Paraíso uma ova. #NãoVaiTerGolpe

Depois de uma semana sem TLS e com essa angústia de ficar sem a melhor série da atualidade no ar, ela voltou essa semana e como sabemos, a série irá bombar, literalmente, nesses últimos episódios e por isso a expectativa era a mais alta possível para a série.

O episódio nos começou mostrando como o bioterrorismo para ocasionar um genocídio por parte dos chineses estava bem produzido, inclusive com uma escala bem larga, para espalhar pelo Vietnã em mísseis em que pensam que falham, e também em vacinas falsas onde se dizia ser a cura da “Gripe Vermelha”. O Comandante Tom teve que explicar para o seu mais novo presidente da situação armada e da sua estratégia, mas infelizmente ele ainda tem um pé atrás, mas deu um mini credito de confiança. Eu até confiaria no Tom por tudo que fez, mas declarar guerra contra uma potência é complicado mesmo.

A Kara em terra firme estava meio perdida, pois sem o antigo presidente, ela meio que perdeu todo o seu poder e ainda estava excluída, mas mesmo assim poderia ajudar bastante na parte de comunicação de alguns meios. Dentro do navio o Takehaya teve a cara de pau de propor ajuda ao Mike para derrubar o Peng, mas claro que o Mike ignorou essa ajuda de primeira.

Uma equipe do Nathan James foi enviada para a ilha chamada de Paraíso e ao chegarem lá perceberam que tudo é perfeito, mil maravilhas e claro que a equipe ficou extremamente desconfiada de tudo, pois até eu fiquei, porque o lugar tudo era muito certo, muito perfeito e tudo se encaixava, porém os nossos marinheiros desconfiaram que ali tinha algo a mais. A desconfiança ficou maior quando uma menina passou desesperado e o Green foi atrás dela e ao conversarem, ela abriu o jogo e disse que era escrava na ilha, da outra fábrica de produção de armas grandes e dos navios chineses que vão a ilha, isso tudo era o que os americanos mais queriam ouvir, e eu também, deixando aquele “chefe” da ilha na boca da Sinuca.

No comando americano o secretário Rivera, estava a qualquer custo desacreditar o Comandante Tom para a Kara, pois ele se preocupa é com a realidade do país e não com o mundo oriental. A equipe Abutre ao chegar na fábrica de munição foi surpreendida com um baita tiroteio e claramente foi o tiroteio mais fraco de toda a temporada, pois não passou adrenalina nenhuma, ainda mais que eles não tiveram dificuldade nenhuma para derrotar os inimigos e adentrarem ainda mais na fábrica e lá dentro descobriram o óbvio, porque tudo estava limpo, mas que o Peng estava indo em direção a Coréia, mas não em Iate, mas sim em navio de Guerra e já me tremo só de pensar nisso.

714284

PQP, o que eu desconfiei desde o início estava realmente acontecendo, que era alguém do governo americano fazendo jogo duplo, mas não sei quem, porém sei que a Kara vai descobri e “expô” a pessoa.  Seguindo as dicas do Takehaya, o Nathan James traçou sua nova rota em busca do navio chinês em direção a Coreia e para que todo o plano corra perfeitamente, ele contatou outro navio de guerra americano, para que eles arranquem a cabeça do dragão, ou seja, derrube o navio.

Fiquei literalmente sem ar com o que aconteceu em TLS, passei até mal, a Kara finalmente descobriu o que eram as mensagens criptografadas, que eram coordenadas sempre de onde estavam a equipe do Nathan James de forma genial, no mesmo momento três navios de Guerra dos EUA estavam perto da “Cabeça do Dragão”, pronto para derrubarem, só que o mais inesperado aconteceu, um navio americano foi totalmente atingido por um míssil, impedindo a Kara de falar a tempo.

8921304

Depois de todo ocorrido, as técnicas eram se defender, e tentar abater os inimigos ao mesmo tempo, mesmo com o Nathan James sendo atingido, eles tiveram que redobrar as ações, pqp, mas ao menos conseguiram abater “cabeça do dragão”, só que um navio americano foi totalmente destruído e tiveram que ir resgatar os companheiros e sei que foi a vez que mais me arrepiei nessa série, me tremi todo vendo essa sequência de cenas.

A Kara estava muito suspeitando do Secretário Rivera e ele estava muito desconfiado dela desconfiar dele, mas claramente ele era o que apresentava principais suspeitas e até eu comecei a desconfiar, mesmo no início pensando mais na Alison, só que quando o Nathan James entrou em contato antes do Silêncio absoluto e logo o Rivera que falou com eles, só que ao sair a Kara, vulgo rainha, decidiu o seguir. Só que para o nosso plot ser maior o Rivera foi atacado assassinado nessa história toda e disse que todos estavam contra e para ela se salvar. Só que no exato momento o presidente estava tomando um golpe da que sempre suspeitei, que era a Alison e queria transformar os EUA em pequenos países e não sei nem o que dizer dessa tour completa.

8932174

SEM DÚVIDAS ALGUMA, esse foi o melhor episódio de TLS, nossa fiquei sem ar, insano, a maioria dos plots maravilhosos, mesmo com uma cena de ação fraca no início, mas tudo caminhou tão bem para um lacre, que nem me arrependo de assistir e dizer, que foda. Esse episódio me deixou em dúvidas de quem era o X-9 americano, por mais que tudo aponte para a Alison, ela não teria motivos, pelo menos mostrados até aqui de ajudar o governo Chinês. Outra coisa que me intriga é o poder da Kara, pois, ela só não poderá fazer nada e com os seus féis companheiros longes, como será que ela sairá, para impedir esse golpe. Teria que o Nathan James derrubar o Peng e derrubar o golpe nos EUA ainda nessa temporada? Sei nem o que dizer mais, quanta coisa, quanta teoria, que foda. Te Amo The Last Ship.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

Phelipe
Phelipe

Estudante de Direito, Cruzeirense, polêmico quando deve ser, mas bem passivo às vezes, além de confuso, autêntico. Começou o seu amor por série com Prision Break e depois disso virou vício.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: