A família O’Neals a cada semana se envolve em mais loucuras e cada vez a série fica mais interessante e ganhando forma, mas ainda faltava sair do mais do mesmo, como estava vindo ocorrendo, então esse episódio é a prova como tudo pode sair do comum e reinventar.

A Eileen decidiu promover um jantar na sua casa com seu atual namorado e diretor da escola das crianças, mas obvio que isso não iria prestar, porque sempre acaba dando em confusão e quase deu, mesmo com o Kenny dando apoio, pensando que poderia ajudar ele ao levar um boy para casa, sem ser julgado, só que o Pat chegou e viu ele sentado em sua cadeira, como se fosse o dono da casa, só que no outro dia o Murray foi até seu amigo pedir desculpa por todo ocorrido e no meio da confusão o Pat diz que está de mudança, então chama o seu novo amigo, que mora com a mãe, para dividir apê com ele, SOCORRO. A Eileen, vendo que a situação iria apertar, estava a procura de um emprego, mas ela queria algo que pudesse usar terno com tênis, claramente eu indo trabalhar.

450948

Os meninos estavam arrumando coisas para a mudança, e o único que não aceitava esse fato era o Jimmy, que tinha esperança de os pais voltarem, o dó, então os meninos foram perguntar de onde vinha a esperança e ele contou uma história louca do amor reacender, mas ele estava com medo dos pais terem casado por sua culpa e não por amor entre eles, e isso deve ser tenso para um filho. A Eileen estava sofrendo no emprego do salão como recepcionista, porque não sabia atender ao menos um telefone, mas o que ela mais cagou foi ter ido comprar o almoço do pessoal e não seguiu os pedidos especiais, onde um intolerante a glúten acabou comendo e passando mal.

450949

O Pat e o diretor Murray estavam à procura de um apartamento, até que finalmente acharam um condomínio bacana para pessoas solteiras, mas acho que ambos não se adaptariam a isso. A Eileen de humildade não tem nada, ao perceber que uma “amiga” dele chegava ao serviço tentou correr, mas foi em vão, mas ficou claro que ela tinha vergonha do emprego dela. O Kenny e seus irmãos foram até o padre que celebrou o casamento dos seus pais para saberem se eles estavam felizes, e perceberam que nunca foram felizes e que todos os filhos vieram tentando suprir a infelicidade do casal, jesus amado, que família.

E na pool party do novo futuro apartamento do Pat deu para perceber que ele não se adaptaria a aquele ambiente, porque era algo muito sem família e ele queria viver com seus filhos, não como aqueles homens que largaram os filhos ao mundo.  Eileen também estava sofrendo com sua nova vida, porque a sua “amiga” estava um saco e ela cuidando do cabelo dela, até que seu ex-marido liga para ela, para tentar tirar ele do inferno que era aquele condomínio.450950

Ao chegarem casa eles percebem que os filhos estão vendendo tudo quanto é lembrança da família, porque achavam que eles nunca tinham sido felizes, mas eles explicam que foram e que os filhos foram as melhores coisas que aconteceram na vida deles e que nunca iriam se arrepender disso, e até promoveram uma cerimônia de divórcio, que adorei e eu amaria que existisse e ainda tivesse festa, mas foi legal eles fazendo planos mesmo solteiros, como reformar a garagem e transformar em um local para o Pat, mas o que mais me deixou besta foi o namorado da Eileen ter fechado contrato com aquele local louco.

Esse episódio foi interessante por não mostrar muito do mundo gay do Kenny e sim mostrar que a história da série é sobre a família e não sobre o Kenny e o mundo gay, talvez isso possa ser um diferencial para a série, serie caminhar por longos anos, onde toda semana possa se reinventar.

Então é isso, um forte abraço e beijo.

Phelipe
Phelipe

Estudante de Direito, Cruzeirense, polêmico quando deve ser, mas bem passivo às vezes, além de confuso, autêntico. Começou o seu amor por série com Prision Break e depois disso virou vício.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: