Posts Populares

The Gifted –S02E02/03 – unMoored/ coMplications

Fortes emoções? Temos!

O segundo episódio de ‘The Gifted’ serviu para explorarmos e conhecermos ainda mais os intrigantes personagens.  Aliás, digo, conhecermos ainda mais os dramas no qual eles terão de enfrentar no decorrer da temporada.  ‘unMoored’ começou trazendo um pouco do passado do Jonh (que me faz ficar sem ar a cada cena. Tá, parei) e do momento em que ele foi recrutado por Evangeline – mesma mutante que já havia aparecido em um flashback de Polaris -, para assumir a liderança da resistência. Aqui é perceptível o quanto Jonh cresceu internamente deste tempo até o agora. O episódio também mostrou o quão aflorado andam os ânimos na família Strucker.

Devido à partida de Andy, Reed e Cait agora andam cada vez mais desentendidos. Como se não bastasse, Reed precisa lidar com o novo despertar de seus poderes e os problemas que os mesmos estão te trazendo. O interessante é que os poderes dele parecem ser ainda mais destrutivos que os do Andy. Falando em Andy, sua conexão com Lauren ainda mais forte. Maior até do que imaginávamos.  Por conta dessa ligação ambos andam tendo problemas em seus respectivos ambientes.

Lauren teme por usar seu poder combinado novamente com o irmão. Andy por sua vez, fica tão intranquilo que Reeva precisa intervir sentimentalmente e fazer com que o garoto esqueça um pouco da sua família. Ah, o que foi Andy no campo de treinamento? ‘Fan service’ total. Tais cenas me apeteceram demais! Acredito que à vocês também, né? O ponto chave do episódio foi além da futura ruptura que pode haver no círculo interno por parte de Esme, que não gosta nada, nada da maneira radical com a qual Reeva lida com situações que envolvem os exs-resistentes, à volta do agende Jace. Que retornou um pouco mais humano e atendendo o pedido de sua esposa, que é esquecer um pouco daqueles qaue possuem o gene x. Sqn. Ele voltou mais sedento por mutantes quanto nunca.

Dando continuidade ao enredo, aqui, Lorna se vê com sérios problemas por parte de Dawn, que sofre com uma doença e apenas seu pai, Eclipse, é quem pode salvá-la. Surpreendendo a todos, Reeva ordena que as Cuckoos tragam o homem para o feito. Você daí o quanto Reeva é magnânima em seu propósito, ela é capaz de trazer até o ‘inimigo’ para a sua base para salvar meio que o seu ‘futuro’.  O que me surpreendeu foi a dureza de Lorna ao ver Marcos. Ela foi ferrenha no seu propósito e eu estava esperando menos rispidez.

Por outro lado, foi emocionante o encontro do mutante de luz com a neta do saudoso Magneto. Eu não sei vocês mas achei a intepretação de uma veracidade tamanha. Inclusive, vale comentar o momento em que vive o Eclipe. O mutante tá tão intenso que conseguiu não só superar o poder das trigêmeas do mal, como fez um estrago na base do circulo interno e no braço de uma das loiras. Sean Tale tá dando um banho de atuação e todo o ranço que eu tinha dele no fim da primeira temporada se tornou só amor nesta.

O terceiro episódio nos apresentou também os Murlocks, que residem nos esgotos por não conseguirem se passar por humanos. Sempre achei que eles combinavam com o que a série se propõe a mostrar e fico feliz de vê-los ser incorporados a temporada tão cedo. O que me deixa curioso é como Blink vai se driblar para fazer o que o Erg pediu: ser os olhos dos mutantes subterrâneos. Será que eles são confiáveis? Ou querem apenas surbornar a mutante para ter aquilo que querem? Vamos descobrir já, já.

Agora partindo para o final, preciso contar que fiquei bastante curioso com aqueles últimos minutos de ‘coMplications’. O que será que Reeva quis dizer com ‘tá na hora de começarmos a revolução’? Só sei que estou completamente ansioso pelo próximo episódio da série. Para vocês ficarem assim como eu, se liga na promo do próximo episódio. Espero que tenham curtido a review e não se esqueçam de comentar sobre o que estão achando da série até o momento.

 

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries