Posts Populares

The Four Brasil – S01E06 – Episódio 6

Reta final, meu povo!

Oi, oi! Depois de um programa muuuuuuito bom na semana passada, estou chegando para falar do sexto episódio do The Four Brasil, que continua muito bem, obrigada! Já estamos em reta final, hein? A competição só vai se afunilando e o nível dos candidatos tem ficado cada vez melhor. Parece que a produção deixou os melhores por último e isso, de certa forma, nos deixa com a sensação de que a qualquer hora  a gente pode perder um favorito.

Se o programa da semana passada foi ótimo, o episódio dessa última quarta foi um pouco inferior, mas ainda foi legal. Além das apresentações, tivemos uma novidade no palco: Marcos Mion substituiu a Xuxa, que precisou se ausentar das gravações, após seu lindo cachorrinho virar anjinho. Forças a Xuxa! Como eu acho o Mion um ótimo apresentador, eu super achei que ele deu conta do recado e soube conduzir bem o programa.

Bom, para contar tudo o que rolou tenho comigo hoje o comentarista Mateus, que me ajudará a avaliar as performances. Então, vamos aos comentários!

Antes de tudo, como de praxe, o programa foi aberto com uma apresentação dos quatro finalistas atuais: Léo, Nega, Santaella e Ivan. Eles cantaram Runnin’. Gostei muito do começo, Nega maravilhosa! Algumas harmonias funcionaram bem, outras nem tanto. Mas, no geral, achei a performance bem chata.

Patrícia Toledo – “Girl on Fire” by Alícia Keys

Tati: Ai,gente! Patrícia demonstra uma atitude e presença de palco invejáveis. Curti muito isso nela. Mas é impressão minha ou ela ficou nervosa em alguns momentos? Pois Isso claramente interfere na voz dela, que, em certos momentos, ficou um pouquinho abafada. Enfim, enxerguei muito potencial nela, mas com essa música não funcionou pra mim. De qualquer forma, espero que ela tenha outras oportunidades daqui pra frente.

Mateus: Ela arriscou bem com essa música forte e dificil e cantou bem e confiança . Mas para mim nao trouxe nada de novo e que mostrasse quem é como artista.

Patrícia foi reprovada e não conseguiu lutar por cadeira.

Nano Vianna – “What’s Up” by 4 Non Blondes

Tati: Olha, essa versão tirou totalmente a emoção dessa musica. Mas eu curti muito, viu? Achei interessante e gostosinha de se ouvir. A voz dele é agradável e o achei bem simpático quando ele está cantando. Ele só é beeeeem  “seguro”, né? HAHAHAHAHA Enfim, foi uma boa performance e eu também o deixaria cantar.

Mateus: Ele deu a sua versão a esse hino e eu achei estranho. Mostro o artista que ele é mas essa versão nao me desceu. Canta bem e ter postura de palco e soube comandar bem.

Nano foi aprovado e escolheu Léo para tentar roubar a cadeira.

Desafio – Léo Mahuad vs Nanno Vianna

Léo Mahuad – “Proud Mary” by Creedence Clearwater Revival

Tati: Sempre no violão? Sempre no violão! Mas Léo arrasa demais nesse programa, minha gente. Já cantou de tudo e eu gostei demais dessa versão, achei divertida e só mostrou a versatilidade dele. Eu curti a performance, só achei que ele pecou um pouco vocalmente nas partes mais agudas, mas, de fato, elas não tão fáceis de serem alcançadas nesse tipo de transição mesmo.

Mateus:Adorei a escolha da música. Ele vem surpreendendo a cada semana e mandando bem demais. E dessa vez não foi nenhum pouco diferente. Trouxe energia. O rasgado na voz que ele tem e não deixou a peteca cair em nenhum momento.

Nano Vianna  – “Não Deixe o Samba Morrer” by Alcione

Tati: Eu amo tanto essa música, mas, dessa vez, não funcionou pra mim. Achei que Nano estava um pouco mais nervoso em relação à primeira performance e isso acabou interferindo no resultado. Achei que ele acabou indo melhor na primeira apresentação.

Mateus:  Trouxe sua versão desse samba clássico e mostrou novamente seu lado artista e mandou bem melhor que na primeira apresentação. Mas ainda acredito que nao tenha sido melhor que o seu adversário.

Léo vence a batalha e fica com a cadeira.

Israel Paulo – “Primavera” by Tim Maia

Tati: Finalmente a banda tá com uns arranjos legais e não está tão alta, né? Assim, a voz dele é agradável, mas não me emocional, sabe? Achei a performance um pouco robótica, mas não vi falhas vocais e talvez ele teria se dado melhor com outra música.

Mateus: começo não foi bom devido ao nervosismo, mas conforme a música continuava ele melhorava aos poucos. Ele jogou muito safe e não arriscou em nada. Foi bem morno pra mim.

Israel foi reprovado e não conseguiu lutar por cadeira.

Carol Fincatti – “You’re Still The One” by Shania Twain

Tati: Ai, gente! Carol é fofa e tem uma voz bem bonita. Eu acho que ela escolheu uma música certa, mas acho que uma versão mais lentinha, deixaria a música mais emocional e ela conseguiria impressionar por isso. Nesse arranjo, achei que ficou morninho demais e ficou aquela impressão de que ficou faltando algo, sabe?

Mateus: Shania não é facil e ela tem uma voz doce e linda de escutar que combinou com a música mas as vezes a banda engolia a voz dela por não ser grande. Mas ela mandou muito bem.

Carol conseguiu três sim’s e desafiou Nega.

Desafio – Nega vs Carol Fincatti

Nega – “Três Raças” by Clara Nunes

Tati: VOCÊ QUER BRASILIDADE?????? É DISSO QUE TO FALANDO, BRASIL! Em meio a um programa onde os acts cantam 90% das músicas em inglês, Nega é ponto fora da curva e está cada vez melhor. Eu amei essa performance. Achei linda, segura e deu para ver que Nega estava totalmente entregue. Enfim, amei! Mostrou bem a artista que ela é.

Mateus:A Nega traz a brasilidade dela no sangue e mostra isso que ela transborda a força da música brasileira e escolhe muito bem a musica e não faz feio. Faz muito bonito na sua apresentação.

Carol Fincatti – “You & I” by Lady Gaga

Tati: Como eu disse, Carol tem uma voz linda, mas acho que essa música não foi ideal pra ela. Faltou as partes mais altas, sabe? Ela não arriscou nisso. Além disso, acho que ela ficou devendo um pouco na presença de palco. Enfim, mas não tinha muito o que fazer. Já que a Nega estava praticamente garantida.

Mateus: Ela acabou escolhendo una musica maior que a voz dela E no começo ja dava pra ver que ela estava tentando bater de frente com a adversária. Mas a apresentação foi abaixo do esperado para uma batalha.

Nega vence a batalha e fica com a cadeira.

Vivian Lemos – “Love On The Brain” by Rihana

Tati: Estou bem dividida, viu? Embora essa música peça entrega total (saudades, Riri), eu acho que houve alguns exageros nessa performance. Principalmente nas notas mais alongadas. De qualquer forma, Vivian sabe a artista que é e esse lado mais intenso dela pode gerar performances bem impactantes daqui pra frente, mas nessa ela poderia ter se segurado um pouquinho mais.

Mateus: Vivian tem um vozeirão que ja conheço a um tempo. E vem arriscando alto com esse musicão da Rihanna. E o risco foi bem pago, ela arrebentou na sua apresentação e mostrou que tinha tudo para desafiar uma das cadeiras.

Desafio – Santaella vs Vivian Lemos

Santaella – “If I Ain’t Got You” by Alícia Keys

Tati: Gente, olha, não deu! Que versão sem graça. E eu acho engraçado que toda vez que ele vai fazer falsete ele faz uma caretinha fofa hahaha. Mas esse arranjo deixou a música pobre e acabou que, mais uma vez, ele se apoiou em seu falsete. Não curti, não.

Mateus: Não esperava essa musica dele e ele pôs seu groove nessa música que ja foi bastante cantada nos programas.  Mas ele não mandou bem na maior parte da música. Parecia que ele estava fora de ritmo em certas partes. A música não foi a melhor songchoice para ele dessa vez.

Vivan Castro – “A Natural Woman” by Aretha Franklyn

Tati: Gostei mais dessa performance de Vivian do que da outra, sem dúvidas. Inclusive, acho que ela se entregou mais. Minha única ressalva continua a mesma da primeira performance: ela exagera um pouco nas firulas e variações. Acredito que ela faça isso, pois ela sabe usar muito bem a voz e sabe cantar, mas pode ser que isso deixe a performance mais cansativa.

Mateus:Ela não tem medo de ir com hinos enormes. E dessa vez ela estava mais controlada que da primeira apresentação e mostrou que tava pronta pra ganhar essa cadeira do seu adversário. Mandou bem demais e mostrou como se faz uma batalha mesmo.

Vivian vence a batalha e fica com a cadeira.

*** CONSIDERAÇÕES FINAIS ***

Com esse último embate, chegamos ao fim de mais um programa. Sendo bem sincera, não senti pela saída do Santaella. Eu nem o acho ruim, para ser honesta, mas acho que essa cadeira já teve nomes mais interessantes. Eu tenho achado engraçada a força do Léo, pois, né? Todo mundo desafia o bichinho, achando que ele seja o mais fácil, mas o fato é que ele tem muita força com a platéia e o mérito é todo dele, pois ele é ótimo.

Semana que vem já é semana de COMEBACK e eu já estou ansiosa. Pelo que me informaram, teremos oito retornantes, que tentarão sentar em uma das cadeiras mais uma vez. Só posso dizer: #voltamanso, #voltatay! Atenta à escolha da produção.

Por hoje é isso, pessoal! Obrigado por estarem conosco e nos vemos novamente na semana que vem! Não deixe de votar em nossa enquete.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries