Posts Populares

The Voice AU – S08E20 – The Grand Finale [SEASON FINALE]

Será que dessa vez a Austrália acertou?

Bom, eis que cá nos estamos na última semana, no último episódio do ano do The Voice Austrália. Essa 8ª temporada foi marcada pelas mexidas no formato, e claro, pela adição dos All Stars competindo com os acts regulares. No começo parecia bem controverso, mas ao longo do caminho, acho que acabamos percebendo que foi sim uma boa ideia. Talvez, seja necessário alguns ajustes ainda, mas foi algo bem pensado e que discorreu de maneira bem orgânica. Agora, só nos resta torcer para a Austrália ter sabido escolher sua única vencedora possível nessa finale, né. Diana, você é deus, entenda.

Sem mais delongas, vamos logo ver o que rolou nessa final! Para comentar o fechamento final da temporada, eu trago Tati e Lindo, que estiveram acompanhando a temporada de pertinho e fazendo reviews desde o início! Sim’bora!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O EPISÓDIO COMPLETO

[#TeamDelta] Daniel Shaw & Delta Goodrem – “Bitter Sweet Symphony” by The Verve

Avalie a performance:

Luana: Dueto bonitinho, né. Eu já esperava os dois no piano? Sim, mas lá no fundinho eu também tinha esperanças de sair algo diferente dessa parceria. Mas enfim, o esperado foi o cumprido. Eu curti a escolha da música, porque ao menos, acabou sendo algo mais agitado do que o que Daniel vem fazendo. A voz da Delta é linda e ela sempre arrasa! Por fim, as harmonias foram muito bonitas e a voz do Daniel é sempre muito agradável de se ouvir.

Tati: Eu esperei muito por esse dueto, sim! Dois pianistas ótimos, um deles é tão bom que nem conseguiu desgrudar dele o programa inteirinho, veja só! hahaha Eu amo essa música e o palco estava maravilhoso demais, eu não me canso de elogiar isso no The Voice AU! A performance começou um pouco fria e eu já estava me decepcionando, mas depois os bichinhos começaram a soltar o gogó e ficou bem bonito, principalmente pela voz do Daniel que fica bastante agradável em tons mais altos.

Lindo: O dueto que eu mais esperei foi esse, imaginei os dois tocando piano e as vozes se somando de forma perfeita e foi exatamente isso que ocorreu, um verdadeiro sonho no meio daquele palco com uma das mais linda composições do The Verve. Os violinos começando e as vozes dois inicialmente de forma individual e depois se somando, aquela espécie de neve caindo e para finalizar a carinha de felicidade dos dois, apenas um dos meus duetos favoritos da história do TVAU.

[#TeamKelly] Zeek Power – “Kiss” by Prince

Avalie a performance:

Luana: Gente, por que o Zeek se tornou outra pessoa do nada? Kelly, minha filha?????? Olha, pelas coisas que já vi do Zeek no youtube, isso aqui passa LONGE do que ele faz. Eu fico bem confusa com essas coisas, sério. Mas enfim, né. Apesar de achar que essa performance passa longe do que seja o Zeek, ele mandou bem na medida do possível, né. Rolou uns exageros bizarros no final? Sim, mas por ser finale, eu estou tentando ser mais branda.

Tati: Depois que Kelly resolveu tirar Zeek da zona de conforto, ela gostou mesmo, hein? Bom, se eu adorei Feels, desta vez eu detestei isso aqui. Ai, gente, que coisa mais chata da vida uma música cantada quase toda em falsete. Eu aceito isso só com Adam Levine e olhe lá! É muito bom ver que Zeek conseguiu entender a proposta da Kelly e se divertir no palco e tal, mas que coisa horrenda esses vocais, gente. Um horror! Dá até uma tristeza quando lembro que meu anjo performático e vocal Sheldon ficou de fora e olha que eu curto o Zeek, hein?

Lindo: Kelly minha filha você terminou de cagar na cabeça do Zeek com essa song choice. Minha gente Zeek fez uma performance decente nesses lives, depois disso foi Kelly colocando o menino para bater tambor, para ficar fazendo falsete e nada disso favoreceu seus vocais ou sua performance no palco. Foi um horror assistir isso e Kelly minha filha o resto de respeito como coach que se tinha se esvaiu aqui. Cade Sheldon aqui nessa vaga? CADE MINHA GENTE.

   

[#TeamDelta] Jordan Anthony – “Walk Me Home” by Pink

Avalie a performance:

Luana: Assim, acho que dá pra dizer que Jordan já teve performance bem melhores, né? A começar pela música, acho que o bichinho (e a Delta) poderiam ter se esforçado um pouquinho mais. Isso aqui foi muito pouco para alguém que vinha brigar pelo título. Eu nunca compreendi 100% o hype do Jordan e nunca embarquei muito nele, mas sempre pude reconhecer o talento. No entanto, após semana passada e hoje, não acho que ele mereça ser o campeão da temporada, não quando Diana ainda está na competição. Enfim, foi uma performance legal, mas bem básica e bastante aquém do esperado para alguém brigando para vencer uma competição.

Tati: Ai, gente, que início chato foi esse? Super sem graça. Está certo que a música não ajuda, né? Escolha péssima. Eu achei Jordan super disperso e, pra mim, ele só tentou mandar bem na parte vocal e foi isso. Zero interação, interpretação de uma porta e uma performance bem insossa, apesar de ele ter ido bem vocalmente. Mas é final, né? Se esforça mais aí, menino!

Lindo: Jordan foi aquela estrelinha de 14 anos que deixou todos chocados com seus vocais combinados em uma pessoa tão inesperiente e fragil de certa forma que conquistou a todos ali. Sua jornada até a final foi estável, com performances com vocais bons mas sem conteúdo e dado a história de todos os acts até as semi eu achei até justa sua presença aqui, a song que Delta escolheu não favoreceu ele pois exigia algo mais upbeat dele. Mais uma vez ele veio com bons vocais mas sem conexão, sem conteúdo e acho que isso vai vir para ele com o tempo e experiência e quem sabe não veremos ele nesse mesmo palco como um artista all stars, ele tem tudo para se tornar um Jordan Smith da Austrália.

   

[#TeamGeorge] Diana Rouvas – “I Will Always Love You” by Whitney Houston

Avalie a performance:

Luana: DIANA, VOCÊ É DEUS, POR FAVOR ENTENDA! Gente, a jornada desta mulher foi simplesmente irretocável, ela desconhece qualquer coisa que seja menos do que a perfeição! Desde o primeiro momento que Diana (re)entrou no The Voice Australia, em sua primeira nota, a gente já sabia que ela merecia esse título mais do que qualquer um. Eu sou uma fangirl do Sheldon assumida, mas em nenhum momento me passou pela mente sequer cogitar vê-lo superar Diana. Ela merecia esse reconhecimento, essa segunda chance! Eu fico muito feliz em vê-la encerrar sua jornada de forma tão gloriosa e perfeita, porque ela merece o mundo inteiro! Boy George nem sempre é um bom mentor (apesar da boa vontade), e até mesmo nessa temporada ele cometeu erros, mas com Diana ele pareceu dar seu melhor e, realmente, os dois fizeram um trabalho primoroso juntos! Lady D, venha buscar seu título, por favor!

Tati: Diana cantou todas as músicas batidas possíveis e é óbvio que ela cantaria Whitney em algum momento, não é mesmo? E isso dela cantar música batida, no caso dela, nem é uma crítica, afinal gente como ela pode vir e arrasar com o habitual. E foi isso que ela fez no programa todinho. Enquanto eu escrevo, estou ouvindo a performance com calafrios! Que início lindo, minha gente! Ela conseguiu começar da forma como a gente AMA, tocando no fundinho da alma e preparando para o que vinha depois. Tudo lindo, inclusive. Um arraso vocal, cheio de emoção. Enfim, maravilhosa e é isto.

Lindo: Uma powerhouse sem cantar Whitney não é uma powerhouse! Diana fechou sua jornada de covers aqui com uma exibição de gala, cheia de emoção, impacto, perfeição e deixou todos estonteados com tanto talento, controle e voz, que voz minha gente. Diana para mim você é DEUS e merece demais vencer essa competição, apenas entreguem as taças minha gente, uma vencedora a altura de Karise Eden a primeira vencedora do show e curiosamente da mesma temporada que Diana chegou a final. Entreguem as taças!

 

[#TeamKelly] Zeek Power & Kelly Rowland – “Earth Song” by Michael Jackson

Avalie a performance:

Luana: MEU PAI DO CÉU! Os duetos da Kelly são sempre os melhores, que artista, meu deus do céu! Gente, quem não se arrepiou assistindo isso aqui nem pode ser considerado humano, sério. Eu amo que a Kelly sempre cria um enredo para seus duetos, e tanto ela quanto o pupilo entram de cabeça no personagem e sempre entregam uma PERFORMANCE absolutamente completa! Apesar de não ser a maior fã do Zeek, não tem como negar que ele foi incrível aqui, né! E mesmo estando um pouquinho chateada com a Kelly devido às mancadas na temporada, não tem como deixar de enaltecer uma deusa dessas dando close certo! Mulher, eu te amo!

Tati: Meu Deus, Kelly me fez arrepiar na primeira vez que cantou e ela nem fez nada, gente, mas é porque estava linda de bonita mesmo, fora a concentração impecável. Eu amei demais essa performance, viu? Primeiro, Zeek e Kelly estavam totalmente entregues na performances, concentrados e Kelly lindíssima. Segundo, que interpretação foi ótima? Até arrepiei! Na nota final, eu só queria me pendurar também hahaha! Em terceiro, aff, o palco mais lindo que já vi para essa performance, sem sombra de dúvidas nenhuma. Conseguiram fugir da tradicional terra ao fundo. Enfim, meu segundo dueto preferido e obrigada por isso DE NOVO, Kelly. Já que eu amo o seu dueto com o DJ também.

Lindo: A presença de Zeek na final eu já contestei neh gente, mas tá aqui a justicativa da presença dele foi apenas para esse dueto ocorrer! Que dueto foi esse? Em primeiro lugar parabéns a produção por esse cenário digno de um clipe de alta produção com direito a chuva, fogo, pedras, uma verdadeira terra sendo devastada, eu fiquei chocado com isso. Em segundo lugar Kelly Rowland eu tinha seu dueto com Fasika como melhor até aqui, mas esse aqui e seus vocais e sua entrega eu fiquei apenas chocado, que coisa mais maravilhosa. Zeek finalmente você conseguiu se recuperar e entregar uma performance digna. Enfim, ARRASARAM e mantiveram o nível nas alturas depois do esmurro da Diana.

 

[#TeamDelta] Daniel Shaw – “The Scientist” by Coldplay

Avalie a performance:

Luana: Era só questão de tempo até Daniel cantar Coldplay, né? E sinceramente, foi a música perfeita para o momento perfeito. Acho que Daniel não tinha melhor forma de encerrar sua jornada na temporada que não fosse cantando “The Scientist”! Primeiramente, é uma música que eu amo muito e me identifico bastante! Segundo, Daniel realmente parecia ter uma ligação com ela e foi bem lindo. Eu não vou ficar falando mais do fato dele não sair do piano, porque é coisa pras considerações finais, haha. Mas olha, performance por performance em si, essa foi uma das mais lindas do episódio, sem nenhuma dúvida!

Tati: Aparentemente, eu sou a única que me incomoda com o Daniel não sair do piano, então vou parar de falar disso, rs. Pois, então, nesses lives eu gostei de todas as apresentações dele e quero o estúdio de todas. Essa música super combinou com ele e eu me senti tocada, mesmo que seja, sei lá, a décima versão dessa canção em um reality show que eu ame. A voz do Dani fica lindíssima em arranjos acústicos (até porque, né? ele só aposta nisso kkkk) e nessa música não foi diferente, fora que a conexão dele estava ótima também!

Lindo: Meu anjinho dos cachinhos cantando The Scientist foi exatamente isso que eu pedi Delta, muito obrigado pelos mimos (meu pedido número 1 era Chasing Cars, mas já fiquei feliz com o número 2). Ele falando dos cenários que não se sentia mais como o artista de rua e sim com um grande artista pronto para trabalhar com suas originais e usando seu piano sempre. Eu entendo as críticas por ele não sair do piano, mas ao mesmo tempo compreendo que ele quer seguir nessa linha e tem isso bem definido desde seu início e por isso não crítico esse ponto. Sobre a performance em si foi exatamente o que eu esperava, um Daniel imerso, conectado com a letra e passando uma mensagem linda, vocais maravilhosos e esse arranjo acústico deixou tudo ainda mais especial. <3

   

[#TeamGeorge] Diana Rouvas & Boy George – “Send In The Clowns” by Barbra Streinsand

Avalie a performance:

Luana: Meu Deus, que coisa mais linda, que conto de fadas! Eu sempre achei essa música a coisa mais linda do mundo, mas o engraçado é que eu não sabia o nome dela. Ou seja, quando vi o título do vídeo nem me toquei que se tratava dela. E mais uma vez comprovando o que eu disse sobre George e Diana terem sido perfeitos, esse dueto consagrou essa parceria tão iluminada e bem sucedida! Diana soou simplesmente angelical, o mais próximo da perfeição que vocês verão em qualquer The Voice da vida! E o vibrato tão marcante do George casou perfeitamente com toda a atmosfera da apresentação! Foi tudo tão delicado, elegante e sensível, um dueto inesquecível para uma dupla inesquecível! George e Diana, eu amo vocês demais!

Tati: Um hino é um hino, né, minha gente? Eu não gosto muito da voz do Boy, mas não há nada que a presença gloriosa da Diana não possa melhorar e deixar simplesmente maravilhoso! Isso foi lindo demais, de uma elegância e sensibilidade sem tamanho. A voz de ambos estavam perfeitas e a conexão então? A amizade de Boy e Diana é uma das melhores coisas dessa temporada e eu falo isso com tranquilidade. Devo falar também que amei a Diana explorando mais os agudos. Definitivamente, essa mulher pode cantar de tudo! Obrigada pelos refrescos, seus lindos!

Lindo: Se depois de Diana colocar fogo, Kelly e Zeek acenderam a foguria e Daniel veio com os mimos e me trouxe The Scientist restou a George e Diana colocarem a cereja do bolo. Eu achei simplesmente GENIAL como George conseguiu achar uma música que combinasse seu timbre mais grosso e pesado com os vocais mais limpos e poderosos de Diana, uma perfromance digna de um grande musical e algo que me deixou encatado demais. O olharzinho de Diana pro George e a cada frase, eu queria viver nesse momento para sempre.

 

[#TeamDelta] Jordan Anthony & Delta Goodrem – “You Say” by Lauren Diagle

Avalie a performance:

Luana: Meu Deus, a classe e a destreza da Delta, que mulher! Jordan mandou bem demais, mas vamos sinceros? Todos os holofotes estavam na Delta e ela não fez nem questão de pegar leve com o pivetinho, haha. “You Say” é um musicão, e até eu que geralmente não ouço música cristã, sou muito fã da canção e ouço sempre! O dueto foi bem lindo, de verdade. Mas não tem como deixar de perceber o quão verdinho o Jordan ainda é, e isso ficou bem mais evidente quando ele teve que cantar ao lado de uma deusa como a Delta.

Tati: Senhor da Glória, Delta engoliu o bichinho aqui e se fosse uma batalha ganharia por muito hahaha! Os vocais dela estavam perfeitos demais. Eu achei um dueto bom e é isso. Frente aos outros ficou devendo, apesar de ter sido vocalmente muito bom, faltou mais do Jordan para termos algo incrível.

Lindo: Delta para mim você é DEUS NA AUSTRALIA e pronto. Vou nem falar do Jordan aqui porque o bichinho até tentou e mandou bem, mas a falta de maturidade e experiência o deixaram bem longe do poder e controle de Delta. Apesar disso foi lindo ver como uma voz mais experiente se combina com algo mais verdinho como Luana disse acima, mas eu AMEI também e acho que foi uma ótima maneira de encerrar uma noite quase impecável (Zeek e seu solo to julgando vocês).

   

RESULTADOS & CONSIDERAÇÕES FINAIS

Obviamente, após todas as performances finais e duetos, era chegada a hora de revelar as posições dos últimos artistas da competição! Como revelado num tweet mais cedo, o TVAU disse que esta foi sua final mais apertada da história, onde todos os 4 finalistas estavam muito próximos em números, ou seja, jogo totalmente aberto! Sendo assim, eu já estava totalmente temerosa por minha deusa Diana, lol. Portanto, os anúncios:

4th Place: Jordan Anthony (#TeamDelta)

Sinceramente? Fiquei um pouco surpresa, pois pela pouca idade, achei que a Austrália ficaria bem louca com o pivete, estava até apostando num título. Além disso, dada as performances dos lives, Jordan foi mais consistente que Zeek, então, no mínimo, eu estava aguardando um terceiro lugar para o adolescente. Porém, sendo honesta, esse 4º lugar não me incomoda em nada, é isto.

3rd Place: Zeek Power (#TeamKelly)

Olha, eu não vou mentir para vocês não. A presença de Zeek nessa final me incomodou bastante, principalmente porque as performances que antecederam sua classificação foram de medianas para ruins, surreal. Ao meu ver, este terceiro lugar acabou sendo uma posição muito maior do que a que Zeek merecia. Além do mais, Kelly não foi uma boa mentora nessa temporada, vamos ser sinceros. Choices, né.

Runner-Up: Daniel Shaw (#TeamDelta)

Daniel é outro cuja presença nessa final me deixou um pouco inquieta. Quando Delta deu “7 Rings” para o Sheldon, ela comentou que estava fazendo isso porque gosta de estar sempre desafiando seus artistas, pois isso os eleva para novos patamares. Mas haja incoerência, viu?! Daniel não tirou a bunda do piano do começo ao fim, nem no dueto! Eu acho ele incrível e já cheguei até a torcer, mas não dá para negar que faltou certa versatilidade, né? Entendo que esse é o artista que ele é, mas nem sair do piano uma ÚNICA vez? Poxa vida. No entanto, dado os finalistas (tirando Diana, óbvio) esse segundo lugar deveria pertencer à ele mesmo!

Winner: Diana Rouvas (#TeamGeorge)

DIANAAAAAAAAAAAAAA, VOCÊ É A DONA DO PLANETA TERRA E VIVEMOS NELE APENAS DE FAVOR! Gente, não tinha outra opção de winner, né? Essa mulher começou colocando o nível lá em cima em sua audição e desde então ela não entregou NADA abaixo de perfeito e milagroso! Toda rodada eu ia deixando para ver os vídeos da Diana por último, pois sabia que se visse antes, todo o resto iria parecer a coisa mais banal e sem sal do mundo! Não tenho nem muito mais o que falar desta deusa, sinceramente! Diana em uma palavra: PERFEITA.

[#TeamGeorge] Diana Rouvas – “Wait For No One” (Original Winner Single)

Dessa vez apenas o vencedor teve direito ao single original, e PELO AMOR DE DEUS! VEJAM ESTA MULHER PERFORMANDO COM PERFEIÇÃO, MAIS UMA VEZ, MEU DEUS! Eu já estou sem ter o que falar, sério. Tudo que a Diana canta é simplesmente perfeito, não tem como comentar as coisas dela sem soar extremamente repetitiva! Vou só destacar uma coisa: a desenvoltura desta mulher no palco, incrível! Uma das melhores vencedoras do TVAU (e de todos os TVs do mundo), sem a menor sombra de dúvida! Diana Rouvas, você é apenas imbatível!

• • • 

Enfim, gente! É isto, assim encerramos a temporada! E aí, curtiram o resultado também? Quem disser que não já será bloqueado do site, LOL. No mais, nos vemos ano que vem para a temporada 2020 do The Voice Australia! Foi um prazer acompanhar com vocês e até lá, lindxs!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O EPISÓDIO COMPLETO

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Imagine só que um dia me foi perguntado quem eu era, e juro, até hoje não sei responder. Mas os fatos são: tenho 21 anos; sou de escorpião; amo meu cachorro e meu gato mais que tudo; estudo Rádio/TV/Internet, ouço Maroon 5; piro no Adam Levine; consigo colocar os pés atrás da cabeça; e - contraditoriamente - por fim, nasci de 7 meses.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries