Posts Populares

The Gifted – S02E06 – iMprint

Agora o trem voltou ao trilho certo.

iMprint nos trouxe respostas que há muito tempo queríamos, né?  O episódio de hoje tratou de focar necessariamente nas irmãs Stepford. O que é de muita valia. Há tempos queríamos descobrir sobre o passado delas e finalmente foi mostrado que elas são clones, e assim como nos quadrinhos elas eram cinco e não apenas três. Além disso, vários pontos que serão explorados em episódios futuros também foram mostrados.

Embora tenhamos tido foco em Esme e suas irmãs o ponto chave do episódio foi o questionamento de Polaris sobre as ações de Reeva, o que é totalmente aceitável. Ainda mais se tratando da filha do Magneto. É necessário dizer que o lado mais humano de Esme vai ser fundamental para a derrota de Reeva, anotem.

Por outro lado, conhecendo um pouco mais da Rebecca já posso afirmar que ela me lembra demais a personalidade da ‘Arlequina’. Ela tem dentro daquele corpinho diversas personalidades e os roteiristas terão que nos entregar um plot surpreendente sobre a mesma. A menina era louca mesmo antes de entrar no sanatório mutante. O que demonstra que nem todos os mutantes do lugar eram inocentes.

Ah, dentre todos os dramas que tivemos no episódio o que eu mais curti foi o do Reed. Tô amando o rumo e toda a nova construção do personagem, que é meio parecida com a jornada do típico herói, onde você transforma pessoas um tanto simples em heróis memoráveis. Agora que ele perdeu de vez o controle dos seus poderes, ele terá de encontrar o motivo necessário.

Minha única ressalva é novamente o amadorismo dos purificadores comandados agora por Jace Turner – Pausa. One question: cadê os ‘sentinel services’? Jace saiu e a organização acabou? Ai ai. Play -, e da inexploração do universo mutante. Gente é inaceitável a resistência tenha deixado ser pega pelos caras. Eles têm vários poderes reunidos em um só lugar e no mínimo poderiam ter montado uma defesa. Mas não, sacrificaram um mutante necessário para série, sim, acredito que Shatter tinha muito mais a entregar do que um simples sacrifício. E outra a maneira que a resistência está sendo abordada está um tanto chata e monótona. Eles lutam, lutam, lutam e continuam estagnados em um mesmo lugar.

Por fim, vos digo que ‘iMprint’ foi um episódio um tanto equilibrado onde perguntas foram respondidas e outros questionamentos foram levantados. Eu ainda continuo batendo na tecla de que a série pode ser mais explorada e os personagens da mesma podem sim nos entregar algo primoro. Espero que o próximo episódio nos surpreenda totalmente. Margem para isso ele tem, oremos.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries