Demorou, mas saiu a review do 7×06 de The Mentalist! \o/
O problema foi que a legenda desse episódio demorou MUITO a sair e me atrasou toda, já que escrevo sobre outras séries também, mas vamos lá…

Eu gostei bastante desse episódio, acho que foi um dos melhores episódios da temporada, se não foi o melhor. Isso tudo porque o foco do episódio não foi Jane, nem Lisbon, nem Jisbon e nem um caso específico, foi Abbott. Não que Dennis Abbott seja o meu personagem preferido, mas achei bem bacana o fato de terem mudado o foco da série e, finalmente, terem dado destaque a ele. E eu realmente gosto dele, sempre gostei, principalmente porque ele sempre foi o rei dos Jisbon shippers, sempre nos representou e por isso, ele sempre morou em nossos corações. Sabia disso Abbott?
tm 4Bom, começamos o episódio com a investigação de um caso dos agentes da Narcóticos (DEA) em um restaurante, mostrando que vai ser o caso que será desenvolvido durante o episódio, um pouco depois nos é apresentado brevemente o agente Gonzalez e o chefe deles, Peterson. Vamos descobrir depois que Peterson já trabalhou com Abbott e eles são “amigos”.
Em uma conversa com Abbott, Peterson menciona (mais uma vez na temporada) o mistério de Rio Bravo, que sabemos que nosso querido chefe está envolvido, mas não sabemos o que é. Bill Peterson toca nesse assunto em uma forma para chantagear Abbott e, desde então, não gostei dele.
peterson

Um pouco depois, descobrimos que o grande caso a ser solucionado é: Quem matou o agente Gonzalez? Aquele que participou da investigação de drogas no restaurante Alamo Brewhouse no começo do episódio. Quem encontra ele morto é Dennis Abbott, já que o FBI e o DEA se unem momentos antes para solucionar o caso.

Mudando um pouco o foco, descobrimos que no dia seguinte será aniversário de Jane e Lisbon avisa a ele estar preparando uma supresa, deixando Jane curioso e desafiado a descobrir o que é. Eu já fiquei como?
gif 7 TOTemos uma cena engraçadinha de Wyllie treinando para convidar Vega pra sair, mas coitado… tenta o episódio todo e é sempre atrapalhado por alguém. No fim do episódio, ela diz sem nem mesmo saber de nada, que o foco atual é o seu trabalho, deixando o bichinho cabisbaixo, ohhh tadinho.

Agora, momento de apreciação. Ai gente, além de Jisbon sabe uma coisa que eu amo muito nessa série também? A amizade de Jane e Abbott, acho que posso chamar de bromance né? Jane passou o episódio todo preocupado com ele e, por fim, quando vê que ele tá mal, despede de Lisbon e senta pra conversar com Abbott, fazendo o cara abrir seu coração pra ele. Vocês tem noção que além de Peterson, só Jane sabe o grande segredo de Abbott? Achei tão fofo isso, gente!
Ainda bem que os roteiristas estão desenvolvendo a amizade desses dois, porque é muito amor  ❤
tm 2E, finalmente, descobrimos que mistério é esse sobre Rio Bravo que Abbott esconde. Ele fazia parte de uma força tarefa para combater um Cartel, Bill Peterson era o chefe dessa força e, por fim, Abbott mata o comandante desse cartel para que ele não cometa mais atrocidades. Porém, ninguém soube disso e a mídia toda questionou sobre o assunto. O único que sabia era Peterson e usava disso para chantagear Abbott, homem nojento né não? Afff…
Após o desabafo, Jane promete ajudá-lo.

Mais pra frente do episódio, Vega se abre um pouco pra Jane também, contando (com um empurrãozinho de Jane) que tudo que ela faz pensa se o pai aprovaria. Acho engraçado como a maioria das pessoas se abre/desabafa com Jane né? Tudo bem que Patrick Jane realmente é uma coisa de louco, não tem como resistir àquele homem, mas…. 😛

Lá pro final do episódio, descobrimos que quem matou o agente Gonzalez foi o agente Orosco, que era infiltrado do cartel dos Sosas (que o FBI e a DEA estavam invetsigando). Claro que essa descoberta só acontece por mais um belíssimo plano de Jane, que além de tudo, ainda consegue livrar Abbott de Peterson. Patrick Jane, o salvador da pátria!
tm 5A última cena não podia deixar de ser uma cena Jisbon, né? Por mais que Abbott tenha reinado no episódio, Jisbon é Jisbon. Lisbon dá o presente de aniversário de Jane, que é a primeira xícara de chá de Jane na CBI (antigo local de trabalho deles e onde se conheceram), que tava quebrada e Lisbon consertou pra ele. Jane fica tão emocionado e surpreso e, Lisbon duvida que ele já não soubesse, então ele pede que ela pegue o papel que ele a deu no dia anterior com o palpite do que seria o presente. E o que está escrito no papel? “Não tenho a menor ideia.”
tm 1
tm 3
Ai gente,foi tão linda essa cena, tão fofa, tão amor! E ainda teve beijo Jisbon e… estou shippando absurdamente cada vez mais esses dois *–*

Gostei bastante desse episódio, finalmente um episódio na temporada que me prendeu do começo ao fim. Só estou super saudosa já, afinal faltam apenas 7 episódios para o fim da série :’(
Contando que o 7×07 já foi ao ar e o 7×08 vai ao ar amanhã, faltam 5, ain… mas prefiro me guiar pelas reviews, assim deprimo menos. Agora vamos ver para que se encaminha essa series finale, eu já tenho minhas suspeitas 😉

Carol

Caroline Azevedo
Caroline Azevedo

Complicada e perfeitinha. Me tira tudo, mas não me tira minhas séries e a música. Já que não tenho o meu mozão, shippo os mozões do mundo seriador: Delena, Captain Swan, Olicity e Zade são os principais. Entre os meus vícios, estão The Vampire Diaries, Once Upon A Time, The Originals, Arrow e Supernatural.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: