Posts Populares

The Sinner – S02E02 – Part II

A URSAL já é real!

Bem, gente… Após assistir o episódio da semana passada, eu já sai imaginando mil e uma teorias, mas agora vejo que terei que jogar boa parte delas no lixo, ou no mínimo, reformulá-las! O casal que viajava com Julian realmente não eram seus pais, mas sim a moça que apareceu na delegacia, Vera Walker.

Basicamente, creio que vamos acompanhar algo no estilo do filme “A Vila”. Uma comunidade utópica que de cara parece inofensiva, mas que esconde segredos sórdidos. Pessoas se “associam” à comunidade e somem, morrem ou simplesmente mudam completamente de personalidade.

Pelo discurso de Vera, podemos perceber que ela acredita que Julian é alguém especial. Talvez com algum tipo de “dom” ou coisa parecida. O pai não é presente, e ele é a única criança que reside em Mosswood, o que é bem esquisito. Inclusive, todas as pessoas dessa comunidade são bem estranhas, vivem sussurrando, e mesmo embora Vera diga que não há uma liderança ali, ela é sim a cabeça do culto.

Confesso que fiquei um pouco “brochada” com o aparecimento dessa comunidade, pois me faz pensar que a história pode acabar caindo no senso comum e não venha nos apresentar algo novo ou tão brilhante quanto sua 1ª temporada.

Já é de se esperar que quanto mais os detetives Ambrose e Novack cavem a comunidade, mais e mais lama vão acabar descobrindo, provavelmente iremos aterrizar em alguma espécie de culto ou seita, a qual você não pode se libertar tão facilmente como quando entra. Entrar é uma opção, sair está fora de questão.

Durante a viagem, Bess sempre aparentava estar preocupada com Julian e não tão “leve” quanto Adam. Talvez isso tenha relação com o que Vera disse, Bess fazia parte da comunidade há muitos anos, Adam adentrou apenas há alguns meses. Muito provavelmente ao conhecer Adam, Bess tenha decidido escapar dali, por isso não carregava documentos, enquanto Adam ainda mantinha os seus.

Fomos apresentados também à um novo personagem, mesmo que em apenas flashbacks. Marin foi uma namorada da detetive Novack, e aparentemente, ela decidiu fazer parte da URSAL Mosswood e desde então não foi mais vista. Agregando à vibe “sem volta” da comunidade, o pai de Heather alerta Harry ainda sobre outra pessoa que entrou e não mais saiu, assim como alguém que passou uma noite lá e no outro dia se enforcou.

Mais dois pontos chave do episódio nos foram dados na mesma cena. Enquanto Ambrose questionava uma moradora sobre o colar de Bess e ela se mostrava cada vez mais insegura e inconfortável; Novack observava um senhor pela janela, e o acabou reconhecendo da recepção do hotel onde Bess e Adam foram assassinados. E um extra bônus, a moça que fica sussurrando coisas à Vera é muito suspeita, né não?!

Já está óbvio que coisas não muito convencionais rolam ali, não são apenas hippies. Julian revelou à Harry que sua mãe “pode ler mentes”, o que mostra que a criança é altamente controlada e devota à sua tutora, o que já aparenta ser muito prejudicial. Ele também descreve seu pesadelo habitual a Harry, que prontamente o vincula à algum tipo de abuso físico e/ou mental.

Ainda não dá para criarmos uma teoria segura, obviamente. Mas aos poucos nos serão revelados mais e mais fatos sobre Mosswood, e tenho certeza que o tamanho da podridão ali presente será avassaladora!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Luana

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries