Posts Populares

The Voice Brasil – S07E04 – Audições Às Cegas – Parte 4

Vem curtir mais um dia de audições cá gente!

Mais um episódio de ‘Audições’ do The Voice Brasil na área e olhe, o programa até o momento tem mostrando que essa edição veio para se marcar como uma das melhores. Com o nível de participantes de mediano para bom, o 4º dia ‘audições’ trouxe bom humor, vozes com grandes potenciais e mais um uso do temido e cômico ‘botão de bloqueio’.

Para comentar as apresentações de hoje, eu não podia estar melhor acompanhado. De um lado eu tenho ele, o dono e proprietário das melhores e mais engraçadas reviews de ‘The Voice’, Dam. Do outro, tenho um baiano virado na zorra, e que tá pra jogo a qualquer hora, Thairo. Vale ressaltar que unir três paneleiros soteropolitanos é (acho) algo inédito, Brasil.

Assim como nas reviews do Dam, combinamos de usar apelidos para nós, e eles foram inspirados em músicas genuinamente baianas. Eu, Lucas, aquele que bate feito maionese será denominado de nada mais nada menos como Lu Maionese, Dam, que é tão bom quanto ‘bom xi bom, bom, bom, bom, será chamado de Dambombom. Já Thairo, trará todo o seu poder de ‘abrir as rodas, enlarguecer’e será apelidado de Thai Rodinha. Sem mais delongas, partiu episódio.

Damiana Sadili – “Espelho” by Ludmilla #TimeBrown

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Eita que eu amo vozes como a da Damiana, a presença em cena da menina é gostosa, ela tem uma movimentação bacana… No entanto, seu nervosismo esteve à flor da pele, além da música ter deixado ela sem espaço para mostrar seus recursos o que tendeu à moça impor diversos improvisos, e nuances desnecessárias, americanizando a canção. Do meio pro fim da canção tive a sensação de estar exausto de ouvir aquilo.

Dambombom: Que voz soul deliciosa meu Deus! A voz sai fácil dela e todos os melismas é artifícios usados por ela durante a música fez a apresentação ser gostosa e boa de ver.

Thai Rodinha: Não conhecia a música, mas esse primeiro contato com ela também não foi muito agradável no início. Durante a performance ela mostrou uma certa conexão, um gingado que a música pedia. Não supriu minha expectativa, no final o ritmo não estava muito certo dela com a música, e deu umas desafinadas. Num geral não foi agradável para mim.

 

D’Lucca & Gabriel – “Amor da Sua Cama” by Felipe Araujo #TimeTeló

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Primeira dupla na área! E nem precisou os meninos cantarem para sabermos que eles iriam para o time do telózinho, né? Eu acho massa quando o programa traz duplas de irmãos, pois a intensidade e afetividade familiar vai para cena e o resultado sempre é bom. E esses meninos são a cara da atualidade: bonitos, cantam o que está em alta.. Só os achei um pouco travados no palco, faltou uma movimentação maior dos dois. De resto, achei ok.

Dambombom: AAAAAAAAAAAAMMMMMOOOOOOOOO Devinho Novaes cantando essa música. Se vocês ainda não conhecem o boyzinho do sucesso, pesquisem sobre ele no YouTube. Achei os vocais um pouco agressivos e não senti muita harmonia entre a primeira e segunda voz. A música até que combinou com a personalidade da dupla mas eu senti falta de algo mais claro e limpo vocalmente falando.

Thai Rodinha: Eu ADORO essa música, e os cantores me animaram também. Tava cantando junto com eles, claramente já teria virado desde o início por ser uma dupla também, e bloqueava o Teló.  Foi burrice dos outros técnicos, deram de bandeja haha.

 

Luiza Oliveira – “You And I” by Lady Gaga #Eliminada

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Eu conheço essa moça aí de realitys virtuaaaaaaais!!!!!!! Rapaz, embora lulu tenha trazido bastante personalidade, presença e muito potencial, o nervosismo dela esteve a tona demais e tomou conta de seu ser, durante a apresentação. Ele ainda tornou com que com ‘You And I’ fosse demais para ela. Uma pena. Já vi trabalhos incríveis dela e fiquei bem triste de vê-la eliminada.

Dambombom: Uma péssima escolha músical pra uma voz super interessante que poderia ter muito a oferecer. Luzia escolheu uma música que precisa de uma certa personalidade e até um pouco de teatralidade não é mesmo? E por esses fatores ela ficou bem abaixo das expectativas fora as derrapadas que ela deu nas partes altas. Faltou amiga, volta ano que vem

Thai Rodinha: Incomodou-me um pouco o inglês dela. O tom estava errado, e a leitura que a banda deu para a música não ajudou muito, ficou meio estranho, nem algo lento ou rápido.
E a música subiu e ela melhorou um pouco, achei pouco e não me motivou.

Raissa Araújo – “Só Tinha De Ser Com Você” by Tom Jobim #TimeLulu

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: É brasilidade que você quer? Tome! Raissa mostrou como deve se executar uma canção, e com maestria. Ela tem uma voz segura, madura, cheia de si… Ela sabe que é boa, tem um timbre sensualíssimo e delicioso de escutar. A música também fez que ela trouxesse a sensualidade da qual eu comentei. Já estou torcendo para essa baiana, viu?

Dambombom: Que voz gostosaaaaaa! Isso sim é esperteza, quando a pessoa conhece sua voz e seus pontos fortes ela escolhe uma música que valorize tudo isso e Raissa foi simplesmente certeira e objetiva em sua performance.

Thai Rodinha: Tô amando que essa temporada tá cheio de Baianos e Nordestinos. Adorei o Brown batucando no copo, apesar da música mais calma ela teve uma representação boa da letra, prestando atenção no que queria dizer e estava sendo cantado.

Gika Bacci – “Proud Mary” by Creedence Clearwater Revival #TimeIvete

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Estava faltando rock nesse programa, hein, galera? Gika fez uma apresentação com atitude, vontade e garra. Além de uma voz potente, ou seja, todos os requisitos que uma roqueira (o), deve trazer. Gostei da performance, viu? E ah, a mulher escolheu ivete e fortificou ainda mais o seu exército de cantores.

Ps: o que foi lulu imitando o dedinho do blake shelton? Hahahaha, ele e brown são realmente nossos shevine.

Dambombom: Que diva do rock BB! Voz boa, música okay e energia lá em cima esse é o resumo da performance. Não sei se eu gostei num todo, mas não posso dizer que foi ruim, muito pelo contrário.

Thai Rodinha:AÍ JESUS ESSA MÚSICA, ela ainda deu uma pitada maior de rock. Finalmente alguém para dar uma animada nesse programa, senti falta da dancinha mas acho que não faz muito o tipo dela. Acertou as notas, estava confortável, podia ter jogado o cabelo, soltou a voz, e pegou o próprio palco em si e transformou em uma arena para ela. Talvez a minha favorita, mas umas das melhores dessa temporada.

   

Letícia Gonçalves – “Infiel” by Marília Mendonça #TimeTeló

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Ê sofrência delícia de escutar. Amei a performance da letícia. Ela fez da sua audição seu show. Chamou o público para si, esteve o tempo todo bem a vontade com a canção, tem uma belíssima voz, que pode passear por todos os estilos e eu espero que essa menina seja muito bem trabalhada, pois potencial ela tem. E ah, e o carisma da moça? A câmera à ama!

Dambombom: Olha que interpretação minha gente, eu amei! Em termos de voz ela é bem normalzinha, nada que a destaque na multidão, mas, a forma como ela dominou o palco e trouxe o publico pra ela, isso pra mim contou muito viu? Pode ser uma forte candidata.

Thai Rodinha: Na apresentação eu já estava torcendo. Ela tem poder, e soube usar. Colocou a plateia para cantar junto, não desafinou, jogou as notas certeiras nos momentos adequados e manteve o nível que a música pedia o que agradou.

 

Roberto Küster – “Shape Of You” by Ed Sheeran #TimeBrown

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: A voz do beto se encaixa bem com o pop atual, ele pode ser lapidado, mas a apresentação não foi bem executada, ele não traz nada de novo e sinceramente, acredito que Brown tenha se equivocado ao apertar seu botão. Os melismas foram mal feitos, a tensão tomou conta do boy… nada funcionou pra mim. Espero que ele queime minha língua nas próximas performances.

Dambombom: Ai gente, não posso mentir, eu odeio quando gente que poderia se destacar muito cantando em português fica se queimando tentando Fazer o descolado americano. Amigo, valoriza sua voz, conhece o que pode fazer com ela e faz direito, não joga qualquer coisa em inglês e acha que o povo vai comer porque não vai, eu não entendi o porquê de Brown ter virado pra ele não, o menino era péssimo.

Thai Rodinha: Não sei se os candidatos têm influência nos arranjos, mas estão estranhos principalmente nas blinds de hoje. Ele fez tudo certinho, mas foi certo demais, esperei um diferencial. Essa música não é das melhores para cantar para pessoas que estão de costas para você, não lhe permite permear pela música. Acho que a idade pouca prejudicou nesse sentido e talvez a não experiência já em assistir realittys também, poderia conferir isso. Talvez venha a dar boas performances com outras escolhas no futuro da edição.

  

Renan Cavolik – “K.O.” by Pabllo Vittar #TimeTeló

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Aaaaaaaaaaaaaaaaa! Já amei a mana desde o vt de sua história e estive com altas expectativas para sua performance. Que bom que minhas expectativas foram atendidas. Renan passei pelas notas, é cheio de personalidade, originalidade e adoro quando cantores mudam o arranjo da canção e traz a mesma para si. O menino tem talento e já estou curioso pelas suas próximas apresentações e torcendo forte por ele.

Dambombom: É DISSO QUE EU TO FALANDO BRASIL!! Originalidade sem precisa dar uma de gringo, quer obra prima, sofisticação, bom gosto e inovação com vocais impecáveis nível gringo? Então fica com essa performance do Renan que foi se duvida a melhor da temporada até agora e merecia com toda certeza ser 4Chairs.

Thai Rodinha: Matheus Carrilho? Não, mas veio cantando Pabllo Vittar. Tá aí um arranjo que foi certeiro, levou para um lado no estilo MPB, deixou a voz dele bem vulnerável e me agradou, ele deslizou pela música e até no falsete que eu não esperei. Achei que ninguém iria virar e isso me deixaria muito chateado, pois passaram pessoas que não mereciam comparado a ele. Vamos ver que ele pode ir longe.

 

Thailla Lima – “Propaganda” by Jorge & Mateus #TimeLulu

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Ô gente, gostei não. A voz da menina parecia abafada, ela atropelou várias notas, deus umas boas derrapadas na afinação durante a apresentação. Acho que lulu se equivocou, assim como Brown com o Roberto, ao apertar seu botão. Espero ser surpreendido no futuro.

Dambombom: Ai como eu amo essa música! Pensa num São João bom no interior da Bahia com essa música de trilha sonora e caçando uns ze droguinhas pra ama? Esse foi meu São João kkkkkkkk.. Olha… a performance em si soou um pouco insegura e eu acho que essa música não pega muito bem com ela, porém, acho que ela pode surpreender ne?

Thai Rodinha: Não consegui entender algumas palavras que ela pronunciou, a dicção pegou um pouco, o fato da posição do microfone com ela também, ela afastava sem ser com notas que necessitassem desse recurso. Não foi ruim não, tá no nível da temporada.

Dimadú – “Papel Machê” by João Bosco #TimeBrown

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Dimadú é daqueles cantores cheios de cacife e que cantam pra c******, mas só isso. Emoção: 0. Todas as notas foram bem executadas, seus falsetes foram limpos, claros, mas senti ele totalmente desconectado da canção. Acredito que os técnicos também tenham sentido isso. No entanto, brown fez uma boa adição a seu time pois técnica e recursos vocais o menino tem.

Dambombom: Nossa, a voz dele tem umas nuances que lembram um pouco Gonzaguinha, pelo menos eu tive essa sensação rsrsrs. Foi uma canção bem executada, ele mostrou que tem bastante controle vocal e pode abusar dos falsetes que não são maravilhosos, mas corretos

Thai Rodinha: Nome de artista já tem. Fiquei na dúvida se no meio ele esqueceu a letra, o fato dele ficar sinalizando as notas agudas me deixou um pouco incomodado, e foram 3 vezes. Não senti conexão, cantou bem quando teve que cantar, mas não me atraiu.

Marcela Martins – “Say Something” by Justin Timberlake feat Chris Stapleton #Eliminada

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: No vt de sua história, Marcela parecia nos entregar um grande número brasileiro, caloroso do jeito que tem de ser… mas não foi bem isso que aconteceu. A canção escolhida foi super equivocada, sua dicção no inglês não boa, e sua audição trouxe mais erros que acertos. Uma pena, achei que ela ia mandar tão bem…

Dambombom: Ai miga, que engraçado a senhora cantando essa musica kkkkkkkkk. Curti não e até porque essa musica não valorizou muito seus vocais e te deixou muito linear e por muitas vezes a banda e a base tiravam a potencia de sua voz. Escolha errada, logo, volta pra casa.

Thai Rodinha: Essa música tem sua parte e tom country, não entendi por que não associo isso a ela. O começo foi fraco mas depois ela melhorou, e seguiu linear. Como disse anteriormente, para o nível da temporada seria uma cantora legal de ser explorado na competição, mas ninguém deu uma chance.

Edson Carlos – “Se For Pra Judiar” by Zezé Di Camargo e Luciano #TimeIvete

Clique aqui para conferir a apresentação

Lu Maionese: Edson é o típico cantor sertanejo raiz. E olha, o homem é muito bom no que faz. Ele acima de tudo vestiu a canção, a internizou, transpassou emoção no seu canto e eu curti bem o resultado final. Ele passou veracidade e com certeza trará boas performances futuras. E ah, sua audição ainda trouxe mais um ‘block’ da temporada e o momento mais cômico da noite. Além de fazer Ivete ganhar mais uma super voz.

Dambombom: Ai miga, que engraçado a senhora cantando essa musica kkkkkkkkk. Curti não e até porque essa musica não valorizou muito seus vocais e te deixou muito linear e por muitas vezes a banda e a base tiravam a potencia de sua voz. Escolha errada, logo, volta pra casa.

Thai Rodinha: Ele é o tipo de candidato que com o carisma já conquista e faz a gente torcer. Quando começou a cantar não foi diferente, uma voz boa de ouvir numa seresta dançando com o par e bebendo umas lá as 00h. Usaram bem feito o Block no Michel e quero ver como vai ser ele no time da Ivete, e se ele vai conseguir roubar. Que coisa do Thiago invadindo o palco nos blocks, adorei ele falando que já queria o Teló e não pode haha.

 

 

Finalizando o episódio, ainda tivemos o querido Michel Teló trazendo todo o seu sertanejo para o palco cantando sua canção ‘Por Toda a Maquiagem’. E essa apresentação você pode assistir clicando aqui.

Considerações Finais

A noite foi sem grandiosas emoções, mas o nível do programa se manteve firme, a edição do programa trouxe leveza e que realmente entretêm. Os 4 técnicos seguem fazendo seus trabalhos do jeito que tem que ser e preciso destacar a seriedade da Ivete analisando cada voz que se apresenta. Rapaz, ela é convicta em seus apertos de botões e só os aperta para realmente quem lhe chama atenção. Só digo uma coisa: D-O-N-A! Os destaques desse 4º episódio para mim foram Gika, Edson, Renan e Letícia.  E aí, o que acharam do episódio de hoje? Quem para vocês foram os destaques na opinião de vocês? Não esqueçam de comentar, hein? Beijo grande e até a próxima.

 

 

Créditos das imagens: Reality Social, Show Ao Vivo e Prints Ao Vivo

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries