Posts Populares

The Voice Holland – S11E12 – The Knockouts 01

O The Voice Holland entra na sua última fase antes dos liveshows

O The Voice Holland começa a sua última fase, antes dos Live Shows, a temida fase dos Knockouts, porque tão temida, porque é uma fase que cortar o time pela metade, porém ai vem minha primeira indignação em relação a dinâmica desse ano.

Eles resolveram disponibilizar para a próxima fase, somente DUAS vagas por time ou seja se já seria injusto para com os candidatos, ter somente três vagas como foi na temporada passada, imagina para o técnico que agora teria que somente escolher dois candidatos. Eu até entendo que eles querem uma temporada mais curta, por conta da Pandemia de Covid-19, mais acho que mesmo assim, poderia fazer um esforço e colocar três vagas. Mais regras são regras e eles precisam seguir adiante na competição.

A outra indignação, no decorrer das apresentações vou falar.

Hoje temos as apresentações do Team Waylon e Team AliB.

Vamos vê agora, como foi o desenrolar do episódio.

Team Waylon

Cécile Buteau – “Next To Me” by Emeli Sandé

Leonardo: Achei a Cécile bem durante toda a apresentação, essa música é muito boa por sinal. A Cécile soube passar a letra e a energia da música muito bem. Mereceu a vaga na cadeira.

Cécile sentou na cadeira 1

Refael Mirila – “Lost On You” by LP

Leonardo: Não sei se foi impressão minha, mais percebi o Refael meio que longe durante a apresentação, não sei se foi por conta da música, que talvez ele não tenha escolhido. Mais tirando isso, achei uma apresentação legal, preferia vê ele cantando no piano de verdade e não em um teclado. Mereceu a vaga na cadeira.

Refael sentou na cadeira 2

Channah Hewitt – “Heart Of Glass” by Blondie

Leonardo: Primeiro que escolha de música maravilhosa, eu amo essa música de um jeito, que fica até difícil de escrever. Mais vamos falar sobre a apresentação em si, gostei da versão mais rock da música, porém não achei que a Channah entregou tudo de si não, ela foi bem na medida do possível, mais senti que faltou alguma coisa na apresentação no geral. Mereceu a vaga na cadeira

Channah sentou na cadeira 1 e a Cécile foi eliminada

Sezina Kelsey – “Chandelier” by Sia

Leonardo: Eu fico chocado com o alcance vocal da Sezina e ainda mais impressionado que ela só tenha 16 anos. Essa apresentação só fez mostrar do que ela é capaz, desde de quando ela injustamente não ganhou a oitava temporada do The Voice Kids. Ela foi perfeita do início ao fim e não tem nada do que reclamar aqui. Aqui ela mereceu demais a cadeira.

Sezina sentou na cadeira 2 e o Refael foi eliminado

Senja Sargeant – “Rumour Has It” by Adele

Leonardo: Ah achei que a Senja foi bem aqui na medida do possível, ela soube se destacar na música e mesmo sendo de Adele, essa música não é muito utilizada em realitys. Achei que ela merecia uma cadeira, porém o técnico não achou.

Senja foi eliminada

Sem Rozendaal – “Laat Me” by Ramses Shaffy

Leonardo: O que falar dessa apresentação do Sem, ele foi bem demais durante toda a a apresentação, posso não entender nada sobre o idioma holandês, mais percebi que ele passou a emoção da música, só não entendi o porque do violão ali, já que o mesmo ficou como figuração. Mereceu a cadeira.

Sem sentou na cadeira 2 e a Sezina foi eliminada

Aqui vem a minha indignação para com o Coach Waylon, em questão de apresentação, ele poderia muito bem seguir com o Sem e a Sezina, porque eles dois foram os melhores do time dele e ele poderia muito bem eliminar a Channah, que também fez uma apresentação boa em comparação, só que não chegou aos pés das outras duas apresentações.

Se a produção não fosse injusta, poderia muito bem os três seguirem de boa para a próxima fase, mais fizeram de sacanagem, agora não podemos fazer nada. Só aceitar

Seguem para o Liveshows pelo Team Waylon: Channah Hewitt e Sem Rozendaal

Team Ali B

Hype Flavour – “Mashup: Regulate/I Keep Forgettin’ (Everytime You’re Near)” by Warren G feat. Nate Dogg/Michael Donald

Leonardo: E vamos de primeira apresentação do grupo que foi formado nas batalhas. Para quem está perdido, esses quatro candidatos fizeram a batalha em trio, só que o Ali B ficou indeciso na hora e perguntou se eles preferiam seguir para a próxima fase, porém como um grupo e eles prontamente aceitaram. Falando sobre a apresentação em si, achei legal o entrosamento entre eles, agora fazendo uma comparação sob as apresentações de ambos solo nas Blinds e agora, achei que eles estão bem juntos. Mereceu a vaga na cadeira.

Hype Flavour sentou na cadeira 1

Karlijn Luisman – “I Don’t Want To Miss A Thing” by Aerosmith

Leonardo: Gostei da Karlijn, ela foi bem durante toda a música, soube aproveitar as chances que a música sempre subia e também essa música do Aerosmith já se tornou um clássico né. Gostei bastante, mereceu demais a cadeira.

Karlijn sentou na cadeira 2

Shanelle de Lannoy – “Ain’t Nobody” by Chaka Khan

Leonardo: E a Shanelle faz tudo de novo e repetindo o mesmo feito nas audições, que por sinal ela cantou outra música desse mesmo artista e foi perfeita. Aqui também impossível de criticar algo, o que foi aqueles agudos ali perto do fim da apresentação. Infelizmente o técnico não deu chance para ela e ela acabou sendo eliminada, uma pena.

Shanelle foi eliminada

Alyssa van Ommeren – “Somewhere Over The Rainbow” by Judy Garland

Leonardo: Meu Deus, que perfeição foi essa aqui da Alyssa, ela foi perfeita do início ao fim, tocando aquele violão suavemente, ela não mudou nada em relação a música original, que já é clássico né. Perfeita, zero defeitos. Mereceu demais a cadeira.

Alyssa sentou na cadeira 1 ou e o Hype Flavour foram eliminados

Nienke Fitters – “Billie Jean” by Michael Jackson

Leonardo: Chocado com essa apresentação da Nienke, ela soube pegar uma música que já está bem batida em realitys musicais a muito tempo e soube fazer uma versão totalmente diferente do estamos acostumados a vê. Mereceu demais a cadeira.

Nienke sentou na cadeira 2 ou e a Karlijn foi eliminada

Robin Kuipers – “Million Years Ago” by Adele

Leonardo: Ah a Robin, quanta injustiça essa menina sofreu nas batalhas, achei ela melhor e merecia passar adiante sem o Save, que no caso o técnico deu a mesma. Na apresentação de hoje, ela foi perfeita também, sem nenhum defeito e meio complicado de cantar essa música belíssima da Adele, sem lembrar da Sophia, vencedora do ano passado. Achei injusto ela não seguir adiante, mais é uma competição né.

Robin foi eliminada

Por incrível que pareça, dessa vez o Ali B acertou nas escolhas para os Liveshows, com certeza se tivesse três vagas aqui, a Robin talvez estivesse entre os selecionados.

Desde de quando eu acompanho fielmente o The Voice Holland, achei essas uma das decisões mais coerentes do Ali B. Ele está evoluindo como técnico, demorou para acontecer isso, mais agora vem.

Seguem para o Liveshows pelo Team Ali B: Alyssa van Ommeren e Nienke Fitters

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Fiquei chateado com o Waylon, por conta da escolha errada para os Liveshows, como já explanei lá em cima. Preferia mil vezes a Sezina aqui do que a Channah, mais choices são choices, né.

Acho que com isso, ele talvez perca possivelmente o título esse ano.

 

É gente encerramos por aqui o primeiro episódio de Knockouts dessa temporada, na semana que vem teremos o Team Anouk e o Team Jan Smit pela frente e teremos por aqui também decisões complicadas, já que agora são duas vagas somente.

Nos vemos no próximo episódio.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Leo Santos

Sou uma pessoa louca pelo The Voice ao redor do mundo e sempre em buscas de novas inspirações e um pinguinho de loucura. Também sou fanático por música em geral, principalmente Lady Gaga. Tô tentando está sempre antenado nas novidades ao redor do mundo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries