Posts Populares

The Voice Brasil – S08E20 – Final [SEASON FINALE]

E o(a) vencedor(a) é…

Olá pessoal, finalmente estamos aqui para a grande final do The Voice Brasil! A oitava temporada foi uma temporada de renovação, trouxe ar para o programa com a mudança de jurados, além do formato que também mudou (para melhor a meu ver). Tivemos grandes nomes e apresentações nessa temporada, surpresas que já começaram logo na fase de batalhas, tombos de favoritos, Iza montando um time poderoso e tendo três nomes que já passaram por ele nessa final (lembrando que poderia ser quatro, caso Pollyana tivesse passado). Bom, foi uma boa temporada, e os números estão de prova, já que a audiência dessa temporada foi ótima! 

Bom, o episódio de hoje veio da seguinte maneira. Os candidatos cantarão uma música solo, e irão fazer um dueto com um ex candidato. A votação abre após as apresentações solo. Ansiosos? Para os comentários de hoje, contarei com a ajuda do Davi e da Tati. 

“Ana Ruth – Pesadão”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Olha, a voz da Ana estava ótima, e essa menina é um amor que não sem nem como descrever. Achei a escolha ousada e até mesmo perspicaz, mas para a final, eu preferiria ver muito mais Dona de Mim sendo cantada, não que Pesadão seja ruim, mas a primeira opção é muito mais impactante e se enquadraria muito mais em uma apresentação de final. Não foi ruim, muito pelo contrário, mas eu acho que ela poderia mais! Ana estou na torcida <3

Tati: Ai, minha favorita da final e que eu quero que vença! Veio na última rodada tão sem gracinha e fiquei preocupada com essa rodada, viu? Não sei se “Pesadão” era a música que eu necessariamente queria pra ela, pois, apesar de ótima, não tem um apelo, queria uma balada ou algo parecido. Assim… Ela foi bem, mostrou segurança, dançou e tudo mais, mas acho que poderia ter apelado um pouco mais hahaha! De qualquer forma, lindíssima!

Davi: Então, eu amo muito Ana Ruth, uma das minhas candidatas preferidas e a minha favorita aqui nessa final. Essa música é um hino e Ana fez uma performance muito boa. Eu só não acho que essa música seja boa para uma final. Sabendo que outros candidatos estavam mais cotados, ela deveria ter escolhido algo beeeem mais impactante. 

“Lucia Muniz – O Amor e o Poder”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Que bom que Lúcia melhorou do problema em sua voz que ela estava terça. A voz dela estava bem mais limpa, mas ainda assim deu para notar alguns deslizes que ela cometeu durante a apresentação. Além disso, a escolha da música pra mim foi bem ruim, pessoalmente achei muito brega (sei que é um clássico), mas me desculpem gente, não consigo engolir. Na final do programa eu sempre espero grandes apresentações e músicas, e essa apresentação não foi nada disso que eu imagino. Lúcia é ótima, fez uma temporada com bastante evolução, mas nessa final para mim acabou não se saindo tão bem. 

Tati: Lucia é tão linda e eu não me canso de falar. Terça-feira ela estava com a voz um pouco comprometida e acho que isso influenciou demais na escolha de hoje, pois ela veio mais comedida. Eu gostei, achei ela segura, mas nada demais, viu? Ela tem um potencial incrível e já mostrou isso no programa, mas hoje eu achei uma apresentação dentro da média.

Davi: Não vou mentir, para mim, Lucia teve a trajetória mais questionável desses 4 finalistas. Ela veio para a final representando um time com artistas incríveis e ela apresentou muitos problemas durante a competição. Hoje, eu acredito que ela conseguiu chegar aonde ela precisava chegar. Eu gostei da apresentação dela e acho que foi sua melhor apresentação. 

“Tony Gordon – O Portão”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Gente não quero parecer chato, juro que estou tentando, mas temos aqui mais uma apresentação que não me agradou muito. Tony durante suas apresentações nas rodadas ao vivo sempre veio com muita entrega e com um repertório ótimo. Suas apresentações eram uma das poucas que me passavam aquela sensação de grandiosidade de ‘lives’ que vejo em franquias ao redor do mundo. Entretanto nessa aqui eu senti muito pouco disso. Teve entrega, voz estava ótima, mas a música, apesar de clássico, não contribuiu muito para que tal feito acontecesse.

Tati: Ai, eu acho que ele veio com uma música super boa pra ele. Quebrou um pouco do internacional, que ele sempre canta, mas conseguiu seguir uma linha que ele faz no programa. Eu curti bastante a interpretação dele também, deu para ver que ele estava imerso na música. Não foi a melhor dele no programa, mas foi muito boa e emotiva!

Davi: Ai gente, eu tento, viu? Eu tento muito gostar dele, porque além de extremamente cotado, ele faz escolhas musicais bem apelativas e eficientes para essa competição, marca de alguém que tem a vontade de vencer. Mas sei lá, sempre parece que ele está cantando a mesma coisa. A qualidade vocal de Tony é inegável, ele é um profissional. Mas né, nem Jesus agradou a todos e Tony não conseguiu me agradar nessa competição. 

“Willian Kessley – Deixa Tudo Como Tá”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Bom agora sim uma apresentação que posso dizer que gostei bastante. Willian estava com a voz no ponto certo, lindíssima, com melismas e umas notas super bem encaixadas ali. Foi bem lindo vocalmente, e sobre sua presença, também estava ótima, com ele bem entregue na música e com uma boa desenvoltura. Não foi a melhor apresentação dele para mim, mas nessa final dos quatro foi a minha favorita. O finalzinho foi simplesmente tudo! Terminou lindamente a canção. 

Tati: Que palco lindo! Eu não costumo fazer esse elogio para o The Voice Brasil, mas achei simples e bonito! Sobre a performance do William, como sempre, eu acho que ele arrasou nos vocais! Sempre afinadíssimo. Além disso, foi uma escolha bem legal pra ele. Eu amo demais que William é um ótimo representante do estilo e defende muito bem isso.

Davi: Um ícone desses, meu pai! Willian é muito talentoso, gente! Eu acho que ele pegou uma crescente da metade do programa para frente e só fez perfomances icônicas a partir daí. E hoje não foi diferente! Colocou a voz para jogo e arrasou. Sinceramente, ele foi o meu preferido dentre os 4.

Após as apresentações dos candidatos, temos o técnico Lulu Santos cantando “Radar”. Seguiremos então com os nossos candidatos fazendo duetos que poderão contribuir para que eles angariem ainda mais votos. A primeira dupla a se apresentar é as maravilhosas Ana Ruth e Edyelle. 

“Ana Ruth e Edyelle Brandão – (I Can’t Get No) Satisfaction”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Meu pai amado, que obra divina dos deuses, obrigado por esse momento rainhas!!! Edyelle foi minha candidata preferida dessa edição, torci muito por ela, e vê-la de volta cantando ao lado da maravilhosa da Ana e as duas simplesmente arrasando fez valer já essa final. Foi tudo para a nossa carreira madrinha!!! 

Tati: FUI EU QUE PEDI ESSAS DUAS, SIM! Mas por que essa música? hhahahaha Poxa, vida! Custava cantar a minha baladinha? Mas arrasaram demais, rainhas do vocais e é isso. Pra mim Edy poderia está claramente ocupando outro lugar nessa final, pois maravilhosa demais. As duas estavam soltinhas e lindas!

Davi: Gente? kkkk O que foi isso? Essa música para essas duas? Além disso, colocar Edyelle para fazer todas as notas agudas, enquanto Ana ficava ali parecendo uma backing vocal? Amada? kkk Edyelle arrasou, mas a finalista era Ana Ruth, então…

Após o hino do time Iza em um dueto de tirar o chapéu, Michel Teló se apresentou com a música “Casal Modão”. Lúcia Muniz e Tatila Krau seguem então nos duetos pelo time Lulu.

“Lúcia Muniz e Tatila Krau – Um Pro Outro”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Homenageando o seu próprio técnico, as duas vieram com uma canção do Lulu e nos entregaram uma apresentação bem fofinha com vocais bem legais. As harmonias das duas no refrão foi bem boa, e o melhor de tudo foi ver as duas que antes batalharam estão cantando juntas novamente. 

Tati: Ai que fofinho as duas juntas! Nem sabia que elas eram BFFs. Achei a escolha da música ruim, mas se era pra divertir as duas, acho que conseguiram cumprir isso bem.

Davi: Tatila, entenda, você é um marco nesse programa! Amo essa menina, meu Deus! Sobre o dueto: olha, eu esperava uma música bem melhor para essas duas, viu? A batalha delas foi uma das melhores da temporada e elas vem com isso essa noite? Mas enfim, eu achei bem morno, duas vozes com pontecial para bem mais.

E a rainha do nosso Brasil vem abrilhantar a noite com uma apresentação de “Mainha Gosta Assim”, Veveta nunca decepciona, mas vamos seguir em frente. O terceiro dueto da noite é do time do Telóe, com Tony Gordon e Samara Alves.

“Tony Gordon e Samara Alves – Hey Jude”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: É gente não tem jeito, quando esse cara pega para arrasar sai de baixo que não tem para ninguém. Tony e Samara simplesmente BRILHARAM, e quem dizer o contrário está louco. As vozes dos dois estava ótima, a harmonia, a entrega, principalmente do Tony, que é mestre nisso, estava primorosa. Um grande clássico da música mundial muito bem interpretado por essas duas vozes incríveis. 

Tati: É DISSO QUE EU ESTOU FALANDO, BRASIL! Uma songchoice decente e com apelo! E que coisa mais massa foi isso aqui, viu? Começou de um jeito, mas foi crescendo e só melhorando. Tony conduziu a música muito bem, mas Samara foi perfeita como sempre, com um controle vocal maravilhoso e vocais precisos. Eu amei a performance e minha favorita até agora.

Davi: O pisão, meu pai! Gente, isso é o que eu estava esperando dos duetos! A música extremamente apelativa e é isso que uma final pede, né amadas? Enfim, Samara conte comigo para absolutamente tudo! Uma cantora impecável! Eu só não gostei de alguns berros que o Tony deu, mas fora isso foi tudo muito lindo aqui.

E por fim temos a apresentação da nossa musa Iza com o hino Chain of Fools, e olha, é a perfeição mesmo viu! Eu amo e não é pouco. Para fechar a noite temos o último dueto que é do time Veveta.

“Willian Kessley e Rebeca Lindsay – All Star”

Clique aqui para assistir a apresentação

Rick: Que apresentação lindinha gente, eu adorei. A voz do Willian é muito suave, eu gosto muito que ele sabe muito bem usar e abusar dela nos momentos certos. A união de Rebeca abrilhantou ainda mais, os dois estavam com ótimas harmonias, uma sinergia incrível e acabaram entregando uma apresentação bem apaixonante. 

Tati: Ai, essa música acaba comigo! Maldade hahaha! Gente, não imaginava esse dueto nunca e até achei que não ia funcionar, mas funcionou demais! Mostraram química, suavidade, delicadeza… Ai foi tudo! Uma escolha maravilhosa, viu? Mandaram muito bem nessa escolha!

Davi: Dois ícones! Mas eu vou ser sincero. Apesar de ter achado o dueto muito bonito, eu acho que a música não aproveitou o melhor da voz deles, principalmente de Rebeca. Novamente, talvez outra canção seria mais adequada para um dueto de vozes tão lindas e tão poderosas. 

E chegou a hora gente, hora de conhecermos o vencedor da oitava edição do The Voice Brasil. Foram mais de 18 milhões de votos, o que me deixou extremamente chocado. E o grande vencedor do The Voice Brasil é…

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

TONY GORDON!

E com isso Michel Teló se torna pentacampeão, talvez sendo o candidato na franquia do programa que mais venceu consecutivamente. Sobre Tony, foi justo né gente, temos que concordar. O cara canta muito bem, suas apresentações foram sempre cheias de entrega e emoção, e como sempre eu disse aqui, suas apresentações eram uma das poucas que me remetiam a grandes performances ao vivo, e não simples apresentações que as vezes podem parecer até karaokê. Então é isso, infelizmente não deu para os outros jurados (tristinho por Iza) e Teló mais uma vez manda bem tanto na estratégia quanto no feeling e vence. 

E assim chegamos ao final de mais uma review e mais uma temporada. Preciso confessar que achei essa final bem morna com relação ao resto da temporada, que foi muito boa. O que vocês acharam? Curtiram a vitória do Tony? Gostaram da temporada como um todo? Deixe sua opinião aí nos comentários, e nos vemos na próxima temporada, até mais e obrigado a todos que acompanharam! 😀 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries