Posts Populares

The Punisher – S01E07 – Crosshairs

Vamos fazer um minuto de silêncio em respeito ao caráter de Billy Russo.

E a sanidade (ou falta dela) do Lewis também merece uma homenagem. Sério, quando Lewis foi até a casa daquele senhor, eu sabia que algo iria dar muito, mais muito mesmo, errado. Ele está completamente fora de controle, eu temi pela vida do Curtis, enquanto eles conversavam no episódio passado, mas a vítima, ainda, não foi ele. Mas pode ser. Qualquer um que conviva com ele, que troque poucas palavras ou que esbarre na rua, até mesmo ele pode ser a próxima vítima. Lewis precisa seriamente de ajuda médica e não há alguém que veja isso que faça alguma coisa. Seu pai tenta, se mostra presente, tenta conversar, se aproximar, mostrar que tem opções, mas ele não está interessado. Fico pensando em quantos ex-soldados passam por situações parecidas e também não tem amparo, seja do próprio governo, seja da família ou seja do seu próprio psicológico. Eles são submetidos a situações extremas em prol de um país, o mínimo seria esse país ser responsável pela saúde, física e mental, dessa pessoa e pelas consequências do período que ela ficou em ação, certo?

Ah, Billy, você quase me enganou. Só não digo que acreditei que você era bonzinho, porque eu sabia que você é um vilão do Frank nos quadrinhos. E também não me surpreendi, porque não imagino ser tão fácil para um ex-fuzileiro conseguir abrir uma empresa, ser tão bem sucedido e rico de forma fácil, sem ter as mãos sujas. As chances disso acontecer são, não sei, 3% (vamos homenagear uma série da própria Netflix aqui.) Assim como também não me surpreendi vendo um agente corrupto sendo promovido na CIA, será que existe algum lugar completamente limpo? Prefiro não colocar minha mão no fogo. Só sei que eles sabem que Frank Castle está vivo, sabem que eles está procurando por respostas e que ele vai recomeçar a caçada, então Billy e Rawlins começam a se preparar para o ataque, pois eles precisam colocar as mãos em Frank antes que a Madani coloque. Ah! E aquele olho que Rawlins perdeu? Então, foi o Frank. E sabe quem impediu que Castle acabasse com a vida dele? O Billy. Numa escala de 10 a com certeza, será que ele já estava envolvido naquela época? Será que Rawlins também quer vingança? E onde foi parar a amizade tão forte e verdadeira de Billy? O que o dinheiro não compra, né…

Madani está esperta, juntando algumas peças, ela consegue perceber que há mais do que apenas coincidências no fato de terem encontrado e matado Gunner no dia seguinte dela ter citado seu nome numa lista. Ela está certa que há escutas em sua sala, fala com Sam e eles vão a procura. Depois de revirarem toda a sala, encontram no apoio de uma prateleira, mas eles não sabem o que fazer com ela. Já que tirar seria dizer que sabem que está sendo vigiada e que desconfia de todos e isso pode ser prejudicial. Talvez ela possa implantar algumas pistas falsas, que sabe. Talvez seja interessante.

Frank está – quase – recuperado e eles já tem uma nova missão: ir atrás de Bennett, um dos oficiais envolvidos no tráfico de heroína do Kandahar para os Estados Unidos, dentro dos corpos de soldados mortos. (Quero dizer que achei isso beeeeem pesado e muito provável de acontecer, viu, mas voltando.) Eles bolam um plano que consiste na invasão de uma base militar onde esconderam o Bennett, coisa bem simples para um homem só, né. Então ele vai e encontra o alvo numa situação bem peculiar, digamos que Bennett gosta de ser dominado… O plano é clonar o celular dele, para que possam seguir seus passos e pra isso eles precisam de três minutos para completar o processo. Porém há uma equipe liderada por Billy há sua espera e ele precisa lidar com quatro homens. Com o lugar todo coberto de fumaça, Frank vai derrubando um por um, deixando Billy por último, mesmo sem saber que é o “amigo”, ele o atinge e consegue fugir. E com o rastreamento, eles localizam para onde Bennett foi levado: o esconderijo da CIA, mesmo lugar em que Rawlins se esconde. Frank se prepara para o tiro, mira perfeitamente e POW.

O vidro é a prova de balas! As luzes se acendem e eles fogem, mas não antes de Frank descobrir que o agente Orange é Rawlins. E Billy levou Bennett para longe dali, um lugar que podemos chamar de emboscada. Ele arma uma cena de crime e mata o homem sem nenhum resquício de culpa. O que tem de beleza, falta de caráter nesse homem.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Thais Pereira

Feminista, leonina com ascendente em gêmeos e lua em virgem, viciada em memes, em Friends e problematizar na internet. Formada em História da Arte, mas consciente que nunca vai trabalhar com isso na vida. Normalmente eu escrevo e falo mais do que deveria. Eu mesma, Thais Mello.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu