Posts Populares

The Voice Brasil – S09E06 – Audições às Cegas, Parte 6

Último dia de audições!

Olá pessoal, estamos de volta com as audições às cegas, e hoje é o último dia que conheceremos novos talentos para compor os times dos nossos queridos técnicos. Já de antemão, para quem vocês estão torcendo? Deixem aí nos comentários 😀

Para os comentários de hoje, contarei com a ajuda do paneleiro Vitor e leitor do Kauã. Então sem enrolação, vamos começar!

Amanda Coronha – “Wicked Game” #TimeBrown

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Apesar de não ter aprovado o arranjo, eu AMEI a Amanda, que voz perfeita é essa meu senhor? Muito linda, muito bem executada, Amanda deu vida pra essa canção, e de uma forma suave nos conduziu nessa história lindíssima! Só não achei perfeita por conta desse arranjo mesmo, mas de resto…

Kauã: PARA TUDO QUE ESSE MOMENTO É NOSSO! Quanto tempo que eu espero a Amanda no The Voice, ela tem uma voz espetacular e sem defeito algum, impossível não amar a voz dessa mulher. A apresentação dela foi linda, com umas notas bem encaixadas, ela consegue usar as técnicas no momento certo ,amo demais esse timbre. Uma forte candidata para levar o título em?

Vitor: Nossa que arranjo diferente, eu mal consegui reconhecer que era Wicked Game. Ela tem uma voz que me lembra fumaça, não sei explicar, é como um fogo seco, mas seco sem ser de um sentido ruim, uma faísca. Foi uma apresentação muito cativante. Eu senti cada palavra que ela cantou. Amei também que na hora dos feedbacks, a Iza a reconheceu, foi muito fofo. Bem feito, gostei muito.

Luana Granai – “Flamingos” #TimeLulu

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Puuuutzzzz que perfeitaaaaaa!!!! Ai gente que voz repleta de “soul”, ou alma né, como queiram dizer, mas é uma voz completa, que transborda emoção e interpretação. Eu senti em alguns momentos a voz dela passando perto de derrapar, mas ela se segurou muito bem, e no fim fez um belíssimo trabalho.

Kauã: Gostei dela de cara, tem uma voz bem diferente, vejo bastante personalidade, a música favoreceu bastante, mas tenho certeza que tem muita coisa a ser explorada, existe um material vocal muito bom. Luana tem um poder dentro dela que espero muito ver nas próximas fases, Lulu irá lapidar ainda mais.

Vitor: Gente???? Desculpa, mas não tenho palavras pra descrever o quanto eu amei essa blind. Luana, você é perfeita, entenda!!! Que timbre gostoso, eu passaria horas ouvindo… quanta técnica, quanto carisma de voz. Que surpresa boa, quando eu me voluntariei pra comentar o episódio, não achei que fosse me surpreender tanto, aleluia irmãs!! Mulher, você me tem fácil.

Carlos Júnior – “Fim de Tarde” #TimeBrown

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Achei a voz de Carlos muuuito boa, uma voz cheia bem projetada e extremamente agradável de ouvir. Claramente ele tem um ótimo controle sobre sua voz, pois cantou fino e sem floreios desnecessários durante toda a apresentação. Impressionado pelo controle dele. Mandou muito bem. Obs: Meu conterrâneo de JF AAAAAAAAA

Kauã: Nossa,ele tem uma voz muito boa mas não sei se essa música foi a melhor escolha;foi muita voz pra pouca música sabe? O ideal para ele seria uma música mais alta e de um impacto maior porque a voz dele é muito boa, não posso negar que gostei demais mas a canção realmente não foi bem escolhida, acredito que outra faria da apresentação bem mais interessante.

Vitor: Pagodinho gostoso, né gente? Quem é que não ama? Não senti que foi a apresentação mais bem executada, mas foi bem bacana. Quando eu ouço um pagode, eu sempre me lembro do rei do gênero, Willian Kessley, finalista do time Ivete no ano passado, claro que Willian era bem melhor, Carlos me fez recordá-lo. Carlos contou sua história, foi legal.

Ana Canhoto – “Scarborough Fair” #TimeTeló

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Eu amooooooo essa música, e acho que Ana fez um bom trabalho com ela, a voz muito correta e bonita, mas eu não senti o tom “angelical” que eu gostaria de ouvir quando vejo covers dessa canção. Eu lembro muito de Aurora e Celia do Austrália, e nessa canção pessoas que possuem um timbre como o delas tem vantagem para mim. EU gostei bastante, e passei perto de amar.

Kauã: Apresentação dela me deixou um pouco confuso, acredito que por eu não conhecer a música fiquei com um pé atrás. Ela tem uma boa voz, entretanto eu sentia uns pequenos deslizes, depois ela melhorava e depois recaia um pouco, não sei se a música realmente é assim mas a apresentação dela me gerou muitas dúvidas porque o timbre é bom. Vamos aguardar como será daqui pra frente!

Vitor: Nossa, que exigentes os vocais dessa música… Ana é bem novinha, não sei se ela conseguiu entregar a maturidade e os vocais exigidos pela música. Acredito também que ela pecou na emoção, transparecer sentimentos ao longo da apresentação é essencial pra trazer impecabilidade em toda a performance. O nervosismo também afetou bastante. Essas questões que eu levantei são bem fáceis de mudar, já que ela tem uma voz muito bonita, acho que as vocal coach vão dar um jeito em Ana, e ela vai arrasar nas próximas.

Stanya – “Dance Monkey” #TimeIza

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Eu to muito chocado com Stanya. Eu odeio essa música demais, mas ela teve a capacidade de fazer eu gostar dessa bomba de música? Eu estou muito passado… Que voz incríveeeellll eu ficaria horas e mais horas ouvindo ela cantar porque pelo amor de deus…

Kauã: EU ESTOU EM CHOQUE PORQUE AMO ESSA MULHER. Ela é ex the four e tem uma voz surpreendente, sempre gostei da forma como ela carrega cada canção que canta e hoje não foi diferente. Gosto demais quando os candidatos pega essa músicas difíceis e entrega algo bom, já prova logo para o técnico o que realmente quer. Não tenho nem palavras para definir porque ela é perfeita, chegou com um poder surreal e não poderia está em time melhor!

Vitor: Ô amada, como você quer que eu goste de você, com você trazendo essa bosta de música irritante? Olha, não tenho paciência. Pra mim, ela receber quatro cadeiras não teve cabimento nenhum. Talvez seja meu gosto pessoal, mas eu não curti não.

Anne – “Arrastão” #Eliminada

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Achei que ela teve alguns errinhos ali bem desconcertantes, talvez por conta do nervosismo. Poderia ter sido uma ótima audição, ainda mais com essa música incrível, mas acabou que ficou devendo em alguns aspectos.

Kauã: Então, eu gostei do timbre dela mas quando começou a apresentação esperava bem mais, não sei realmente o que houve aqui mas foi algo muito sólido, faltou alguma coisa de impacto para conseguir virar uma cadeira. Espero que ela volte e traga algo com impacto.

Vitor: Anne não conseguiu me cativar com a choice, mas ela tem muito talento e uma voz muito bonita. A gente sempre bate na tecla da songchoice, mas é porque faz MUITA diferença. Também concordo muito com os técnicos quando eles falaram sobre a respiração, tinha momentos que era muito visível que ela se perdia um pouco. Uma pena, pois acho que se ela voltasse com outra música, certamente ganharia uma cadeira.

Daniel Ribeiro – “Change The World” #TimeLulu

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Não conhecia essa música, mas até que gostei bastante, e achei que Daniel fez uma apresentação bem completa e correta, sem muitas fírulas e bem gostosa de se ouvir.

Kauã: Nossa que voz madura, diferente e timbre super interessante. Daniel foi uma das surpresas, porque imaginava uma apresentação bem sólida e ele iria mandar umas notinhas pra poder surpreender e ficaria por isso. Mas achei que foi bem simples, conseguiu colocar as notas certas e nos momentos certos, ele tem uns drives na voz que pode ser bem utilizado. Gostei bastante!

Vitor: Esse foi longe viu! Ele trouxe Eric Clapton, que é antigassoooo. Senti falta de um pouco de técnica, de fazer umas coisas diferenciadas, uns melismas, umas notas mais altas. essas coisas que chamam nossa atenção e trazem uma elevação a uma apresentação comum. Curti, mas acredito que ele tinha potencial pra fazer bem mais.

Luiza Cruz – “Não existe amor em SP” #TimeTeló

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Que delícia de apresentação, eu amei demais! Luiza tem um timbre bastante único e deu muita personalidade para essa canção que já possui uma personalidade própria. Eu amo demais quando aparecem artistas assim. Sem entender como só Teló virou para ela, pois perfeita!

Kauã: Que voz essa garota tem, mas eu fiquei com um certo receio no início da apresentação, porque nesta altura esperamos candidatos com muita qualidade. Ela soube usar as suas técnicas vocais para alcançar notas um pouco mais consistentes, consegui gostar um pouco mais do agudo dela porque faltou algo nos graves. Tem um bom material vocal, com algumas dicas pode surpreender.

Vitor: Comassimmmm???? Que voz maravilhosa! No início foi bem suave e ainda assim super segura, mas ao longo da apresentação sua voz foi ficando mais intensa mais bem trabalhada e igualmente sensacional! Ela estava tão conectada à música que se deixou levar, transparecendo muita emoção, passando a mensagem e trabalhando extremamente bem no palco. Mais uma grande apresentação da noite

Madina Lyve – “O Meu Amor” #TimeBrown

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Achei que a música não ajudou muito para que Madina mostrasse mais versatilidade da sua voz. Ficou bem linear para mim, não teve nenhum momento de destaque que fizesse eu me sentir atraído por ela. Mas ela é muito boa sim.

Kauã: Que voz sútil e cheia de classe a dela, gostei dos seus graves, senti um pouco de falta em relação a presença de palco e interpretação da música. Conseguiu entregar bons vocais, são poucas coisas a ser aprimoradas, música deixou ela bem confortável e eu fiquei imaginando várias canções, espero que Brown utilize muito bem o material vocal dela.

Vitor: Que charme é esse, Braseeel? Achei a voz dela bem persuasiva e elegante, mas a linearidade na apresentação deixou um pouco a desejar. Tomara que nas batalhas ela se anime, porque se não, ela vai deixar todo mundo dormindo. Bem feito, mas básico.

Ed Souza – “Segredos” #TimeLulu

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Meu deeeeus que apresentação mais LINDA! Eu amei demais, a voz de Ed acalmou tudo que estava aflito em mim, e por mim deixava ela cantando ali até o final do programa hahahaha. Torcendo demais desde já, pois que voz única e especial.

Kauã: Quando foi para o vídeo de apresentação eu pensava que era alguém bem novo (senti falta do pessoal de 16/17 anos esse ano) e acabei me surpreendendo com absolutamente tudo. Ed tem uma voz que acalma o coração, eu consegui mergulhar na voz dela e tocou realmente, porque é algo tão bom. A forma como a música foi conduzida é surreal, realmente trouxe o que faltava para a temporada.

Vitor: Genteeee, ela é uma versão feminina do MC Brinquedo!! Ahhhh gente, essa música é muito gostosa e Ed conseguiu trazer uma versão muito amável da música, me deixou todo arrepiado e emocionado. Como Iza falou, foi um abraço. Já sou cachorrinho, amei
muito, pode fazer o que quiser comigo. Time Lux tá com tudo nesse ano.

Gabi Porto – “Flutua” #TimeIza

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: Essa música por algum motivo me lembrou I’d Rather Go Blind e Cry Baby, fiquei até me perguntando se essa música seria uma versão brasileira de alguma delas. Achei Gabi boa, e atingiu ótimas notas ali, mas nada que tenha me emocionado tanto como a audição passada.

Kauã: Bom, esse episódio foi tanta surpresa que até a Ana está por aqui. Gabi tem uma voz bastante agradável, mas eu não gostei da escolha da música, porque a voz dela é tão boa que encaixaria em outras melhores. Achei o material vocal ótimo, mas o que prejudicou mesmo foi a escolha música.

Vitor: Não conheço a música, mas ela me agrada muito, me lembra o ritmo do blues americano. A voz dela é bem basiquinha, também tiveram alguns momentos que eu senti a banda sobressaindo a voz, isso me incomodou bastante. Foi uma apresentação bem desorganizada, baseado no nível da temporada, eu não curti.

Larissa Vitorino – “Quero Ser Feliz Também” #TimeTeló

Clique aqui para ver a apresentação

Rick: A voz dela é muito diferente, eu senti que a voz dela estava até com um desses filtros de tiktok/smule que deixam a voz meio masterizada hahaha. Muito boa, eu até que gostei bastante.

Kauã: Que voz interessante de ouvir, tem algo tão diferente que foi uma aposta. Conseguiu trazer uma versão diferente para algo que já é bom, as notas foram tão consistentes que não tem tanta coisa para falar, gostei da proposta que ela trouxe, realmente quando é a escolha do último candidato os técnicos ficam com receios, faltou alguns detalhes para a apresentação dela ficar perfeita, mas enfim…. Quero muito ver o que ela trará nas próximas fases!

Vitor: Eu ouvi a voz dela e senti que tava deitado num carpete bem fofinho, que timbre suave e gostoso, adoro essa música. Tão vendo como uma música certa faz diferença? Achei que a música foi muito bem escolhida e combinou muito com Larissa. A voz dela
é bem gostosinha e ele tem uma vibe bem bacana. Muito bom!

CONSIDERAÇÕES FINAIS

E assim chegamos ao final da fase de audições da nona temporada do The Voice Brasil. Confiram abaixo como os times temrinaram!

#TeamBrown: Adma Andrade, Cleane Sampaio, Izrra, Karina Zeviani, Simone Mazzer, Tecca Maris, Tibí, Amanda Coronha, Carlos Júnior e Madina Lyve

#TeamIza: Aline Souza, Anna Ferreira Lima, Bruna Black, Daphne, Filipe Toca, Luciana Ribeiro, Luli, Mayra Rodrigues, Stanya e Gabi Porto

#TeamLulu: Alana Sant, Angel Sberse, Gabriel Nogueira, João Marcelo Prevedel, Leyllane Carla, NAT, Rick Santos, Yesica Sales, Luana Granai, Daniel Ribeiro e Ed Souza

#TeamTeló: Dan Gentil, Érica Timóteo, Fabiana Souto, Nanara Bello, Sérgio Dorneles, Tamara Salles, Thalita Maciente, Ana Canhoto, Luiza Cruz e Larissa Vitorino

Para vocês qual é o time mais forte dessa temporada? E quais os seus candidatos favoritos que vocês acham que vão chegar longe? Deixem aí nos comentários e não se esqueçam de votar na nossa enquete logo abaixo. Muito obrigado e vejo vocês na próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Ricardo

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries