Posts Populares

The Voice AU – S08E02 – The Blinds, Part 2

Uma das melhores audições dos últimos tempos!

Depois de uma excelente estréia que vocês podem conferir aqui, os times de Guy, Delta e Kelly agregaram ótimos artistas com muito potencial para chegarem aos lives e quem sabe até vencer! Boy George segue sem ninguém repetindo a estigma do ano passado onde foi rejeitado pela maioria dos candidatos e segue causando problemas. No episódio de ontem quando o jovem Daniel Shaw se apresentou a bicha deu um pity porque o menino mencionou que ninguém se importava com ele tocando violão. Daniel não mandou um Shade ou algo do tipo para George, fez apenas uma provável referência ao fato de quando ele tocava violão ninguém prestava atenção nele.

Daniel ficou meio sem chão mas minha deusa Delta soube conduzir a situação e no final rolou até uma original dele que só mostrou ainda mais o quão talentoso esse jovem é.

No final se confirmou tudo que se desenhava um pianista precisa ir de encontro a outra, Daniel então escolheu o #TeamDelta. George voltou logo depois e seguimos assim! Hoje nos comentários as minhas amigas Tati e Mari se juntam a mim! Vamos conferir tudo que rolou?

[#TeamKelly] Amanuel Visser – “Midnight Train to Georgia’ by Gladys Knight

Lindo: Me senti vendo um daqueles cantores da época do disco mas com um vozeirão cantando soul e deixando todos chocado. A performance foi cheia de originalidade, vocais rasgados e potentes, ele caprichou nos graves e vou dizer que mereceu demais as cadeias que se viraram. Fiquei em duvida sobre quem ele escolheria porque George me soou tão animado e me parecia musicalmente a escolha mais correta para ele, mas ele decidiu se aventurar nas mãos de Kelly.

Mari: Uau, que artista interessante. Antes de Amanuel abrir a boca eu imaginei que sairia um tipo de voz bem diferente disso, mas o tom grave me despertou muito interesse. Não acho que ele seja o tipo de cantor que é um primor nos aspectos técnicos, até pela audição, ele me pareceu um pouco limitado, mas o timbre é bom, ele tem um estilo muito legal e escolheu aquela que é pra mim a melhor coach da bancada, ou seja, tem muito espaço pra evoluir ainda.

Tati: Primeiramente, que pessoa linda. Amei o cabelo, amei o estilo, amei tudo! Em segundo lugar, não curti o timbre dele. Infelizmente, não me agrada muito. Porém, deu para ele perceber que ele tem técnica e isso pode funcionar bem dependendo da música escolhida. Aqui, nessa performance, até funcionou, mas acabei achando a performance, num geral, muito sem graça. Sabe quando você fica esperando AQUELE momento e nada acontece? Pois então, foi assim. Ele poderia ter construído uma performance crescente, que seria sucesso

[#TeamGeorge] Diana Rouvas – “Vision of Love” by Mariah Carey

Lindo: Olha essa audição entra em um hall de audições incriveis e favoritas de todos os tempos! Diana foi tão melhor do que foi na primeira temporada, mostrou um controle e uma extensão vocal tão superior que me deixou chocado! Sinto que ela veio com tudo e jogando todas as suas fichas afinal faz oito anos que ela passou por esse mesmo palco e chegou longe, teria que voltar e mostrar que valia a pena seu retorno e ela fez. Após essa audição eu tenho apenas uma certeza: Diana irá aos lives no #TeamGeorge!

Mari: Ah, os refrescos, obrigada Deus pela graça alcançada. Quando eu soube que seria uma season com all stars, fiquei ansiosa demais pra saber quem seriam os artistas que voltariam e a minha felicidade foi imensa quando eu soube que Diana estaria entre esses nomes. Acho ela uma das melhores cantoras que já pisaram no palco desse reality. E ela mostrou nessa audição que continua maravilhosa. Vocais impressionantes, porém tenho criticas. Diana sempre me impressionou porque aliava excelentes vocais e conexão com a musica. Aqui ela se preocupou demais em mostrar tudo o que sabia fazer com a voz e eu não consegui sentir ela conectada a letra. O whistle também me pareceu deslocado e um pouco fora do tom. Fora isso, ela foi ótima. Para quem não conhecia essa mulher, façam um favor pra vocês, digitem Stormy Monday no Youtube e divirtam-se.

Tati: Diana foi uma candidata muito consistente no passado e quando eu soube que ela voltaria já estava esperando uma boa performance. Porém, eu não saberia que viria um PISÃO, pois é assim que ela veio, minha gente. Pisando em todo mundo, mostrando que ela faz o que quer com a voz. Eu sou do time do “mais é menos”, mas além dessa música permitir isso, isso é totalmente a cara dela. Canta muito, fala sério. Agudos e melismas maravilhosos e um timbre muito agradável. Geralmente, não gosto de gritadeiras, mas essa vou abraçar sim hahah!

[#TeamGeorge] Dezi Z – “Royals” by Lorde

Lindo: Olha aqui tá o claro exemplo que uma song choice pode destruir um cantor! Dezi fez uma versão bem exagerada de Royals que acabou descaracterizando a música totalmente, a essência estava perdida e ficou tudo muito aleatório. Eu sinto que poderia ter amado Dezi com uma música correta com um clássico, uma música mais adequada ou até uma versão de Rock mas de algo que funcionasse. Pelo que foi apresentado eu não viraria para ela, mas entendo os coaches que viraram.

Mari: Putz, era pra gostar? E olha que eu achei que eu ia amar, porque versões de rock são a minha cara. Mas, Royals, particularmente me desagradou bastante. Ela como cantora não é ruim não, tem uma aspereza bem legal na voz, tem muita presença de palco e acho que com um clássico do rock de verdade ela pode se dar muito bem, mas essa escolha de musica a matou pra mim, porém George gostou e eu espero que ele saiba aproveitar o que ela tem de melhor.

Tati: Sabe como você fica pendendo para um lado, mas tem algo que te puxa pro lado oposto? Sou eu todinha nessa blind. Eu amei a voz de Dezi, muito boa. Adorei a vibe da moça também. Adoro uma roqueira e ela poderia trazer um reportório muito legal para o programa. Porém, a versão foi muito estranha, gente. O começo foi confuso e me fez sentir vergonha alheia. Tava tudo uma bagunça! Ai quando o som começou a ficar mais pesado eu comecei a curtir e eu adoraria uma versão rock mais decente dessa música. O fato é que comprei a Dezi pela ousadia e pelo estilo e quero muito ver mais dela ao longo do programa.

[#Eliminado] Budjerah Slabb – “Climb Every Mountain” by Roogers & Hammerstein

Lindo: Extremamente nervoso o menino e logo nas primeiras notas rolou uma desafinição pesada que foi levando ele ladeira abaixo. Quando chegou próximo ao refrão podiamos perceber sua voz cada vez mais fragil e trêmula e a nota final foi a cereja do bolo pois saiu bem gritada. Sua voz ainda tá naquela fase do amadurecimento vocal e ficou bem estranha o tempo, inclusive no dueto com Guy. Gente sobre o dueto apenas elogios a esse vozeirão do Guy, arrasou viadooo! O menino é fofissimo e queria que ele tivesse ido melhor.

Mari: Aaaaaaa, achei Budjerah fofinho, mas coitado, tava nervosíssimo e deixou isso transparecer em quase toda a performance. Ele já começou dando uma pequena desafinada, os vocais estavam bem trêmulos e isso com certeza impediu os coaches de virarem, principalmente Guy, que parecia estar bem interessado. Aliás, ainda quando ambos cantaram juntos, Budjerah ainda estava nervoso, mas o dueto foi bem legal. (Guy, que voz heim, my friend).

Tati: Ai, quando ele abriu a boca eu pensei que ia sair algo bem legal, ainda mais que amo essa música. Mas não precisou nem de 5 segundos para ver que Bud não está nem um pouco preparado para participar de um programa desse tamanho. Muito nervoso, voz crua e timbre ainda em desenvolvimento. Escolheu uma música grande demais pra ele, mas acho que nem uma mini música resolveria muito o problema kkkkk. Triste.

[#TeamGuy] Lara Dabbagh – “Scars To Your Beautiful” by Alessia Cara

Lindo: De volta ao programa após não ter conseguido virar cadeiras na temporada anterior onde fez uma boa audição e merecia uma cadeira de verdade. Lara tem uma voz linda e poderosa, mas precisa amadurecer no controle vocal já que falhas novamente ocorreram e precisa saber escolher as músicas que canta! Escolher essa música da Alessia da qual ela tem um timbre tão similar acaba deixando as coisas mais complicadas.

Mari: Lara é uma retornante da season passada, que não virou cadeiras. Ela já tinha me chamado a atenção, pelo timbre que é bem único, mas lembro que ela cantou Rise Up, que é uma musica dificílima e acabou dando algumas derrapadas. Não acho Lara uma cantora fantástica, mas é nesse tom de voz diferente e bem interessante que ela deve apostar. A performance em si foi bem morna, mas o suficiente pra despertar a atenção do Guy.

Tati: Socorro que o timbre dela parece muito com o da própria Alessia. Só amadurecer um pouquinho mais e fica igual. Mas, no final, eu gostei da escolha, pois se encaixou muito bem na voz linda que Lara tem. Eu achei que ela mandou muito bem, viu? Vi algumas falhas no refrão em diante, mas ela é novinha e acho que pode evoluir bastante. Espero muito que Guy dê o devido valor a ela, pois claramente vou adotar.

[#TeamDelta] Natasha Stuart – “I Was Here” by Beyonce

Lindo: Artistas que cantam com o coração e se entregam elevam isso aqui a outro nível. Natasha passou por momentos complicados em sua vida mas com bom astral ela vem superando isso. Foi lindo a audição, ela estava totalmente conectada, imersa e fez a melhor performance da noite (sorry Diana), foi linda, simples e perfeita. Natasha ainda se conectou com sua coach em um outro tipo de conexão e eu sinto que essa parceria vai ir longe. ❤

Mari: Vocês querem um hino? I Was Here muito icônica apenas e Natasha matou a pau. Ela começou suave e quando ela cresceu no refrão eu já tava em pé cantando junto com ela. Vocais no ponto, interpretação excelente e o momento que ela fica com o braço erguido antes de cantar o último I Was Here junto com a bateria foi simplesmente maravilhoso. Amei, amei, amei.

Tati: EU AMO TANTO, MAS TANTO, MAS TANTO quando um artista conta uma história por meio da música. Foi exatamente isso que Natasha fez e não poderia ter feito de uma maneira mais linda e verdadeira. Eu fiquei emocionada real, minha gente. Ela cantou de uma forma tão genuína, como se ela mesmo tivesse escrito essa canção. Geralmente, vozes como a dela não me apetecem, mas eu fiquei totalmente envolvida e a questão técnica (que ela mandou bem, aliás) nem importou pra mim. O mais bonito aqui foi o que ela conseguiu fazer com a música. ❤

Essa última audição acabou sendo marcada por muita emoção, depois que Natasha deixou o palco Delta conversou um pouquinho com a plateia e perguntou quem conhecia/teve alguém na família que teve cancer a maioria levantou os bracinhos. Ela deixou então sua mensagem e provou porque é a rainha de Austrália.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Um bom episódio concordam? Tivemos o fim do close errado do George, sua rendenção com Diana em sua equipe e muitas lágrimas para rolar na audição de Natasha. Amanhã teremos a última noite de audição dessa primeira semana e teremos o retorno de Madi K da temporada passada. Para quem quiser conferir TODOS os All Stars da temporada pode conferir nosso post AQUI. Os times ficaram assim…

#TeamDelta: Luke Zancanaro, Daniel Shaw, Natasha Stuart

Delta vem montando um grande time até aqui, Natasha derramando emoção pelo palco e o jovem Daniel cheio de talentos seja como compositor, pianista ou vocalista, ele promete ir longe! Luke tem um lindo vozeirão que chama atenção mas está atrás de seus parceiros de time até aqui.

#TeamGuy: Chynna Taylor, Tannah Zancanaro, Lara Dabbagh

O grande nome do #TeamGuy até aqui é a Chynna e ela já provou em outra franquia que é ótima! Nem Tannah e nem Lara me chamaram tanta atenção, mas se fosse apostar em uma delas indo longe iria com Lara.

#TeamKelly: Prinnie Stevens*, Zeek Power, Amanuel Visser

Kelly tem um time bem equilibrado mas sem grandes estrelas até aqui. Zeek fez uma ótima audição e chamou muita atenção, Prinnie é #AllStar mas to achando que ela não vai ir muito longe não! Amanuel tem um estilo único mas não sei até que ponto esse estilo seria comprado pelos australianos.

#TeamGeorge: Diana Ruvas, Dezi Z

Diana Ruvas Team! Isso mesmo o time de Diana kkkk! Olha das duas artistas de George até aqui temos Diana que coloca o senhor dos chapéus como um forte candidato a ser campeão da temporada. Dezi tem uma boa voz mas escolheu a song da audição erroneamente e não acho que ela irá longe.

Para assistir o episódio completo, basta clicar AQUI!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu