Posts Populares

The Voice AU – S09E18 – Showdowns, Part 1

Dia de Showdowns do #TeamKelly e do #TeamGuy!

Primeiramente, queria dar um shout out pros nossos leitores que estão aqui acompanhando mais uma temporada do TVAU conosco, e dessa vez, em um cenário extraordinário, né. Em meio a uma pandemia global. Queria dizer que juntos somos mais fortes e agradecer a companhia em tempos tão difíceis!

No mais, hoje damos início a “finale week”! Sim, já estamos na reta final do programa, afinal, não é fácil gravar um reality show no momento que o mundo se encontra agora, né. Então sim, esse pano nós vamos passar! Hoje, nós teremos performances do #TeamKelly e do #TeamGuy, amanhã (segunda) teremos o #TeamDelta e o #TeamGeorge. E na terça, já teremos as semi-finais! Semana que vem, no domingo, teremos a Grand Finale, e o vencedor da 9ª temporada do The Voice Austrália será anunciado!

Para me ajudar a comentar as performances de hoje, eu conto com a ajuda de Tati e Lindo!

[#TeamKelly] Mark Furze – “Are You Gonna Go My Way” by Lenny Kravitz

Avalie a performance:


Luana: Pisou, meu filho, pisou! Sabe, eu não acho que o Mark tenha sido incrível em nenhuma rodada, no entanto, ele sempre foi extremamente consistente, nunca entregou nada ruim ou abaixo de sua audição. Talvez, hoje tenha sido o melhor dele, e numa etapa bem crucial, eu diria. Num programa como o TVAU, é muito importante você manter um nível. O time da Kelly é o mais fraco dos quatro, então eu acho que o Mark tem boas chances. Vamos ver o que os outros entregam, né.

Tati: Apesar de Mark não ser meu favorito, ele é competente demais, né? Não teve uma performance abaixo da média nessa season e essa foi mais uma que eu curti demais! Está certo que ele não fez nada diferente do que a gente já viu, mas foi uma performance vocalmente boa e ele soube preencher bem o palco, mesmo ficando mais paradinho ali. Curti muito!

Lindo: Em primeiro lugar que MACHO GOSTOSO DO CARALHO, tão sexy, so hot kkkk, meu deus… voltando ao tema a performance foi TUDO que eu esperava, precisamos deixar claro que Mark não saiu da zona do conforto ele preferiu ir com algo que ele sabia que iria brilhar e ele brilhou, entregou vocais, atitude, confiança e mostrou star quality, eu acredito que Mark briga com Alex por uma vaga entre os dois a serem escolhidos e ele deu o nome e serviu demais.

[#TeamGuy] Timothy Bowen – “The Chain” by Fletwood Mac

Avalie a performance:


Luana: Que songchoice curiosa pro Timothy, não que seja distante do que ele faz, na verdade, é absurdamente dentro da zona dele. Só acho que nunca ouvi essa música num vocal masculino, foi bem legal. Eu nunca achei Timothy essa coca-cola toda, e continuo sem achar, mas ele é bem consistente e o tipo de act que se sairia muito bem no TVUS. Não sei como a Austrália enxerga ele, e sem o voto do público, fica mais difícil ainda avaliar como esse estilo de artista se sai por aqui. Eu curti a performance, mas de novo, não vejo esse brilho todo que os coaches parecem ver nele não.

Tati: Meu Deus do céu, a vibe Team Blake desse moço me faz de fato não gostar dele mesmo hahaha. Eu sempre lembro dos cantores country do The Voice US que sempre tombavam meus favoritos. Falando da performance em si, eu achei muito boa e ele arrasou na parte vocal, mas até metade da performance eu estava achando tudo bem morninho, viu? Veio melhorar só do meio pra frente.

Lindo: Na maré oposta do #TeamKelly me pareceu que Guy pediu aos seus artistas para o surpreenderem e Timothy seguiu o conselho e veio com The Chain cheia de soul, me lembrou um pouco a versão do Harry Styles mas senti ele distante se conectar com a música e achei que faltou um pouco de trabalho nesse sentido, achei a performance sólida e forte, mas não seria uma que me encheu os olhos nesse round.

[#TeamKelly] Chris Sebastian – “Attention” by Charlie Puth

Avalie a performance:


Luana: Chris é um cantor muito bom, mas ele simplesmente não ficou bem nessa música. Eu entendo que a intenção era mostrar um outro lado dele, mas eu não gostei, de verdade. O timbre dele ficou bem irritante nessa música, e sem os trocentos melismas, a gente percebe que não tem muita coisa ali. Eu sei que ele está tentando se estabelecer como seu próprio artista, mas me parece que ainda é uma jornada em construção. É uma pena que a temporada tenha sido encurtada, pois acho que ele teria uma bela curva de ascensão com a Kelly! Pra mim, hoje, Chris teve sua pior apresentação, mas vai avançar pelo sobrenome.

Tati: Eu curto Attention demais! Obrigado pelos mimos de performar essa música, Chris! Eu gosto de Chris, acho ele um bom cantor, apesar das minhas ressalvas sobre a validade do fato dele estar nesse programa. Enfim, ele foi bem! Não foi uma performance UAU, mas dentro do nível que ele vem entregando e o suficiente para sr um dos melhores do Team Kelly.

Lindo: Attention é uma música difícil, complicadíssima diria, exige respiração, exige falsete, melisma, exige vocais no ponto e acho que Chris quis fugir da imagem de ser um cantor clássico de baladas e mostrar um lado pop dele mesmo, mas na real achei bem ok, eu achei que ele entregou o melhor que poderia para essa música e acho que o seu erro foi na song choice mas aquela passada de pano dos mentores pelo sobrenome dele rolou neh.. então vamos ver, já sabemos que ele é uma clara escolha da Kelly.

[#TeamGuy] Stephanie Cole – “You Say” by Lauren Diagle

Avalie a performance:


Luana: MEU DEUS?? QUE COISA LINDA, MINHA GENTE! De longe, a melhor performance da noite até aqui. Eu sempre gostei da Stephanie, desde sua audição, mas hoje ele atingiu seu ponto mais alto na competição! Ela vinha numa linha mais dance/pop, mas dessa vez, optou por uma balada, gospel até. E foi lindíssimo, os melhores vocais que ela já apresentou, além de uma conexão muito bonita E esse cenário, minha gente? Lindíssimo! O TVAU sempre se supera na cenografia, é incrível! Surpreendeu, cantou e encantou!

Tati: Gente??????? Eu reclamei da Stephanie na rodada passada e ela veio nessa de voadora na minha face, mostrando que ela tem talento, SIM. Eu tô arrepiada até agora, minha gente! A produção, o palco, a conexão… TUDO foi muito bem pensado para essa música, que é uma das minhas favoritas, inclusive. Steph teve O momento nessa fase e presumo até que seja a melhor performance dos showdowns, viu? Vejamos, pois eu amei demais!!!

Lindo: Stephanie resolveu aparecer nos Showdowns, ela escolheu perfeitamente a song choice, o visual e o palco lindissimos, fiquei extremamente encantado com a visão dos anjos e ela se entregou tanto vocalmente, surpreendeu tantooo, simplesmente maravilhosa. Eu realmente me surpreendi pois sempre vi a Stephanie num vocal pop mediano, e a song dos Playoffs não ajudou muito mas aqui ela se colocou como uma possível candidata a uma vaga no disputado Team Guy, se fosse no Team Kelly a vaga seria dela.

[#TeamGuy] Adam Ludewig – “Someone You Loved” by Lewis Capaldi

Avalie a performance:


Luana: Gente, essa música é tão complicada. Ela tem muito poucos espaços para respirar, e basicamente a pessoa vai cantando uma coisa na outra, com o mesmo ar, eu acho babado. E assim, desde as audições, essa foi a primeira vez que o Adam cantou algo de acordo com sua voz, né? Achei a escolha bem sábia. No entanto, eu esperava um pouco mais dele, mais entrega, como na audição. Apesar do timbre, hoje Adam não apresentou muita coisa, meio que num modo de segurança, sabe. Gostaria de tê-lo visto se soltar mais.

Tati: Guy acabou com Adam, meu pai. Talvez não seja culpa do Guy, mas vamos assumir que sim, pois estamos falando de Guy hahaha! Adam fez uma blind tão promissora, no entanto me decepcionou um cadinho nas performances seguintes. E olha que ele sempre vai bem, como foi hoje, mas ele é muito talentoso e pode muito mais do que vem entregando. Essa performance mesmo ficou ali dentro do bom/esperado e, pra mim, faltou um pouco mais de entrega.

Lindo: Acho que essa etapa onde o poder de escolha vai pros acts vai pesar nos mais jovens como Adam, Despina, Siala talvez pois eles ainda precisam de alguém para ajudalos nessa trajetória de diferenciar o que cai bem em sua voz e te faz brilhar e as músicas que você ama. Adam tinha uma song choice bem óbvia para ele que era Someone You Loved, mas por algum motivo isso não funcionou, faltou conexão, emoção, vulnerabilidade e até os vocais ficaram apenas ok, acredito que se Adam voltar daqui uns 2-3 anos será um poderoso candidato a vencer, ele precisa de um trabalho mais próximo de um coach e a pandemia impossibilitou isso neh.. performance just okay.

[#TeamKelly] Lyric McFarland – “Can You Feel It” by The Jacksons

 

Avalie a performance:


Luana: Ai, sei lá. Sei que foi a Lyric que escolheu a música, e ela mandou bem demais. Mas minha performance preferida dela foi na rodada passada, quando ela veio com uma balada. Eu gostaria de ter visto aquela Lyric novamente. Ela foi bem, e sei que é incrível que ela esteja ali naquele palco tão confiante de si novamente. Então assim, foi uma boa performance sim, só não sei se suficiente para deixar uma marca na Kelly ao ponto de avançá-la para as semi-finais.

Tati: Gente, que coisa gostosa ver Lyric se soltando assim. Inclusive, ela estava LINDA, viu? Amei a roupa e a segurança. Quanto à performance, eu curti! Dentro da proposta, foi bem legal. Eu realmente lamento por Lyric não poder cantar como antes, pois vejo que a música é a paixão dela e nem sempre ela consegue acompanhar as notas mais altas :(. Enfim, fez uma boa apresentação e melhor dela até aqui.

Lindo: Song choice save e bem linear, Lyric se entregou vocalmente e foi lindo ver ela brilhando, mas não acho que foi a song choice perfeita para uma rodada onde suas chances de ser eliminada são de uns 75% já que uma vaga é pro Sebastian neh, faltou ela criar um momento aqui, foi uma song legal e tal, mas não teve aquele momento UAUUU ou YAYYYY, enfim, foi ótimo ver Lyric de volta e reencontrando sua voz na competição.

[#TeamGuy] Matt Gresham – “Who I Am Now” (Original Song)

Avalie a performance:


Luana: Socorro, a voz desse moço é tudo para mim! Eu adorei a música, gente. Ele é um compositor muito talentoso, viu. Facilmente, essa música poderia estar fazendo sucesso nas rádios. Eu adorei a performance do Matt, para mim, foi uma das melhores do time. Sei que a competição está super acirrada, e o pobrezinho ainda é wildcard. Mas eu vou me manter crente que os coaches ainda prezam por qualidade e talento, sendo assim, acredito que Matt tenha chances! Se não, eu gostaria de vê-lo em outra edição como all-star, seria legal e digno para sua jornada.

Tati: Meu filho??? Sempre te achei ótimo, mas nunca me importei muito com você, mas pelo amor de Deus que música maravilhosa e sua voz estava simplesmente MARAVILHOSA. Quero o estúdio no meu Tidal pra ONTEM. Gente, foi uma performance simples, mas super sincera. Como esperado, já que se trata de uma música original, deu para perceber que ele tem uma conexão com a letra. Enfim, amei muito.

Lindo: Matt Greeshaw você simplesmente foi PERFEITO, que song choice maravilhosa foi essa, eu amei a letra, a vibe, me lembrou um pouco Ed Sheeran no início da carreira ou Dean Lewis, Matt trouxe vocais, uma bela composição, entrega, vulnerabilidade e se a escolha fosse minha ele seria minha primeira escolha no #TeamGuy mesmo sem ver quem vem por ai kkk, achei arriscado e ousado vir com original, mas AMEI.

[#TeamKelly] Despina Savva – “Bellyache” by Billie Eilish

Avalie a performance:


Luana: Péssimo, eu simplesmente detestei isso aqui. Despina, minha filha? Eu sei que a menina é novinha (14 anos), e tudo mais. Mas é a segunda vez que Despina pode escolher sua música, e ela vai de Billie Eilish, de novo? Complicado, né. E dessa vez foi apenas triste, “Bellyache” foi uma escolha já meio duvidosa, e a versão que criaram pra menina ficou horrível. A voz da Despina não encaixou bem, e tudo ficou muito bagunçado e solto. No começo da semana, eu tava dizendo pro pessoal que Despina tinha timbre para mandar super bem numa música da Gwen Stefani tipo “4 In The Morning”, “Don’t Speak”, ou até mesmo “Cool”. E eu continuo achando isso, ainda mais depois de vê-la tão perdida numa música mais dançante. Timbres peculiares assim precisam de músicas específicas para brilhar, isso não rolou hoje.

Tati: Meu Deus, eu amo esse penteado da Despina, inclusive faço em mim, mas nela fica mais bonito kkkkkkkkk. Ela estava LINDA e esse cenário também. Mas a performance, bem… Não foi muito o que eu esperava. Eu até que gostei e combinou demais com a voz dela, mas ela acabou ficando presa à proposta do sofá, que eu até agora não entendi, btw hahaha! Foi bem morninha no final das contas. Uma pena, pois gosto dela.

Lindo: Eu via tanto potencial na Despina mas a idade não ajudou aqui, ela escolheu novamente uma música da Billie e dessa vez a música errada, o arranjo tudo e ela escondendo a cara atrás do microfone também não ajudaram, ela até foi bem, mas faltou ter um impacto aqui e mesmo com seu timbre único eu acho muito dificil que ela venha a ser uma das escolhas de Kelendria aqui, espero ver ela no futuro retornando ao The Voice.

[#TeamKelly] Alex Weybury – “Drops of Jupiter” by Train

Avalie a performance:

Luana: Mas gente, por que a música começou do nada? Até tomei um susto, a edição falhou aí. E assim, Alex já tinha muito a provar aqui, pois por conta de seu block duplo, ele sempre teve muito a provar, é um fardo, né amado. E assim ele cantou muito, mas a música foi muito pequena e sem clímax, sabe. Isso me faz questionar o quanto de controle eles realmente têm sob essas escolhas. Qualquer artista com o mínimo de experiência conhece sua voz suficiente para saber como destaca-la, e me parece meio burro escolher uma música meia boca do Train, tendo um mundo de opções. Enfim, eu ate curti a apresentação, mas acho que Alex poderia ter sido mais do que foi com uma música diferente.

Tati: Acho Alex tão sonequinha, mas que voz gostosa ele tem, viu? Com essa música maravilhosa ficou melhor ainda, pois combinou super. Inclusive, foi a minha performance favorita dele, não que isso signifique muita coisa kkkkkk, mas ele foi muito decente e fez uma apresentação agradável, o suficiente para eu não querer dormir. Está certo que a música ajuda, mas ele mandou bem demais!

Lindo: Alex teve uma escolha bem complicada neh? Ele deveria ter apelado para algo emocional e tal, e Kelly ainda disse a ele nos ensaios sobre a música ser save e faltar um tempero e tal kkk, ele até tento, ficou de pé tocando piano e cantou bem e tal, mas para um momento decisivo como esse eu senti que Alex acabou de jogar a vaga garantida dele fora e deixou o caminho livre para Mark, a execução foi bem boa mas faltou um momento, um brilho, mesma coisa da Lyric que comentei acima. Eu avançaria no #TeamKelly o Mark e mesmo sabendo da cota o Chris foi o segundo melhor no time dela na minha opinião e iria com ele.

[#TeamGuy] Johnny Manuel – “Before I Go” by Guy Sebastian

Avalie a performance:

Luana: Sabe aquele aluno lambe botas do professor? O Johnny todo, meu pai. Mas eu gostei, hoje, eu gostei. Eu tenho pavor da parte aguda da voz do Johnny, porque me lembra o Sam Smith, e eu tenho alergia à voz dele. No entanto, hoje tudo foi bem mais controlado do que nas outras rodadas e sem tantos exageros. Como eu não conhecia a música, não tenho como saber se teve exagero ou não. Mas independente disso, eu gostei do que vi e ouvir. Para mim, foi a melhor performance do Johnny, ou pelo menos, a mais fácil de assistir e curtir.

Tati: Johnny, meu filho, eu esperava que tu viesse com o manjado nessa fase, tipo: “A Song For You” ou “It’s a Man’s World”, mas não uma música desse tipo, viu? Foi uma surpresa boa, pois fugiu do óbvio e mesmo assim arrasou! Vocalmente falando ele sempre arrasa e os melismas foram no ponto. Nem se eu quisesse eu acharia algo que me incomodasse de verdade para criticar Johnny nessa performance. Adorei!

Lindo: Pisou demais e mostrou o porque do Guy ter tanta preferência por ele contra todos os outros do time dele, alias Guy deixou isso bem claro na decisão dele que acabei vendo antes de comentar aqui kkk, Johnny pegou uma música que valorizou seu timbre, abriu espaço para ele ter registro alto, e quase pregar ali no palco, o controle foi perfeito e adorei demais. Se eu fosse escolher no Team Guy eu iria com Johnny e Matt G, com Stephanie correndo por fora por essa vaga do Johnny kkk, mas é isso neh gente, em geral os artistas escolhendo por eles mesmo foi uma sábia decisão.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bom, e ao fim de tudo, coube aos coaches decidirem quais 2 artistas de seus respectivos times, eles gostariam de avançar para as semi-finais. Sim, o público não teve nenhum poder de decisão, afinal, todas essas performances foram gravadas semanas atrás, para garantir a saúde e bem-estar de todos os envolvidos da forma mais segura possível. Sendo assim, as decisões foram:

#TeamKelly

#TeamKelly: Chris Sebastian e Mark Furze.

#TeamGuy

#TeamGuy: Johnny Manuel e TimothyBowen.

Se eu tivesse que decidir por ambos os times, eu teria optado por qualquer combinação de Mark/Chris/Alex no #TeamKelly, pois foram os melhores de hoje. Já no #TeamGuy, acho que os grandes destaques em questão de qualidade foram Stephanie e Johnny. Mas compreendo o avanço do Timothy, afinal, cotado é cotado.

E assim, já temos esses 4 artistas confirmados nas semi-finais de terça-feira. Amanhã, iremos descobrir mais 4 nomes advindos dos times da Delta e do George, completando assim, o grupo da semi-final! Em quem vocês apostam? Particularmente, eu vou de Stellar e Clarissa no #TeamDelta, Siala e Elyse no #TeamGeorge.

CLIQUE AQUI E CONFIRA PARA BAIXAR OS EPISÓDIOS DA TEMPORADA!

Os episódios completos serão disponibilizados para visualização e download durante toda a temporada, mas como dependemos de um fórum externo, algumas vezes o link pode demorar mais a sair! Tenham paciência!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries