Num episódio sem nenhum candidato destaque, o brilho fica por conta da excelente bancada de jurados.

Sem sombras de dúvidas essa temporada do The Voice AU está com o nível altíssimo, faltam apenas mais quatro episódios para finalizar a fase das Blind Auditions e ao menos no meu caso, já tenho torço por vários e o melhor é que em cada time tenho no mínimo um favorito. Hoje tivemos o episódio mais fraco até então, não por ter sido muito ruim, mas por conta que hoje particularmente não houve nenhuma Blind “UAU”, porém os candidatos aprovados tem grande potencial e podem surpreender futuramente. Para os comentários desse episódio, teremos a presença dos já conhecidos por aqui: Lindomar e Jean, que também são um dos responsáveis pelas reviews do reality.

Carmel Rodrigues  – “Part Of Your World” by A Pequena Sereia (Disney)

13173755_1063120653768366_3104244907466759378_n (1)

Michel: Achei que a Carmel fez uma excelente audição, mas excelente para um musical, para o reality sua performance foi apenas suficiente para essa primeira fase. Apesar de um timbre bonito e suave que foi bem explorado na música, acredito que a música não contribuiu para que ele mostrasse mais potencial vocal. A performance em si foi bem fofa e bem linear também, sendo assim não sei muito o que esperar dela nas próximas fases, mas inicialmente posso dizer que ela é afinada e tem um timbre legal, bem o tipo de estrela da Disney. Nota: 7,5 #TeamJessie

Lindomar: Direto dos musicais da Disney,a nova Rachel de Glee saiu da Austrália. Brincadeiras a parte, ambas não são parecidas, mas o estilo musical me fez lembrar de Rachel! HAHA. Carmel sabe brincar com sua voz, soou afinada e com muito controle, os aspectos técnicos costumam ser mais importantes ainda, nessas músicas voltadas a musicais. Carmel pode vir a ser uma forte competidora, mas por enquanto a colocaria no grupo das ovelhinhas de sacrifício para as batalhas. Nota: 8,0

Jean: Uaaau. Amei. Carmel trouxe um clássico da Disney do show ‘ We love Disney’ já interpretado pela coach Jessie J. (Que sambou muito, vejam AQUI). Enfim, eu adorei, pois Carmel soube interpretar num musical, isso é pra artistas completos, e sem perder ritmo, tempo e fôlego, ela se manteve segura, mesmo com a ansiedade das cadeiras não terem virado tão cedo. Que bom que foi pro time da Jessie. Nota: 9,5

AU_Selo_DeltaSoltaEssaVozAU_SELO_DeltaAtéQueFoiBemSELO_PisouSalto15

Mikaela Dean – “Changing” by Sigma feat Paloma Faith

maxresdefault

Michel: Eu até que gostei da Mikaela, mas acho que a música não a favoreceu nem um pouco. Essa música é maravilhosa, porém tem uma batida bem rápida e isso prejudicou ela, visto que faltou mais força em algumas notas mais altas. Outro ponto que a prejudicou, foi que ficou meio karaokê demais, por conta que o arranjo foi bem fiel ao original e ela não arriscou muito nos vocais, tornando assim sua performance boa, mas sem nenhum destaque. No geral gostei dela, tem atitude e acho que se bem trabalhada, pode render no reality. Nota: 8,0 #TeamRonan

Lindomar: Não curti a escolha musical de Mikaela acho que acabou não permitindo com que ela mostrasse seu real potencial, ela ficou muito presa a um tom mais comum, sem high notes ou notas mais suaves, a música era super acelearada e ficava apenas no Everything Changing. Ela teve sorte de Ronan virar sua cadeira para ela, mas acredito que ela será um cordeirinho nas batalhas. Nota: 7,5

Jean: Adoreeeeei Mikaela. Só uma pausa, gente, esse Ronan me mata. Ok, voltando, Mikaela é muito boa, não entendo a Jessie não estar virando meu, ‘que tá com te seno’ com essa mulher?! Assim não dá pra te defender. Enfim, eu achei uma leve semelhante com a Anja Nissen, campeã da temporada retrasada do TV AU, belos recursos vocais, voz lá em cima, lá em baixo, boa extensão, ela sabe marcar sua voz para que todos prestem atenção nela. Muito boa. Nota: 9,5

AU_SELO_DeltaHMNOKAU_SELO_JessieSeuTalentoÉfalsoAU_SELO_RickyAMEI

Nathan Lamont – “Like I’m Gonna Lose You” by Meghan Trainor feat John Legend

944693_1063139830433115_6610650525929641995_n

Michel: Voltando para uma nova chance no reality, o Nathan foi bem melhor que na season 3, gostei muito da primeira parte da apresentação, sua voz mais grave e o controle vocal estavam ótimos, mas ao longo da apresentação confesso que eu esperava bem mais dele. Apesar do ótimo começo, achei tudo muito do mesmo, ele tem um timbre bem comum e limitado. Escolheu team Madden e as coisas por lá serão bem difíceis para ele, levando em conta o nível dos candidatos do time. Nota: 7,5 #TeamMadden

Lindomar: Como eu amo essa música, já vou umas mil versões que não a original quando estou na BAD. Nathan focou nos vocais e fez uma boa performance, mas o fato dele estar sorrindo quase o tempo todo me incomodou um pouco, porque amo essa música demais e ela trata sobre a perda de alguém. Enfim, no geral sua voz é interessante, ele sabe usar o violão e o timbre a seu favor, ele em alguns momentos se mostrou estar conectado e pode vir a surpreender. Nota: 8,8

Jean: Gostei bastante da voz de Nathan, ele pode cantar muita coisa bacana se bem guiado e ter desempenhos melhor que nessa sua blind. Eu não gostei da escolha dessa música pra blind, ele queimou uma música muito potencial para uma batalha, esse dueto da Meghan Trainor com John Legend, eu amo de paixão essa música e esperaria vê-la apenas na próxima fase, ele agora poderia cantar por exemplo Broken Strings, da Nelly Furtado nas batalhas. Mas ok, eu curti ele sim. Nota: 8,5

AU_SELO_DeltaAtéQueFoiBemAU_SELO_DeltaMtoBemAU_SELO_JessieMandouBem

Clancy Dunn – “Can’t Help Falling In Love” by Elvis Presley

13239179_1063142047099560_5154743505898359017_n

Michel: O tiozinho Clancy é daqueles tipo de cantores de luau que todo mundo gosta de ouvir a noite toda, contemplando o céu, o mar e as estrelas. Sua voz madura e grave, tem uma suavidade tocante, que aliás tocou bastante a Jessie J quando ele cantou “Make You Feel My Love“. Apesar de ter sido uma apresentação muito boa de se ouvir, acredito que ele não teria muitas chances no programa, levando em conta o formato do programa, mas valeu a sua presença no programa por sua performance tocante. #Eliminado

Lindomar: Que dózinha do senhor, Clancy é um senhor super simpático e fez uma performance singela e tocante com sua voz e o violão. No geral foi uma performance bonitinha, mas sem nada demais, também não viraria para Clancy.

Jean: Olha eu achei Clancy incrível, não apenas pro lembrar esteticamente meu vôzinho, mas pela ingenuidade, pelo respeito e por toda força. A voz dele é muito boa, eu poderia ouvi-lo por horas também assim como Ronan disse. Ok, potencial para The voice Clancy não possui, mas talento ele tem e muito. Cantando “Make You Feel My Love”, uma das músicas interpretadas também pela minha diva máster Adele eu também chorei.

AU_SELO_DeltsJessEmocionadoAU_SELO_Joel_VouFicarBemCaladoAU_SELO_JoeEmocionou

Micah Rothwell – “House Of The Rising Sun” by The Animals 

13179413_1063142923766139_308237897705871203_n

Michel: Primeiro erro do Micah foi a escolha da música, que é um clássico e tem várias versões maravilhosas, em especial da Kim (The Voice USA), sendo assim ele trouxe pra si uma responsabilidade que não estava equivalente do que ele podia oferecer. O início da canção foi bem interessante pra mim, assim como o Ronan, eu também achei a voz bem similar ao Johnny Cash, mas do refrão em diante eu achei que houve uma transição muito agressiva, que me incomodou bastante. Não sei se concordam comigo, mas achei sua rouquidão forçada em alguns momentos e por conta do seu nervosismo, a sua conexão com a música foi nula. Uma pena, porque ele tem uns aspectos vocais bem interessantes, como a rispidez de sua voz. #Eliminado

Lindomar: Existem tantas versões espetaculares desse hino do The Animals, que Micah teria que fazer algo espetacular para virar as cadeiras. Sua voz é rouca e permite a ele inserir uma certa rispidez nas notas mais altas que são ótimas, mas ele parecia meio perdido na música, não conseguiu para mim ao menos passar a emoção ou a mensagem da música, senti que ele deixou o nervosíssimo o afetar demais.

Jean: Depois de Kimberly Nichole e Hannah Houston cantarem essa música é difícil eu me impressionar com outra pessoa, mas ok, mesmo assim, tentando ser imparcial eu não gostei nada de Micah. Tem uma rouquidão bacana, mas não adequada, faltou harmonia, faltou um monte de coisa pra tudo entrar em sintonia.

AU_SELO_JoelNaoDaPraTeDefenderAU_SELO_DeltaOlhaPraMinhaCaraAU_SELO_JessieNemSuaMae

Crissy Ashcroft – “When The War Is Over” by  Cold Chisel

external

Michel: A música caiu como uma luva pra ela, tanto pro seu timbre quanto pela sua história de vida.Algo nela me lembrou um pouco a Sinead O’Connor, tem uma leveza em sua voz que muito me agrada. Sua performance foi excelente pra mim, a melhor do episódio, ela teve controle e muita conexão com música, conseguiu emocionar e passar a mensagem que a música traz. Não sei bem o estilo musical que ela vai seguir, mas espero que ela possa trazer sempre essa suavidade e emoção que ela trouxe hoje. Nota: 8,5 #TeamDelta

Lindomar: Geralmente quando um candidato mais velho se apresenta ele já enfrenta uma resistência do público e coaches, por conta da palavra possibilidade de ser alguém de sucesso para o show. Crissy sofreu com isso, mas felizmente Delta deu uma chance para ela, pois a mulher mereceu, sua história possibilitou a ela conseguir uma conexão espetacular com a música, seus vocais bem controlados e poderosos, foi uma performance visceral. Aliás Delta tem sido a coach dos candidatos mais velhos do show. Já prevejo uma batalha espetacular entre Crissy e Marcia. Nota: 9,0

Jean: Gente, eu fiquei impressionado com essa vovó powerhouse. Bem, a história dela é incrível e junto a essa música carregada de emoções que ela pode ter vivido é demais. Crissy trabalha muito bem com a voz, parece que ela já respira bem belo diafragma dado pelas grandes extensões vocais que ela apresentou. Só tomar um cuidado com a afinação. Nota: 8,8

AU_SELO_DEltaMamaMiaQueLindooAU_SELO_DeltsJessEmocionadoAU_SELO_JessieArrasou

Kate Van Elswijk – People Help The People by Birdy

maxresdefault (1)

Michel: Cantando uma das minhas músicas preferidas, a Kate tem um timbre muito lindo, mas que foi um pouco prejudicado por conta do seu nervosismo. Apesar do nervosismo, eu gostei bastante da Kate, ela tem uma vibe índie que gosto muito e fez uma excelente escolha musical, espero que ela continue nesse segmento daqui pra frente. Acredito que o Ronan saberá trabalhar bem com ela e espero que ela possa crescer na competição. Nota: 8,0 #TeamRonan

Lindomar: OMG! Kate maravilhosa! Que voz é essa Brasil? Kate Van Elswijc chegou toda tímida e extremamente nervosa, mas mostrou um dos timbres mais hipnotizantes e bonitos dessa temporada. Não foi uma audição espetacular, mas foi movida pela bela interpretação e conexão com a música e séria uma pena se ninguém tivesse virado, mas Ronan salvou a todos nós e garantiu ao menos mais uma performance dessa jovem maravilhosa. Nota: 8,5

Jean: Eu acredito que tenha faltado um pouco mais para Kate. Mesmo tendo conseguido seguir na competição penso que se tivesse subido um pouco mais o tom ficaria mais dramática e mais bonita a apresentação, ela tem um timbre bonito e se conseguir subir o tom ela pode vir cantar Emeli Sande, veremos como prosseguirá, a princípio não a acho uma candidata forte. Nota: 7,5

AU_SELO_JessieAcheiFofoAU_SELO_EllieTimbreLindoAU_SELO_JessieAprendeComigo

Kayleigh Killick – “We Found Love” by Rihanna

1936088_1063143983766033_5694616139963707854_n

Michel: Kayleigh tem um timbre muito lindo, mas acho que a música não favoreceu muito ela. Eu gostei muito da sua voz, o início da música foi até legal, mas no refrão perdeu a força, ela estava muito nervosa e isso atrapalhou bastante. Felizmente o Ronan e Jessie J reconheceram  ela tem algum potencial, acredito que ela possa vingar no programa por conta do seu timbre peculiar e por ter escolhido o team Ronan, que pra mim seria o melhor mentor para ela. Nota: 7,5 #TeamRonan

Lindomar: Com um arranjo mais lento e que valorizava seu timbre poderoso Kayleigh fez uma linda versão de We Found Love pelo menos até metade da performance, ela substituiu as batidas fortes da música por sua voz, porém acabou se comprometendo quando fez aquela parte mais acelerada do We Found, We Found, We Found quando chegou a soar irritante. No geral foi uma boa audição, de uma voz com potencial e acredito que Kayleigh tem muito a mostrar na competição ainda. Nota: 7,5

Jean: Kayleigh doce Kayleigh, eu achei ela muito ansiosa, um pouco de nervosismo na voz, meio anasalada em alguns vezes por conta disso. Mas eu acho que sim ela tem muito potencial para continuar no programa, cantar um pop-balada assim, só a Jessie e a campeã passada Ellie mesmo. Nota: 7,5

AU_SELO_JessieRecatadaAU_SELO_DeltaHMNOKAU_SELO_JessieRecatada

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Como disse no início da review, o episódio foi bem mais ou menos e não trouxe nenhum candidato muito relevante, principalmente quando comparamos aos candidatos dos episódios anteriores. Mas o episódio não foi nada ruim, em especial pela bancada que brilha cada vez mais a cada episódio. Vamos conferir como ficou nosso placar de notas e comentar sobre a formação dos times até aqui.

 Sem título

Team Delta: Diferente da temporada passada, nossa doce Delta vem conseguido ótimos participantes. Pra mim a Delta tem o segundo melhor time até agora, sua equipe é bem consistente e os destaques ficam por conta de Elle Murphy, Alfie Arcury e Maryann Wright, que fizeram blinds excepcionais e despontam como umas das maiores notas em nosso ranking.  Sinceramente, não vejo nenhum candidato facilmente descartável nas battles, pois os demais candidatos estão em um nível bem equivalente pra mim.

Team Madden: Madden são o dono da porra toda pra mim, eles tão com tudo nessa temporada. Andrew Loadsman, Lane Sinclair e Maddison McNamra, despontam como favoritos no time, mas o time ainda contam com nomes bem promissores como Lexi Clark e Don Leaton, já os demais ainda tem muito o que provar, principalmente por conta do alto nível dos já citados. Uma coisa é certa, será um verdadeiro massacre nas battles, já que a equipe está cheia de favorito e os gêmeos costumam fazer pareamentos bem justos.

Team Ronan: No caso do Ronan, com muito esforço ele conseguiu três nomes de muito destaque: Georgia Carey, Nina Ferro e Adam Ladell, já em contraponto temos Kate Van Elswijk, Sam Trenwith e Kayleigh Killick que levando em conta suas blinds, provavelmente não prossigam por muito tempo no reality.

Team Jessie: Jessie diferentemente da temporada passada, vem suando bastante para conseguir bons candidatos para o seu time, que é o mais fraco pra mim até o episódio de hoje. O seu time tem dois nomes que merecem destaque: Brianna Holm e Claire Howell. Tirando os destaques, acredito que Jack Pellow e Aaliyah Wareen possam se sobressaírem dos demais não citados, que pra mim são os candidatos menos promissores até então.

Bem, encerro aqui a review do sexto episódio do The Voice AU. Próxima semana encerra-se a fase das blinds para então dá inicio a tão aguardada e sofrida battles. Vamos torcer para que surjam candidatos de destaques nos próximos episódios, para que assim só enriqueça ainda mais essa temporada maravilhosa que estamos tendo esse ano.

13181293_889341711195055_2015064949_n

Como de costume, segue abaixo os vídeos referente ao episódio gentilmente postados pelo nosso amigo Ricardo! Valeu Ricardo!

Michel Araujo
Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.
Deixe-nos um comentário!
  • gabriel

    Crissy Ashcroft <3

    • Michel Araujo

      Tb gostei muito da Crissy e mais ainda de todo o significado de sua performance.

%d blogueiros gostam disto: