linda. Meu único problema com essa apresentação é que a maioria das vezes que alguém canta essa música, fica muito parecido com a versão original. Fora isso, amei. 

 

 

Marianna Suzzuke – Run To You by Whitney Houston

 

Valber – Quando eu vi o nome da música eu pensei “f u d e u”. Conforme a apresentação ia avançando eu tava ansioso por uma explosão vocal dela que não veio e isso de certa forma me decepcionou. Esperava um pouco mais dela que não fez feio, mas foi tão basico, se bobear ainda prefiro a primeira apresentação que essa.

Felipe – Ela não tem uma explosão de uma cantora competitiva, apesar de ter se saído bem melhor do que na primeira apresentação, ela não merece uma cadeira. Na verdade, talvez nenhuma das duas mereça a cadeira.

 

Davi – Amo essa música. Então, Mari cantou tudo muito correto. Só que ela poderia ter levado adiante. Essa canção é muito grande pra ficar numa coisa só. Talvez seja porque eu já vi muitas apresentações dessa música, mas acabei achando chato.

 

 

Nega vence e permanece mais uma semana no The Four Brasil

Ton Cremon – Cryin by Aerosmith

Valber –  Quando vi que era um representante roqueiro eu até comecei a curtir, mas o excesso de drives da voz dele começou a me incomodar. Se fosse pra desafiar o Santaella eu até me esforçava pra ver ele se apresentando de novo.

 Felipe – O pessoal do Rock está representado bem no programa, ele fez uma boa apresentação com muitas notas altas, executadas corretamente com ênfase em uma das últimas notas de cabeça que ele deu, que foi realmente de arrepiar.

Davi – Nossa, até me senti mal de ter falado que o Ivan cantava muito em drive. Esse aqui foi realmente a música inteira kkkk Apresentação bem básica para uma canção extremamente poderosa.

 

 

DESAFIO – Leo Mahuad vs Ton Cremon

 

Leo Mahuad -Treat You Better by Shawn Mendes

 

Valber – Foi uma escolha musical que me surpreendeu de fato. Alguém que estava seguindo um estilo tão fielmente e na semana seguinte vai pro pop melódico. E ainda assim ele foi bem e se mostrou bem superior a batalha.

Felipe – Eu acho o Léo muito merecedor dessa cadeira, nessa apresentação ele resolveu utilizar o pop, impulsionando ainda mais a plateia a acompanha-lo na música, porém, acho dentre todas as suas apresentações a mais fraca dele, principalmente levando em consideração a nota que ele tentou subir, mas falhou gravemente.

Davi – Nossa, estou um pouco surpreso aqui. Não pensei que fosse gostar e acabei adorando. Honestamente, não é meu tipo de música, mas amei a dinâmica da apresentação. Achei muito cativante. Atenta.

 

 

Ton Cremon – Sweet Child O’ Mine by Guns N’ Roses

Valber – Ele tinha tudo para pegar uma cadeira, mas errou feio no principal que não foi nem a escolha da música, mas que arranjo foi esse??? Tirou toda a essência da música. Enfim, foi uma performance que eu não gostei.

Felipe – O arranjo realmente cagou na cabeça dele, o arranjo não condizia com tipo de música que ele canta. Apesar de suas notas serem bem precisas, o contexto geral ficou bem brega.

Davi – Ele escolheu outra música pesadíssima e fez o básico. Pra mim, as melhores partes foi quando eu conseguia escutar o timbre dele claramente na canção. O timbre dele é propício para o rock, não tem necessidade de fazer tudo em drive.

 

 

Leo vence e permanece mais uma semana no The Four Brasil

————- Considerações Finais ————-

Acredito que tenha sido um bom episódio se for levar em consideração  a edicão de som, que nesse episódio estava de parabéns! Agora em relação as batalhas eu achei o episódio bem fraco, a começar por Santaella que nem cantou, Tay que perdeu a cadeira para Ivan. . Nega e Leo conseguem defender a permanência na cadeira.

 

E assim encerro a review, o que vocês acharam desse episódio, comentem aí e não deixem de acompanhar as novidades da temporada no site oficial clicando aqui. Até a proxima gente.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries