Posts Populares

The Originals – S05E11 – Till The Day I Die

Destruição é o meu nome do meio após esse episódio.

Meus amigos, será que fui só eu que quando achei que ia conseguir parar de derramar lágrimas nesse episódio, só derramei mais ainda? To tentando diluir boa parte desse episódio em mim até agora. Foram muitos tiros: Haylijah, a reconciliação sem palavras de Klaus e Elijah, o casamento de Freya e Keelin, os Originais todos reunidos e a dor de Klaus em pensar em perder a filha. Sei nem por onde começar rs.

Vamos falar da coisa boa primeiro né? O casamento de Freya e Keelin que foi a coisa mais fofa do episódio e a simplicidade do momento foi o que tornou tudo mais lindo. Sempre shippei essas duas e sempre quis matar a Freya todas as milhões de vezes que ela terminava com a Keelin ou a afastava alegando que precisava cuidar da família, que ela merecia coisa melhor e bla bla bla. Finalmente no episódio retrasado, ela parou com essa palhaçada e resolveu assumi-la de vez como sua família, até que decidem casar o mais rápido possível pelo motivo que a gente conhece bem: quando a gente ama tanto alguém, a vontade de estar perto sempre e sempre é mais forte do que tudo. E aí eu morri de pena dela que Vincent negou ser padrinho dela porque tava indo embora da cidade e tive mais pena ainda quando Elijah negou entrar com a irmã na igreja por estar sentindo um lixo por conta do que fez com Hayley. Eu que já tava com a raiva guardada dele, só serviu pra deixar esse sentimento falar mais alto, A F F F! Mas, aí depois me vem Freya com essa história de não querer ter filhos de jeito nenhum e cancelar casamento DUAS HORAS ANTES. Mlr do ceú, plmds, apenas pare com isso de em qualquer dificuldade você querer afastar o amor da sua vida, não siga o exemplo de Rebekah, por favor! Mas, por falar na rainha loira, é ela mesmo que coloca algum juízo na cabeça da nossa bruxinha e as 2 noivas se entendem de uma maneira super fofa e que por fim, faz o casamento ser mais lindinho ainda, como Klaus e Elijah levando Freya ao altar. Afinal, Elijah caiu em si depois de ler uma carta antiga de Hayley para ele (falaremos disso a frente) e nunca que Klaus deixaria sua irmã ir sozinha para o altar né? Eu amo esse homem cada vez mais. A cerimônia foi celebrada por Kol da melhor maneira possível e esse evento serviu pra nos trazer de volta um pouquinho de Davina e de Kolvina, inclusive Davina até tentando ajudar Hope mas sem sucesso, fazendo a gente ter a confirmação momentânea que a herdeira Mikaelson não terá um final nada feliz e a magia negra vai acabar com sua vida em breve. Tivemos Marbekah também rapidinho, mas que deu aquela pontinha de esperança que possam ficar juntos no final da série (oremos!) e tivemos Klaus sofridíssimo olhando toda hora pra Hope sem acreditar que vai perder a filha, ai meu coração não aguentou não ver meu bichinho assim. </3

Já que comecei a falar da situação de Hope, vou continuar. Davina explica pra Rebekah que conta pra seu irmão que é questão de tempo até a magia negra devorar Hope por inteiro e a matar. Sabemos que ela não vai morrer, mas o que vai conseguir salvá-la só esperando pra ver. Eu MORRI quando o Klaus conta isso pro Elijah quando ele tá indo embora depois de se torturar com as memórias de Hayley e Elijah diz que ele é a última pessoa que ela precisa agora, mas tava na cara de Klaus quase gritando “MAS EU PRECISO DE VC SEU BABACA”, awwwwn a dor que vi nos olhos dele vendo o irmão indo embora nesse momento 🙁
Só perdoei porque ele voltou mesmo e mesmo assim, acho que nunca vou perdoá-lo de vez e menos ainda os escritores por destruir meu ship assim… E já que eu comecei com o sofrimento, vou continuar né? Que DOR IMENSA foi ver que Hayley foi atrás de Elijah lá na França quando ele estava sem memórias e eles claramente, tiveram uma conexão profunda desde o primeiro segundo, como o próprio Mikaelson disse. Ai senhor, QUE DOR! Eu gosto quando ele fica relembrando e sofrendo, se torturando como fez com Klaus quando ia embora porque acho que algo como ele fez, não tem como se perdoar se não for questão de séculos, real. Quando ela disse e repetiu na carta que se eles se encontrassem em outra vida, dançassem novamente, eu já fiquei Alice imaginando Elijah morrendo e tendo seu final feliz com ela na after life, aí sim eu podia perdoar esses escritores rs

No final do episódio, tivemos Klaus sem conseguir dizer a Hope que ela vai morrer e meu coração desabou de novo porque por mais que eu tenha ranço da Hope, eu só aceito e quero ela muito bem e viva porque meu Klaus depende disso pra viver e essa dor dele acaba comigo. Agora, aquele abraço dele com Elijah no final com o sofrimento estampado na cara de um e de outro sem precisarem dizer nenhuma palavra foi a coisa mais linda e dolorosa de todos, ou seja, esse episódio foram imagens de dor e sofrimento boa parte dele né? Guenta coração…

Não estou preparada pro fim da série, mas ao mesmo tempo curiosa e ansiosa, mas com medo e triste, como faz? rs
Me digam vocês se sofreram como eu nesse episódio e o que esperam dos 2 últimos episódios finais. É… falta pouco 🙁

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries