Posts Populares

The Voice Brasil – Aquecimento 7ª Temporada – Relembrando alguns momentos

A sétima temporada do The Voice Brasil vem aí! 

Sim, ele está de volta! Ele que é a versão brasileira do melhor reality show sobre música, ele que tem coach do amor, mas também tem coach do ranço. Ele que revela artistas maravilhosos, mas que nunca deixa a gente aproveitá-los, pois o formato é uma bagunça, sim, ele: o tão amado e odiado The Voice Brasil! E cá estamos nós para cobrir a sétima temporada, que vem com algumas novidades. Vamos explicar todas elas para vocês e aproveitar para relembrar alguns micos e pisões de outras temporadas. Então, bora começar?

A BANCADA

Resultado de imagem para THE VOICE BRASIL SEASON 7

Bom, até então sem mudanças. Lulu e Carlinhos continuarão no programa para provar que querem ser o Adam e Blake brasileiros e serão acompanhados pelo tricampeão Teló e pela rainha da edição, Ivete Sangalo.

MUDANÇAS NO FORMATO 

Sim, teremos algumas mudanças. A primeira delas é que cada time será composto por DEZOITO artistas e não 12, como nas temporadas anteriores. Ou seja, mais apresentações. Ao menos, o programa será exibido duas vezes por semana, às terças e quintas, ou seja, ganharemos algumas horinhas para assistir a todas essas apresentações.

No total, teremos 22 episódios, sendo seis dias de audições às cegas, três de batalhas, três de tira-teima, três de batalha dos técnicos, um programa destinado à fase de Remix e quatro shows ao vivo. Bom, eu acho esse formato péssimo e algumas fases bem sem noção (como a batalha dos técnicos), mas não me estenderei nas críticas, já que isso não vai resolver, né? hahaha

Outra mudança é que a fase de batalha dos técnicos será ao vivo e o público poderá salvar um participante eliminado nessa fase, por votação que acontecerá somente pelo site oficial do programa.

NOVIDADES: BOTÃO DE BLOQUEIO 

Resultado de imagem para botão bloqueio the voice brasil

Isso é a grande novidade da temporada, meu povo! O The Voice US já havia adotado esse botão na última temporada e a franquia brasileira resolveu copiar. Como funciona? É basicamente assim: em uma audição às cegas, o técnico pode “bloquear” o técnico adversário e, assim, o artista em questão não poderá escolher o mentor bloqueado. Cada técnico tem direito a apertar o botão de bloqueio uma vez e pode ser impedido de ser escolhido por um artista apenas uma vez também. Já prevejo muita gritaria e confusão.
Vejam como foi na versão americana.

As novidades são basicamente essas, massssssssss como é um aquecimento, bora relembrar alguns momentos desse reality? Que tal relembrar alguns altos e baixos de temporadas anteriores?

“Vem sentar no meu colinho, vem” [5ª temporada]

Gente, eu amo tanto esse momento, pois esse foi um dos argumentos mais sem noção que já ouvi de um jurado. Como assim, chama pra sentar no colo, minha gente? Sem noção demais!

Brown vs Cláudia [4ª temporada]

Ai, gente, honestamente? O mico pra mim ficou por conta do Brown. Que grosseria foi essa? O cara pisou na Milk ao vivaço de graça! Fiquei com dó hahaha.

Claudinha não sendo escolhida [4ª temporada]

Ô, gente, juro que não é perseguição com a bichinha, mas Milk coleciona micos no programa, até quando ela não faz nada. O cara não esperou ela nem terminar pra rejeitar a pobi hahahaha.

Masssssssss, nem só de maus vive o programa, né? Hora de relembrar os pisões em formas de apresentação. <3

Sam Alves & Marcela Bueno – A Thousand Years [2ª temporada]

Para mim, isso foi um dueto. De tanta cumplicidade que teve nessa apresentação. Um hino de batalha, com muita técnica e talento. Saudades de batalhas assim, viu?

Millane Hora & Karina Duque Estrada – Bilhete [3ª temporada]

Já que estamos falando de batalha, hora de relembrar umas das batalhas mais emocionais que já vi nesse programa. Está certo que a Claudinha exagerou no choro (parece que estava morrendo alguém), mas eu também chorei e achei uma apresentação vocalmente maravilhosa.

Juh Moraes – A menina dança [1ª temporada]

Juh, por que tão maravilhosa? Uma artista incrível, cheia de personalidade e simpatia e que entregou clássicos da música brasileira com muita alegria. Eu amo essa performance de um tanto, pois, além da linda voz, ela esbanja simpatia.

Mylena Jardim – Love On The Brain [5ª temporada] 

Eu acho essa música muito difícil de cantar, a razão é que a original é boa demais e imbatível. Porém, Mylena conseguiu entregar uma versão muito digna dessa música, que não chegou à altura da original, é claro, mas teve tudo que a música pedia. Uma senhora interpretação!

Ellen Oléria – Jack Soul Brasileiro [1ª temporada]

Eu poderia colocar aqui “Maria, Maria”, mas eu amo tanto essa performance e acho um verdadeiro pisão. Ellen dá um show de originalidade e eu sou fissurada nas partes que ela imita instrumentos musicais. Rainha!

Liah Soares – Asa Branca [1ª temporada]

A simplicidade dessa performance é algo que me faz ser apaixonada por ela até hoje. Voz, dois instrumentos e o coração no palco foi tudo que Liah precisou para entregar uma das versões mais lindas que já vi dessa música. Um pisão em forma de performance.

Então é isso, gente! Animados? Será que teremos nessa season mais micos ou pisões? Sinceramente, sinto muita falta das primeiras temporadas. Espero que tenhamos uma boa edição dessa vez. Lembrando que o programa começa no próximo dia 17, terça-feira, após “Segundo Sol” e o Panela de Séries vai cobrir tudo pra vocês. Vejo vocês!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries