Posts Populares

The Good Doctor – S02E03 – 36 Hours

No limite do desgaste humano.

Que genial como essa temporada está fluindo as relações, as situações hospitalares, provavelmente está menos dramática, pois praticamente não chorei, mas estão geniais, com cenas maravilhosas e achei que as atuações estão incríveis.

Pensei que teríamos um episódio todo voltado diretamente para a cirurgia do Dr. Glassman, mas incrivelmente o episódio já começou com a excelente notícia do sucesso da cirurgia e eu nunca tinha visto o Shaun tão feliz na série até então, onde nem a Lea insistindo em contato com ele o tirava do sério, mas ele tinha que voltar a sua vida de residente e nela teve uma grande reviravolta, já que dois dos alunos iriam ficar na enfermaria e não na sala de cirurgia e dessa vez a dupla ficou com o nosso Good Doctor e Jessica, que aparentemente odiou tudo, sendo que na primeira consulta foi um jovem com o pênis ereto (queria usar o linguajar popular) por uso de muitas substâncias e foi bastante engraçado toda a situação, mas na segunda situação era de uma criança que havia engolido uma lâmpada e precisavam remover, sem quebrar e nem deixar caco de vidro na boca, então logo no inicio tiveram que pedir ajuda a Drª. Lim, que não podia nem ajudar, porque estava encrencada em uma audiência de trânsito, me surpreendendo por sua vida louca.

A Claire ficou com o Melendez nas cirurgias e a do episódio era uma que envolvia sonho de ser mãe, algo que sempre amo ver, mas a Claire estava focada em ser respeitada como médica, ganhando mais, tendo seus direitos garantidos, mas claro que o Andrews praticamente nem quis ouvir e ainda se mostrou superior como sempre, deixando a pobre bem desmotivada e tudo isso a deixou bem desmotivada, pela forma machista que foi tratada, aí piorou durante a cirurgia que o Melendez também estava com pensamentos bem machistas, ainda mais que teve um problema na cirurgia e mandou ela avisar o marido da paciente, porque ela é “mais sensível”, invés de manda um homem, onde ela claramente agiu humanamente como sempre e conseguiu acalmar o marido.

Enquanto voltava para a cirurgia a Claire ainda teve que aconselhar o nosso amigo Shaun com seus problemas amorosos e nisso o Shaun teve uma ideia para resolver seu problema na emergência e achei incrível como ele conseguiu retirar a lâmpada da boca do menino, genial. Na sala de cirurgia rolou até um princípio de barraco com a volta da Claire, não com ela, mas sim com a enfermeira e o Melendez, o que me assusta bastante ao fazer uma cirurgia, porque sei que é assim mesmo. Enquanto isso a Drª. Lim estava no julgamento, então fez um fuá completo e acabou presa por desacato, queria saber para que julgamento de imprudência de trânsito, seria bem mais fácil tudo administrativamente.

Jessica e Shaun estavam muito perdidos naquela emergência quando se tratavam de algo mais ou menos sérios e a nossa Barbie (Jessica é tão o meme da barbie) não queria de forma alguma ligar para a Drª. Lim, ainda mais que a história da ereção não estava 100% resolvido, então o Shaun teve que recorrer ao Dr. Glassman que deu uma pequena solução, só que o Shaun e a Jessica discordaram na frente do jovem desesperado com seu pênis sem controle, então o Shaun foi se abrir para a Jessica e a achei tão baixa, lixo, desumana da forma que ela falou da relação do Shaun com Lea e Claire, mas felizmente isso fez o Shaun abrir seus olhos para o procedimento correto.

Socorro que a baixaria toda no centro cirúrgico teve intervenção até do Andrews, já que estava fora dos limites tudo ali, sem contar que a paciente tinha tido complicações que ao meu ver foi pelo cansaço dos profissionais, algo que a Claire por exemplo havia alertado. Já a Drª. Lim havia saído da prisão, encontrado o promotor que acusou e foi parar na cama com ele, meu Deus, essa mulher é o meu espirito animal, melhor personagem, só que a transa foi impedida, já que Shaun e Jessica precisavam da ajuda dela para realizar o procedimento e durante a cirurgia, até a Drª, o Shaun pediu ajuda, que fofo e sentir o dela o melhor possível e ainda fez um brilhante trabalho, fazendo o brinquedo do jovem ficar ótimo.

Todo o procedimento da mulher que sonhava em ser mãe, ocorreu alguns erros e graças a isso o marido dela, deu a Claire a responsabilidade dela poder ser mãe, mas com muitos riscos de vida ou simplesmente viver e vimos uma Claire firme e presente, frente a decisão do Melendez, então ela optou pela vida da paciente, o que me deixou bem orgulhoso dela, tanto que quanto a paciente acordou, ela ficou triste, mas conformada. Depois de todo o auê cirúrgico, tinha o auê administrativo para eles lidarem com o Andrews, só que com o Andrews todos eles foram bem defensores uns dos outros e adorei, porque eu não suporto o Andrews.

Por fim vimos a Lea dessa vez descascando o Shaun, mas senti que ela não o conseguiu compreender, já que o bichinho não é acostumado com essas coisas e tudo para ele foi novidade, mas achei um toque de realidade diferente do que ele precisava, mas o mais estranho é todo esse plot do Glassman, porque ao mesmo tempo parece que será algo legal e emocionante, fica extremamente chato, tanto que pensei que ele iria morrer nesse episódio.

Essa temporada até aqui está querendo nos mostrar temas bem humanos do dia a dia geral e não só no foco com a vida médica, nesse tivemos casos de machismos ao extremo, coisas que sempre acontecem e passam despercebidas infelizmente e ainda tivemos a situação de novos em seus serviços e inexperientes querendo mostrar trabalho, o que me assusta no mundo inteiro isso, onde jogam a bomba, sem muitas vezes entendermos desarmar todo tipo, mas achei um episódio bem legal e cada vez mais amo a Drª. Lim e já quero sua promoção no hospital. Esse episódio faltou uma coisa, algum acontecimento bem grave por causa do trabalho desumano de 36 horas lidando com vida humana,

Então é isso, um forte beijo e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries